Notícias

12/03/2018 16:50

Legado de Abdias Nascimento será tema de ações no Fórum Social Mundial 2018

Ipeafro Abdias Nascimento ( Ilustração: Nila Carneiro)
Ipeafro Abdias Nascimento (Ilustração: Nila Carneiro)

O Fórum Social Mundial (FSM) acontece em Salvador de 13 a 17 de março, e o Instituto de Pesquisas e Estudos Afro-Brasileiros (IPEAFRO), do Rio de Janeiro, vem se juntar à Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb/SecultBA), Universidade do Estado da Bahia (UNEB), Universidade Federal da Bahia (UFBA) e Associação Brasileira de Pesquisadores Negros (ABPN) em ações que terão como tema o genocídio da população negra e o legado de Abdias Nascimento. A Fundação Cultural do Estado abrigará atividades na Sala King e Sala Walter da Silveira, abertas ao público.

A realização conta com o apoio de diversos parceiros, entre os quais: Fórum Permanente Pela Igualdade Racial (FOPIR), Coletivo Boca Quente, Sarau da Onça, Coletivo Luíza Bairros (UFBA), Odara Instituto da Mulher Negra, Fórum Negro de Artes Cênicas, Programa de Direito e Relações Raciais (UFBA), Biblioteca Abdias Nascimento do Subúrbio Ferroviário, Soweto Organização Negra, Acosta Produções Artísticas e Vida Brasil.

Dentro do eixo temático “Vidas Negras Importam”, o conjunto de atividades mistura arte, poesia e ativismo social e terá como temas centrais o genocídio da população negra e o legado de Abdias Nascimento. A programação conjunta estreia no Teatro Martim Gonçalves (Escola de Teatro da UFBA), às 8h30 do dia 14 de março, aniversário natalício de Abdias Nascimento, com performance poético-musical de Nelson Maca seguida de debate em torno da nova edição do livro “O Genocídio do Negro Brasileiro”, publicado há 40 anos por Abdias. Participam do debate os professores Kabengele Munanga (UFRB), Marluce Macedo (UNEB), Samuel Vida (UFBA) e o escritor Sandro Sussuarana (Sarau da Onça).

No dia seguinte, 15 de março, a Sala Mestre King, localizada na sede da Funceb, no Pelourinho, será palco do Slam Abdias, com premiação do Troféu IPEAFRO Sankofa. Entre as atrações estão: DJ Bieta, Coletivo Boca Quente, Sarau da Onça, poeta Giovane Sobrevivente, Maestrina Elem e Banda Meninos da Rocinha do Pelô.

No último dia de atividades, em 16 de março, a exibição do filme “Abdias Nascimento Memória Negra”, do cineasta baiano Antonio Olavo, será na Sala Walter da Silveira (Barris). A programação contempla, ainda, recitação poética com Milsoul Santos e artistas locais, além de conversa com o diretor do filme, o professor Kabengele Munanga e a viúva de Abdias Nascimento e autora da biografia, Elisa Larkin Nascimento.

Todas as atividades incluem sessão de autógrafos da nova edição do livro “O Genocídio do Negro Brasileiro” (IPEAFRO / Editora Perspectiva / Itaú Cultural, 2017) e da biografia ilustrada “Grandes Vultos que Honraram o Senado: Abdias Nascimento”, publicada pelo Senado Federal, bem como ações em apoio ao Quilombo Rio dos Macacos.


O IPEAFRO se dedica à continuidade da ação pioneira de seu fundador, o professor Abdias Nascimento, contribuindo para a defesa dos direitos dos afrodescendentes a preservação, divulgação da memória, cultura, história e ativismo negros (http://ipeafro.org.br/).

Confira a programação aberta ao público:

Dia 14 de março (quarta-feira)
O que: Abertura com performance poética musicada de Nelson Maca. Debate sobre o livro “O Genocídio do Negro Brasileiro”, com Kabengele Munanga (UFRB), Marluce Macedo (UNEB), Samuel Vida (UFBA) e Sandro Sussuarana (Sarau da Onça). Lançamento da nova edição do referido livro e da biografia de Abdias Nascimento.
Horário: 8h30
Local: Teatro Martim Gonçalves, Escola de Teatro da UFBA - sujeito à lotação do espaço

Dia 15 de março (quinta-feira)
O que: Slam Abdias / Troféu IPEAFRO Sankofa. Atrações: DJ Bieta, Coletivo Boca Quente, Sarau da Onça, poeta Giovane Sobrevivente, Maestrina Elem e Banda Meninos da Rocinha do Pelô. Sessão de autógrafos dos livros.
Horário: 16h
Local: Sala Mestre King – Sede da Funceb (Pelourinho) - sujeito à lotação do espaço


Dia 16 de março (sexta-feira)
O que: Filme “Abdias Nascimento Memória Negra”,do cineasta baiano Antonio Olavo. Recitação poética com Milsoul Santos e artistas locais. Conversa com Antonio Olavo, professor Kabengele Munanga e Elisa Larkin Nascimento, viúva de Abdias Nascimento e autora da biografia. Sessão de autógrafos dos livros.
Horário: 19h
Local: Sala Walter da Silveira (Barris) – sujeito à lotação do espaço

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.