Notícias

26/04/2017 11:50

Comissão avalia habilitados do Edital Pierre Verger

 Início dos trabalhos acontece na manhã desta quarta-feira, 26, no Memorial do Teatro Castro Alves

Gestores e comissão na manhã desta quarta, 26, no Memorial do Teatro Castro Alves. Foto: Tomaz Neto

As propostas habilitadas pela comissão de habilitação do Prêmio Nacional de Fotografia Pierre Verger começaram a ser avaliadas na manhã desta quarta-feira, 26 de abril, no Memorial do Teatro Castro Alves. Após o exame final de recursos, a comissão apresentou à direção da Fundação Cultural do Estado da Bahia uma lista de 531 habilitados, de 699 inscritos, considerando que estes enviaram propostas de acordo com o edital 2016. A lista definitiva foi aprovada e publicada no DO Bahia desta quarta-feira e também pode ser conferida no site da Funceb.

A Comissão de seleção é formada por Aristides Alves da Silva Filho, Eugênio Sávio Lessa Baptista, Nadja Fonseca Peregrino, Maria Isabel Macedo Gouvêa, Marcio José Teixeira Nogueira Lima e foi designada pela diretora geral da Funceb, Fernanda Tourinho. O grupo é composto por integrantes de reconhecida atuação na área de fotografia, sendo três da Bahia e dois de outros estados brasileiros, indicados a partir de consulta pública a fóruns representativos da área. A comissão segue com a avaliação desta quarta-feira até sábado, dia 29 de abril. O resultado da avaliação será divulgado até o dia 8 de maio.

A Comissão de Seleção indicará três fotógrafos nas categorias Trabalhos de fotografia de livre temática e técnica; Trabalhos de inovação e experimentação na área de fotografia; Trabalhos de fotografia documental, que receberão, cada um, o valor de R$30 mil.

Além dos três premiados, os membros da comissão indicarão 12 artistas que, juntamente com os vencedores das categorias, participarão da Exposição Coletiva e do Catálogo do Prêmio Pierre Verger. Sobre o processo de habilitação final leia mais no anexo do Edital do Prêmio Nacional de Fotografia Pierre Verger.

Incentivo - O Prêmio Nacional de Fotografia Pierre Verger 2016 recebeu o total de 699 inscritos. O número é mais do que o dobro registrado na edição anterior do Edital, 2012/2013, quando foram 317 as propostas enviadas. No biênio 2010/2011 109 propostas foram inscritas. O Prêmio Nacional de Fotografia Pierre Verger foi instituído pelo decreto-lei nº 8.360 em 2002 e alterado pelo decreto-lei nº 9.296 em 2005 e visa incentivar e divulgar trabalhos fotográficos contemporâneos que tenham se destacado no cenário nacional.

O Prêmio é realizado pela Coordenação de Artes Visuais/Dirart da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb), entidade vinculada à Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), com o objetivo de incentivar, divulgar e valorizar a produção fotográfica brasileira.

Sobre a Comissão - Aristides Alves desenvolveu intensa atividade cultural no campo da fotografia, como um dos fundadores do grupo Fotobahia, que produziu mostras coletivas, cursos, oficinas e encontros anuais realizadas entre 1978 e 1984. Atuou também no campo do fotojornalismo, criando a primeira agência baiana de fotografia – ASA. Foi correspondente da agência paulista F4 e coordenador do Núcleo de Fotografia da FUNCEB. Realizou diversas exposições individuais e participou de importantes coletivas no Brasil e no exterior.

Eugênio Sávio Lessa Baptista possui graduação em Jornalismo pela Universidade Federal de Minas Gerais (1987) e mestrado em Comunicação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2000). Atualmente é professor da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Tem experiência na área de Artes, com ênfase em Fotografia, atuando principalmente nos seguintes temas: fotografia e fotojornalismo. Atua também na área de produção cultural, ligado a eventos de fotografia. De 2002 até o momento atuou como diretor Regional da ABRAFOTO – Associação Brasileira dos Fotógrafos de Publicidade.

Nadja Fonseca Peregrino Nadja Fonseca Peregrino é mestra em Comunicação (ECO/UFRJ-1990). Professora, desde 2002, do Curso de Pós-Graduação Fotografia e imagem da Universidade Cândido Mendes. Atuou como curadora na Funarte (1977-1990, RJ) e no Centro de Artes da Universidade Federal Fluminense (UFF-1990-1998, Niterói). Como curadora independente, realizou inúmeras exposições, como La revue O Cruzeiro (Chalon Sur Saune, França, 2006), Um certo Brasil (Pinghao, China, 2010), Caminhos da Fé, (Krasnodar, Rússia, 2011), Sereias, fotografias de Fernanda Oliveira e Sérgio Carvalho, (Espaço Cultural dos Correios e Espaço UFF de Fotografia, 2016) entre outros.

Maria Isabel Macedo Gouvêa é mestre em Artes Visuais pela Universidade Federal da Bahia em 2008 e fotógrafa formada pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo em 1976, morando em Salvador desde 1978. Membro ativo do Movimento FOTOBAHIA entre os anos de 1979 a 1986. Trabalhou como fotógrafa do inventário para tombamento do Centro Histórico de Salvador pelo Instituto de Patrimônio Histórico da Bahia. Em dezembro de 1980 passa a trabalhar na Fundação Cultural do Estado da BA.

Marcio José Teixeira Nogueira Lima nasceu em Recife, Pernambuco. Em 1989 mudou-se para Salvador para trabalhar na sucursal do Jornal O Globo. Hoje atua como fotógrafo independente. Colabora para as empresas Editora Abril, Jornal New York Times, Editora Globo, Grupo Folha, Editora Três, Revista Odebrecht Informa e fotografa espetáculos cênicos e obras de artistas para catálogos e livros. Sócio fundador do coletivo de fotografia documental ARCAPRESS, em 1996, integrou o programa Artista Residente da Light Work. Ganhou o Prêmio Nacional de Fotografia Pierre Verger, em 2003, e o Prêmio Aquisição no 12° Salão do Museu de Arte Moderna da Bahia, 2004. Em 2006, suas obras entraram para a Coleção do MASP/PIRELLI e, em 2007, convidado pelo Conseil Général de La Charente – Maritime, em La Rochelle, França, fez residência artística neste país. Em 2009, através do Edital Matilde Mattos de Artes Plásticas, da Funceb, expôs na Galeria Fabio Pena Cal. Com o projeto O Povo Cigano foi contemplado com o XI Prêmio Funarte Marc Ferrez de Fotografia - 2010.


Portaria
517Resultado_o_julgamento_dos_recursos_pela_Comissao_de_Habilitacao_2016_20172270307Resultado_o_julgamento_dos_recursos_pela_Comissao_de_Habilitacao_2016_2017_3Resultado_o_julgamento_dos_recursos_pela_Comissao_de_Habilitacao_2016_2017_3Resultado_o_julgamento_dos_recursos_pela_Comissao_de_Habilitacao_2016_2017_3Resultado_o_julgamento_dos_recursos_pela_Comissao_de_Habilitacao_2016_2017_3Resultado_o_julgamento_dos_recursos_pela_Comissao_de_Habilitacao_2016_2017_8Resultado_o_julgamento_dos_recursos_pela_Comissao_de_Habilitacao_2016_2017_3Resultado_o_julgamento_dos_recursos_pela_Comissao_de_Habilitacao_2016_2017Resultado_o_julgamento_dos_recursos_pela_Comissao_de_Habilitacao_2016_2017Resultado_o_julgamento_dos_recursos_pela_Comissao_de_Habilitacao_2016_2017_Resultado_o_julgamento_dos_recursos_pela_Comissao_de_Habilitacao_2016_2017_Resultado_o_julgamento_dos_recursos_pela_Comissao_de_Habilitacao_2016_2017_Resultado_o_julgamento_dos_recursos_pela_Comissao_de_Habilitacao_2016_2017_Resultado_o_julgamento_dos_recursos_pela_Comissao_de_Habilitacao_2016_2017_

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.