Notícias

18/02/2019 15:50

#CinemaÉnaFunceb - Circuito Luiz Orlando de Exibição continua levando cinema para 85 municípios baianos

A
Exibição em Camaçari-BA

O Circuito Luiz Orlando de Exibição Audiovisual continua a pleno vapor. O projeto, que é coordenado pela Diretoria de Audiovisual da Funceb (DIMAS/Funceb), visa apoiar pontos alternativos de exibição de filmes na capital e no interior do estado da Bahia. O circuito é uma homenagem ao grande ativista social e cineclubista Luiz Orlando, soteropolitano que se tornou uma das principais referências na história do cineclube do Brasil, graças a sua militância incansável na difusão das grandes obras do cinema.

Ele percorreu comunidades negras, cidades do interior do Brasil e metrópoles do mundo inteiro, exibindo filmes e vídeo-documentários que revelavam a história e a cultura da população negra da África e Diáspora. O Circuito Luiz Orlando de Exibição, lançado pela Funceb em 2018, continua este legado, levando cinema para escolas do interior da Bahia. A ação segue o seu primeiro ciclo de exibições até o final de fevereiro, com o filme 1798: Revolta dos Búzios, do cineasta Antonio Olavo.O filme retrata o levante dos negros baianos que marcou a luta pela independência, pelo fim da escravidão, e por igualdade racial e social.

Exibições - As exibições mais recentes do filme 1798: Revolta dos Búzios, foram nas cidades de Camaçari e Simões Filho. Em Camaçari, na Cordoaria, Associação Berimbau das Artes e Tiririca e no Terreiro Lembá. Em Simões Filho, no Terreiro Ilê Asè Ojú Yaomin e na comunidade Várzea da Pedra, em Ponto Novo.

a
Exibição em Camaçari-BA

Em janeiro, foi a vez de Ipiaú ver o filme no Centro de Abastecimento da cidade. Na ocasião, estiveram presentes 36 moradores da zona rural e entorno da cidade. De acordo com a coordenadora cultural, Verônica Leite, "o filme provocou curiosidade e inquietação entre o público, além de promover a interação da comunidade com o cinema".

No município de Itaberaba, o filme foi exibido na Antiga Rodoviária, para 80 pessoas, seguido de uma roda de conversa, mediada pelo professor de filosofia, Leandro Oliveira, explicando a história daqueles heróis para o público e a importância de suas lutas igualitárias.

Lançamento - O Circuito foi lançado em 2018,integrando o Novembro das Artes Negras da Funceb no Colégio Estadual Luís Viana. O projeto abrange 85 unidades escolares, em 85 municípios, nos 27 Territórios de Identidade da Bahia. A iniciativa envolve, unidades escolares e outros pontos de exibição organizados pelos municípios. Neste primeiro ciclo do Circuito, mais de 14 exibições já ocorreram e ao longo do ano de 2019, serão realizados 10 ciclos de exibição.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.