Notícias

27/11/2018 11:30

#NovembroDasArtesNegras - Mel Duarte e Jéssica Balbino ministraram a oficina Da Poesia à Autogestão, em Salvador

Da poesia à autogestão
Foto: Bia Imperial

Ainda nas comemorações ao mês da Consciência Negra, integrando o Novembro das Artes Negras, a Fundação Cultural do Estado (Funceb/SecultBa)  trouxe a Salvador as escritoras Mel Duarte e Jéssica Balbino que ministraram entre os dias 21 e 23 de novembro, no Teatro Castro Alves, a Oficina da Poesia à Autogestão. Na Abertura da oficina foi realizada uma apresentação da turma, seguida de exercícios de leitura de poemas, além de uma explanação sobre o histórico e conceito do slam, com exibição de alguns vídeos ilustrativos. Para a professora, Débora Macêdo, que veio de Itapetinga para participar da oficina em Salvador, "esse curso é o fortalecimento da literatura na sua forma escrita e poéticas, bem como o enriquecimento do conhecimento pessoal em tempos de luta".

No dia seguinte, cada integrante levou produções textuais próprias e foram realizados exercícios de leitura destes textos, escuta crítica e releitura. Eles praticaram também o exercício de escrita de poemas, a partir de palavras retiradas dos textos lidos anteriormente e leitura destes novos textos em público. "A proposta principal é fazer os participantes liberarem a criatividade da escrita. Ainda mais neste momento histórico que estamos vivendo, não podemos nos calar. E essa troca de conhecimento é pra gente escrever a nossa história, sem que falem por nós", falou a escritora Mel Duarte.

A autogestão, foi o tema principal do último dia de oficina. Mel Duarte apresentou o seu modelo de trajetória, realizou exercícios em dupla em que um aluno escrevia o release do outro. Além de discussões sobre possibilidades de autopublicação e formas de divulgação do trabalho. Para finalizar, foi realizado mais um exercício de formas diferentes de leituras de um mesmo texto. Em seguida, os participantes recitaram poesias próprias, num pequeno sarau de despedida.

Na programação do Novembro das Artes Negras estiveram em destaque as convergências entre as artes, dialogando entre si com atividades transversais. A ação anual tem o propósito de visibilizar, potencializar e reconhecer as produções dos diversos agentes culturais negros do estado ao longo do ano, culminando com o Novembro Negro. O encerramento do Novembro Negro da Funceb será com debates sobre artes LGBTQI+ e Dança Afrobrasileira, no próximo dia 28, no Pelourinho.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.