Notícias

26/11/2018 08:00

#EditaisSetoriais - Teatro do IRDEB recebe lançamento do álbum coletivo Bahia Dá Samba

O evento que abre a programação do Dia do Samba (2 de dezembro) em celebração da ancestralidade do gênero e suas raízes, percorrendo o sertão, passando pelo recôncavo até o litoral. O álbum Bahia dá Samba tem composições de Valmir Lima, Guiga de Ogum e Reginaldo de Itapuã e será lançado em 27 de novembro, às 20h, no Teatro do Irdeb, na Federação. O Projeto foi contemplado pelo Edital Setorial de Música da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb/SecultBa).

Durante a apresentação os sambistas estarão reunidos ao lado dos mestres e músicos que participaram da gravação do disco. Também será lançado o mini-documentário, revelando o processo de produção do álbum e a pesquisa sobre os compositores.
card


O álbum contêm 12 faixas, distribuídas com quatro composições para cada sambista, e também celebra a obra de Roque Ferreira, parceiro de criações dos mestres. Seguindo a tradição oral, essas músicas não se encontravam registradas nem em áudio ou escritas num papel, o que torna o disco extremamente necessário na preservação da memória da obra desses artistas e das raízes do samba produzido na Bahia.

O desejo de resgatar, registrar e apresentar para o público as composições dos sambistas motivou o projeto, que tem a direção artística do músico Ênio Bernardes e direção musical de Dudu Reis.

Baluartes do Samba - O projeto Bahia Dá Samba – Memória Viva dos Baluartes do Samba da Bahia começou a partir de uma pesquisa no universo dos compositores, sob a inspiração o disco Sambas da Bahia, com Riachão, Batatinha e Panela, lançado em 1973, pelo selo Fontana.

Esse encontro entre gerações permite que o trabalho alcance longevidade e impede que o legado dos sambistas seja esquecido. A diversidade das composições encontra nos arranjos uma harmonização e diálogo entre as sonoridades.

Repertório - O disco apresenta em seu repertório, a diversidade dos três compositores através de um passeio pelo samba em suas vertentes: samba canção, samba de breque, partido alto, samba de marcha, samba enredo, se nutrindo de outros ritmos populares como o baião, o calango e o maxixe.

Já o mini-documentário, realizado pela APUS Filmes, vai reunir informações sobre a pesquisa das obras, entrevistas, bastidores das gravações e as trocas entre os mestres. No dia 24 de novembro, às 20h, na Casa da Mãe, no Rio Vermelho, acontecerá a primeira audição aberta do álbum.

Serviço:
Show de lançamento do CD Bahia Dá Samba e Mini-Documentário
Quando: 27de novembro, às 20h
Onde: Teatro do IRDEB (Rua Pedro Gama 28-E Federação).
Quanto: Gratuito (durante o evento haverá vendas de CD no local)
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.