Notícias

23/11/2018 09:40

#NovembroDasArtesNegras - Espetáculo Medeia Negra será apresentado na Sala King Funceb

card

O espetáculo Medeia Negra, solo da atriz Márcia Limma, terá apresentação única no dia 30 de novembro, às 15h, na Sala King da Funceb, para estudantes do ensino médio do Colégio Estadual Presidente Costa e Silva, convidados do Coletivo Panteras Pretas e funcionários da Funceb.

Após a apresentação acontecerá o bate-papo Diáspora: Mulheres que romperam prisões. A ação integra a segunda edição do Novembro das Artes Negras da Funceb, que neste mês promoverá uma série de atividades em todas as linguagens artísticas.

O espetáculo solo traz à cena a invisibilidade e exclusão da mulher negra na estrutura social, que privilegia e mantém o poder em determinada classe e gênero. A peça aborda questões fundamentais do universo feminino como maternidade, solidão, identidade, amor, racismo, identidade de gênero, aborto e religião.

Canto forte - O mito Medeia (431 a.C.) da tragédia grega de Eurípedes, uma personagem feminina carregada de amor e ódio, foi o que serviu de mote de inspiração para Medeia Negra.

“Esse mito de Medeia serve para fomentar a discussão do papel da mulher no momento atual. A personagem é um arquétipo importante pra descolonizar o trabalho das mulheres, quebrar com todo tipo de machismo que ainda existe. Então esse mito Medeia, surgido numa época em que a mulher não tinha voz, quebra todas as barreiras. Ela vai até as últimas consequências para que sua voz seja ouvida em toda a nossa sociedade”, revela a atriz Márcia Limma.

A plateia, a partir da sua disposição espacial, é colocada frente a frente para se ver diante de questões como gênero, raça e classe. Ao longo da encenação a personagem compartilha suas reflexões sobre passado, presente e futuro junto ao público.

"O mesmo mito é contado agora a partir de um olhar feminino e negro, carregado de um canto forte e rasgado, inspirado no jazz, blues, hip hop e acalantos africanos que propõem esteticamente um caminho atemporal para o grito de Medeia", destaca a atriz.

Marcia Limma é atriz, cantora, performer, produtora, professora e mestranda no Programa de Pós Graduação em Artes Cênicas da UFBA. É também uma das fundadoras do grupo Vilavox, há 17 anos, tendo participado de todas as montagens do grupo: Trilhas do Vila (2002); Almanaque da Lua (2003); Primeiro de Abril (2004); Canteiros de Rosa (2006); Labirintos (2008; O Segredo da Arca de Trancoso, (2011); O Castelo da Torre (2015) e Passaredo Passarinholas (2017).

Serviço:
Medeia Negra, com a atriz Marcia Limma, seguido de bate papo: Diáspora: Mulheres que romperam prisões
Quando: 30 de novembro, às 15h
Onde: Sala King da Funceb (Rua Guedes de Brito, 14, Pelourinho)
Gratuito (entrada somente para estudantes, convidados e funcionários da Funceb)
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.