Notícias

15/03/2019 14:10

Conquista histórica: alunos do Curso Profissional em Dança agora têm direito a meia passagem estudantil

f
Foto: Hélio Oliveira

Os 106 alunos do Curso Profissional Técnico de Nível Médio em Dança da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb/SecultBa) receberam uma notícia memorável na manhã desta sexta-feira (15): a conquista do benefício da meia passagem estudantil junto ao sistema de transporte público de Salvador. A novidade foi recebida com gritos e choros emocionados dos alunos pela conquista história da Escola de Dança da Funceb.

A diretora-geral da Funceb, Renata Dias, avaliou benefício como essencial na permanência dos alunos no curso: “essa conquista dá a dimensão do significado relevante e do reconhecimento do profissional técnico em Dança como um profissional como outro qualquer. Havia muita evasão, de 50 matriculados, ao final se formavam uma média de 15 a 20 alunos. Conceder a meia passagem estudantil significa aumentar a possibilidade dos alunos de concluir o curso”.

“É o grande presente para a Escola nesses 35 anos, depois de anos de lutas em prol desse benefício. Não basta apenas existir uma política pública para o campo da dança no âmbito de formação, é importante que haja caminhos para perpetuar e dar condições de permanência para que esses alunos tenham tranquilidade na condução do curso”, destacou o diretor do Centro de Formação em Artes da Funceb, Jacson do Espírito Santo.

Jacson revela que com a utilização da meia passagem estudantil, o aluno possa dar um salto qualitativo e subjetivo, já que ele poderá focar mais na sua formação com menos ansiedade em relação a sua permanência. “É uma grande conquista e uma relação de desafio, pois com essa informação a gente espera que mais pessoas acessem, busquem ou desejem estar nesse ambiente formativo”, finalizou o gestor.

d
Foto: Tomaz Neto

Permanência

O ex-estudante do Curso Preparatório, e atual estudante do Curso Profissional, Uoston Alcântara, de 19 anos, frequenta a Escola de Dança desde os 15, e revela: “quando cheguei ao curso profissional cresceu minha preocupação em relação a minha continuidade na Escola. A questão da meia passagem sempre foi um problema evidente entre os alunos, muitas pessoas acabam desistindo por falta de dinheiro. Nunca pensei em desistir, por mais que fosse complicado. Nós estudamos, pesquisamos, trabalhamos e buscamos nossa melhora como qualquer outro estudante de curso técnico que tem o direito à meia passagem. Estou muito feliz e satisfeito!”.

Caíque Trindade, de 20 anos, fez a mesma trajetória que Uoston, após se formar no Curso Preparatório, ingressou no Profissional. A ansiedade sobre a permanência no curso era comum entre os dois, na ocasião Caíque não conteve o choro e recebeu a notícia em prantos: “muitas pessoas deixam o curso por conta disso porque às vezes ou você tem dinheiro para comer, ou tem para pagar a passagem, ou mesmo nenhum dos dois e tem que contar com a força dos amigos. Nesses últimos dias eu estava vindo andando, e hoje saber dessa notícia foi muito emocionante para mim”.

f
Foto: Tomaz Neto

Meia Passagem Estudantil

Todos os alunos matriculados no Curso Profissional da Escola de Dança da Funceb já estão cadastrados no sistema de transporte público de Salvador. Para ter acesso ao cartão, os alunos devem realizar agendamento junto ao SalvadorCARD

No ano passado o Centro de Formação em Artes retomou o diálogo junto à Secretaria de Educação para atualização da Carteira Precatória que legitima as documentações da instituição. De posse desse documento, a Funceb contatou o SalvadorCard para efetuar o cadastramento da instituição, sendo o pedido concedido. Em fevereiro de 2018 a Escola iniciou o cadastro de alunos regularmente matriculados no Curso Profissional.

Profissional

O Curso de Educação Profissional Técnico de Nível Médio em Dança foi criado em 1988 e já formou mais de 30 turmas. No curso, os estudantes têm acesso a uma gama de informações e experiências artístico-pedagógicas de caráter prático-teórico e perpassam por diferentes modos de estudar a dança, com duração de dois anos e meio e as aulas que acontecem de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 12h20. No final de 2018, o Curso Profissional selecionou 50 novos alunos, de 327 inscritos. Hoje o curso dispõe de 106 alunos, entre novatos e veteranos.

O anúncio da concessão de meia passagem estudantil aconteceu durante o projeto Sexta em Movimento, que objetiva a difusão das ações artísticas e formativas do Curso Profissional. Na ocasião, outra novidade também foi celebrada pelos alunos: o Núcleo de Estudos em Danças Afro-Brasileiras - Agô, lançado em 2017, passa a integrar a programação do Curso Profissional com objetivo de estimular a participação dos alunos nas ações teórico-práticas das pesquisas, debates e seminários.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.