Notícias

06/09/2017 15:30

Ampliação de Programa da Escola de Dança da Funceb foi debatida

Ampliação de Programa da Escola de Dança da Funceb foi debatida
Reunião da SJDHDS e Funceb destacou modelo aplicado no CSU do Nordeste de Amaralina, que poderá ser multiplicado em outros Centros Sociais Urbanos


A possibilidade de ampliação do modelo de aulas oferecido pela Escola de Dança da Funceb no Centro Social Urbano do Nordeste de Amaralina foi tema de uma reunião na manhã desta quarta-feira, dia 6 de setembro. O tema foi debatido com a participação de Carlos Martins, secretário de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS),  Renata Dias Oliveira, diretora da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb), entidade vinculada à Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) e Marle Macedo diretora do Centro de Formação em Artes (CFA) da Funceb. 

Gestores da Funceb acompanharam a diretora: Marcio Leite Matos, chefe de Gabinete; Jacson do Espírito Santo, diretor da Escola de Dança da Funceb e coordenador de Dança; Junior Oliveira, coordenador dos Núcleos de Extensão da instituição; e Julieta Rodrigues, coordenadora do Núcleo do Nordeste de Amaralina da instituição. Também participou da reunião Robson Brandas, da Prefeitura Municipal de Candeias.

Durante o encontro, foi planejada articulação para assinatura de um termo de cooperação técnica entre a SJDHDS/CSU e a Fundação Cultural, para requalificação das estruturas utilizadas pela Escola de Dança da Funceb, além da ampliação do projeto, que atualmente atende a 120 crianças no Centro Social Urbano do Nordeste de Amaralina. A previsão é que, com a ampliação, o projeto passe a atender 250 crianças.

O secretário destacou o interesse da SJDHDS no projeto e ressaltou sua importância diante das prioridades do Governo do Estado em levar ações de cidadania, especialmente para os jovens. “É nosso desejo a ampliação desse projeto e ele vai de encontro ao que é trabalhado hoje como política pública desse estado, que é estar nos locais oferecendo serviços e cidadania para a população. A arte e a cultura são fundamentais para a nossa juventude”, disse Martins.

A coordenadora do CSU Nordeste, Andreia Macedo, falou sobre a importância da Escola de Dança da Funceb para a comunidade. “Esse é um projeto que realiza sonhos da comunidade do Nordeste. Sonhos não só das crianças, mas também de mães e pais, que nunca imaginavam ver seus filhos frequentando e formados por uma escola de dança”, afirmou.

Após a reunião desta terça-feira, as representações jurídicas da SJDHDS e da Funceb serão responsáveis pela produção do termo de cooperação técnica, que contará com a consultoria direta da coordenadora do CSU e da coordenação da Escola de Dança, para futura assinatura.

Núcleos de Extensão - O programa dos Núcleos de Extensão da Escola de Dança da Funceb visa a ampliação do público beneficiário de propostas educacionais já existentes, consolidadas e reconhecidamente exitosas no campo da dança, a partir da união de esforços para promover o acesso à educação, à cultura e à arte, com a ampliação e democratização dos espaços formativos.

O programa é uma ação formativa motivada e articulada pela Fundação Cultural do Estado da Bahia, por meio de seu Centro de Formação em Artes (CFA), ao qual a Escola de Dança está atrelada; com o Balé do Teatro Castro Alves - corpo artístico do Teatro Castro Alves, equipamento cultural mantido pela SecultBA por meio da Funceb; em parceria com a Diretoria de Espaços Culturais da SescultBA e com a coordenação do Centro Social Urbano da Secretaria de Justiça Direitos Humanos e Desenvolvimento Social.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.