Notícias

26/12/2018 15:20

#ArtesVisuaisÉnaFunceb – Ações de artes visuais beneficiaram quase 50 mil pessoas em 2018

frida
Exposição Frida Khalo e Diego Rivera (Foto: Divulgação)

As Artes Visuais estiveram em destaque no ano de 2018 na Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb/SecultBA). Quase 50 mil pessoas foram beneficiadas diretamente através das ações da coordenação de Artes visuais, que trouxe até exposição internacional a Salvador.

“As ações contemplaram a diversidade das produções artísticas de forma democrática, descentralizada e transparente na Bahia”, comentou o assessor da coordenação de Artes Visuais da Funceb, Juniro Almeida.

O ano começou com homenagem ao Mestre King, na exposição Memórias Dançantes – Mestre King, em homenagem ao pioneiro da dança afro-brasileira. A exposição ficou um mês em cartaz na Galeria Pierre Verger e contou com a presença de 150 visitantes. Foram apresentados ao público fotos, vídeos e peças de figurinos dos espetáculos Aruanda e Opaxoró do dançarino, professor e coreógrafo Raimundo Bispo dos Santos, mais conhecido como Mestre King.

exposição
Exposição Lanterna Mágica (Foto: João Rafael Neto)

De 4 a 21 de maio, a Galeria Pierre Verger foi casa para a exposição Lanterna Mágica: Audiovisual, Interação e Ludicidade. Voltada para o público infantojuvenil, o evento aproximou crianças da história do cinema, com destaque para a formação do imaginário delas.

Quem acompanha histórias em quadrinhos pôde conferir a exposição 20 anos da Turma do Xaxado, que esteve disponível de 27 de maio a 30 de junho, na Galeria Pierre Verger. Os visitantes puderam ainda prestigiar feiras de quadrinhos com palestras, projeções de curtas da Turma do Xaxado e documentários sobre autores nacionais, utilizando os espaços de exibição audiovisual do Complexo dos Barris, onde fica localizada a Galeria.

A ação integrou também a programação da 2ª edição do Festival de Arte para Infância e Juventude (Petiz), que promoveu uma feira de troca-troca de brinquedos. Ao total, 93 visitantes assinaram o livro de presença.

Já o Palacete das Artes, recebeu a exposição Frida Kahlo e Diego Rivera, de 17 de maio a 5 de agosto, e contou com a presença de 47.716 visitantes. Inédita no Brasil, a exposição mostrou ao público a controversa e notável história do casal de artistas mexicanos Frida Kahlo e Diego Rivera.

O Projeto Renascer das Artes - Musealizando ocupou a Praça das Artes e Casa de Teatro de Rua, dias 17 e 18 de maio. Cerca de 62 pessoas tiveram a experiência de um museu fora do convencional. A ação fez do espaço público um lugar de memória, educação e práticas culturais.

lula
Cabritos, de Lula Cicala (Foto: Sol Anzorena)

A exposição País Tropical exibiu pinturas feitas em acrílico sobre tela da artista argentina Lula Cicala, inspirada nas viagens da pela artista pelo Brasil, retratando paisagens e costumes dos lugares. A exposição ainda contou com a instalação “Recanto das tartarugas”, feita com material reciclável, trazendo aos visitantes reflexões sobre as questões ambientais. Quarenta e cinco pessoas prestigiam as ações.

De 9 novembro a 10 de dezembro, a Galeria Pierre Verger recebeu 50 visitantes que prestigiaram a exposição Imagens Sonoras, do artista Bi Moraes. Na ocasião, ele apresentou personagens de grande expressão da música produzida em terras brasileiras, representados através de ilustrações e tendências de movimentos artísticos como: Art Nouveau, Pop Art e de cartazes publicitários das décadas 1960 e 1970.

As artes visuais estiverem presentes também no Novembro das Artes Negras da Funceb, com a exposição Acervo África, uma coleção circulante composta por 17 peças de tecidos industriais e artesanais oriundos do continente africano. A ação recebeu 133 visitantes durante o mês que esteve em cartaz.

foto
Encerrando as atividades de 2018, a coordenação de Artes Visuais lançou no último dia 17, a exposição internacional Falun Dafa. As pinturas, inspiradas na prática de meditação chinesa Falun Dafa, retratam a vivência de artistas chineses num ambiente - a China - sem liberdade de expressão e de crença.

Composta por 25 quadros produzidos por 18 artistas chineses, a exposição Quadros Internacionais de Arte de Falun Dafa ficará em cartaz na Galeria Pierre Verger (Barris), até 17 de janeiro de 2019, gratuitamente.

“Neste ano demos continuidade ao incentivo, à produção e difusão na área das Artes Visuais, principalmente a novos artistas, visando um maior acesso à participação no apoio à montagem e circulação de exposições”, finalizou Juniro.




Planejamento – A Funceb vem se debruçando ao longo deste ano ao seu Planejamento Estratégico, que reformulou, no início de 2018, sua Missão, Valores e Visão Institucionais. Em sua Missão, a Fundação Cultural tem como premissa promover a Arte em suas dimensões cidadã, simbólica e econômica para o fortalecimento da cultura da Bahia. Em sua Visão, o objetivo é estar presente nos 417 municípios baianos e tem como estratégia criar e otimizar articulações institucionais com a sociedade civil. O PE da Funceb segue com oficinas e encontros internos para a otimização destas metas.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.