Notícias

08/05/2017 17:40

Prêmio Nacional de Fotografia Pierre Verger anuncia vencedores



  Paulo Coqueiro (BA), Gilvan Caldas de Sá Barreto Filho (RJ) e Ilana Bar Nissin Wirgues (SP), receberão R$30 mil, cada



O Prêmio Nacional de Fotografia Pierre Verger, um dos maiores do segmento artístico, do país, divulga os vencedores de suas três categorias. Paulo Luiz Coqueiro Andrade (BA), com a obra Não Minta Para Mim, venceu a categoria Trabalhos de fotografia de livre temática e técnica; Gilvan Caldas de Sá Barreto Filho (de Jaboatão dos Guararapes, inscrito pelo RJ), com a obra Postcards From Brazil, venceu a categoria Trabalhos de inovação e experimentação na área de fotografia; Ilana Bar Nissin Wirgues (SP), com a obra Transparências de Lar venceu a categoria Trabalhos de fotografia documental. Cada vencedor receberá o valor de R$30 mil.


A comissão de seleção ainda indicou 12 artistas que irão participar da exposição e do catálogo da mostra: Bruno Bernardi Costa (com Paisagem Movediça), Guilherme Christ de Menezes Sousa (Marrocos), Hirosuke Kitamura (Doce Obsessão), João Teixeira Castilho (Nova Era), Luis Arthur Leitão Vieira (Atlas Fotográfico da Cidade de São Paulo), Paula Huven Almeida (com Viva A Natureza Morta), Ricardo Teles (Transbrasilianas), Rosa Bunchaft (Série Das Mulockianas – Panorama 1 - The City Of Bahia - From The Forte do Ma), Silas De Paula (Anônimos: Work In Progress), Sônia Denise Alhanat Dias de Souza (Ecos), Tiago Aguiar Miranda Nunes (Rusá), Vinícius Luiz Xavier Carneiro (Lebará – Feminina Força).


Membro da comissão, o fotógrafo mineiro Eugênio Sávio Lessa considera o Prêmio Nacional Pierre Verger como “uma das maiores iniciativas do fortalecimento da cultura já vistas no Brasil”. A Comissão avaliou 531 inscrições habilitadas, a maioria das cidades de Salvador, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Fortaleza. Dos Territórios baianos a maior participação foi das cidades de Feira de Santana, Jequié e Lauro de Freitas. Foram enviadas 699 propostas.


O Prêmio é realizado pela Coordenação de Artes Visuais/Diretoria das Artes da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb), entidade vinculada à Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), com o objetivo de incentivar, divulgar e valorizar a produção fotográfica brasileira.


Visibilidade nacional - A Comissão de seleção foi formada por Aristides Alves da Silva Filho, Eugênio Sávio Lessa Baptista, Nadja Fonseca Peregrino, Maria Isabel Macedo Gouvêa, Marcio José Teixeira Nogueira Lima. O concurso encabeça um projeto de extrema valia para a Funceb, uma vez que acontece periodicamente, permitindo a participação de interessados não só do Estado da Bahia, como também de todo país.


“Isso faz com que o Prêmio tenha grande visibilidade nacional, justificando-se a amplitude do seu conhecimento perante o seu público alvo, o qual, durante esse período, se prepara investindo tempo, conhecimento e material para criação de trabalhos de excelência que possam competir com os demais projetos que serão apresentados”, detalha Fernanda Tourinho, diretora da Funceb.


Na opinião de Maria Isabel Gouveia, membro da comissão, toda política de fomento a cultura e artes é fundamental para o fortalecimento e aprimoramento de prêmios como este. “É fundamental termos parceiros que apóiem esta idéia. Nós, da fotografia, só temos a agradecer a esta grande iniciativa e a todos os envolvidos neste projeto”.


O Prêmio Nacional de Fotografia Pierre Verger 2016/2017 recebeu mais do que o dobro de inscrições da edição anterior, 2012/2013, quando foram 317 as propostas enviadas. No biênio 2010/2011, 109 propostas foram inscritas. O Prêmio Nacional de Fotografia Pierre Verger foi instituído pelo decreto-lei nº 8.360 em 2002 e alterado pelo decreto-lei nº 9.296 em 2005 e visa incentivar e divulgar trabalhos fotográficos contemporâneos que tenham se destacado no cenário nacional.


Membro da comissão de seleção, Aristides Alves entende que, “nesse momento de crise no Brasil, com a maioria das empresas saindo de cena, a presença do Estado nesses projetos é imprescindível”.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.