Notícias

04/12/2017 10:20

Instituto Sacatar divulga resultado da seleção de Proposta de Residência Artística para Escritores

Instituto Sacatar divulga resultado da seleção de Proposta de Residência Artística para Escritores
(Foto: Arquivo Fundação Sacatar)

O resultado do Edital de Residência Artística para Escritores do Instituto Sacatar, realizado por meio de parceria com a Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb/SecultBA), foi divulgado pelo Diário Oficial do Estado no final de novembro (24). O selecionado foi Márcio Ramos Junqueira, artista visual e poeta do distrito de Arraial d'Ajuda, em Porto Seguro, que apresentou a proposta “Diário de pegação”.

O Edital de Residência Artística foi lançado em 29 de setembro deste ano pela Funceb, que apoia o Sacatar pelo quarto ano consecutivo, contribuindo para o  desenvolvimento da escrita e crescimento de artistas. As propostas selecionadas foram julgadas pelos membros da comissão: Augusto Sérgio Soares e Marcelo Augusto Thomaz, ambos do Instituto Sacatar; Dayse Sacramento de Oliveira, professora e doutoranda em Literatura e Cultura no Instituto Federal da Bahia (IFBA); e Karina Rabinovitz, Coordenadora de Literatura da Funceb.

“O princípio da Residência Artística é a criação, e como primeira etapa dos elos da rede produtiva, sabemos o quanto é importante cuidar do tempo e espaço destinados a este princípio. É essencial dar importância ao tempo da criação do artista, tanto quanto à sua formação, produção e difusão”, conta Karina Rabinovitz, Coordenadora de Literatura da Funceb.

Instituto Sacatar – Localizado na Ilha de Itaparica, o Instituto é uma residência artística que reúne pessoas de vários países, promovendo a troca de experiências entre os profissionais de variadas disciplinas criativas. Os artistas residentes no Sacatar são incentivados a se envolver com a população baiana, promovendo um intercâmbio cultural onde os resultados são partilhados através de programas públicos.

O Sacatar, que desde 2001 oferece espaço para que artistas desenvolvam novos projetos, é a primeira residência internacional que se estabeleceu no Brasil e tornou-se uma das maiores da América Latina.

De acordo com o Edital,  o Instituto Sacatar fica responsável por prover ao selecionado suíte individual (quarto e banheiro) e um estúdio separado, ambos na sede do Instituto, além de todas as refeições. “A Residência oferece um lugar onde artistas possam conviver e criar; facilitar a interação e a colaboração dos artistas com a comunidade; e estimular a arte e a criação”, explica a Coordenadora de Literatura.

Diário de Pegação – Márcio Junqueira, mestre em Literatura Brasileira pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), conta que a ideia do projeto surgiu em 2014, e é uma série de registros e experimentos gráficos autoficcionais que se passam em rodoviárias e aeroportos. As histórias são independentes e “tratam sobre o desejo, algo que engloba o sexo, mas que se expande para  além dele”, explica.

O selecionado iniciará a residência na próxima segunda-feira (11). Márcio fala sobre seus desejos após sua estadia em Itaparica: “eu tenho centenas de  pretensões megalomaníacas  pra essa série pós-sacatar. A menor delas é fazer uma publicação/exposição e rodar o Brasil, apresentando esses inventos”, diz.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.