Notícias

22/04/2019 09:50

#EditalAudiovisual - Inclusão de indutores de gênero, raça e territorialização é uma das novidades do edital

c

O Edital Setorial de Audiovisual, lançado neste mês pelo Governo do Estado, vai investir R$ 20 milhões no fomento, difusão e produção audiovisual baiana. Dividido em dois certames, o edital tem recursos oriundos do Fundo de Cultura do Estado da Bahia e do Fundo Setorial de Audiovisual.

O grande diferencial deste edital, além do maior aporte de recurso já investido pelo estado no setor, está na inserção de indutores que permitirão acréscimos na pontuação final durante a avaliação das propostas.

Isto é, a avaliação final será acrescida de pontos adicionais, de forma cumulativa, para projetos que apresentem Diversidade de Etnia/Raça (equipe principal formada por profissionais negros – autodeclarados pretos ou pardos –, ou indígenas nas funções produção executiva, direção ou roteiro); Diversidade de Gênero (presença de profissionais mulheres nas funções de produção executiva, direção ou roteiro); e Territorialização (empresas produtoras do interior do estado cujo CNPJ seja cadastrado em cidades fora da capital baiana).

Segundo a Diretora Geral da Funceb, Renata Dias, “o racismo molda as engrenagens institucionais de forma complexa, mas a luta antirracista é primordialmente perseverante. A inclusão de indutores de gênero e raça para esta edição do edital é uma conquista dos movimentos antirracistas e feministas baianos, que de forma incansável pautam as estruturas de poder, modificam os arcabouços legais, demandam revisões nas práticas institucionais e provocam o pensamento crítico".

Edital – Com recurso de R$ 5 milhões oriundos do Fundo de Cultura da Bahia, o primeiro certame vai selecionar propostas em nove categorias: Projeto de desenvolvimento de roteiro; Festivais, mostras e eventos; Cineclube; Projeto de formação; Curta metragem; Memória; Web; Projeto de pesquisa; Games.

Nestas categorias se inscrever associações, fundações, sociedades simples, empresariais e empresas de responsabilidade limitada (EIRELI); além de pessoas físicas maiores de 18 anos, micro empreendedores individuais, grupos e coletivos culturais, e cooperativos.

Já o segundo edital, com recurso de R$ 15 milhões captados pela Fundação Cultural do Estado do Fundo Setorial do Audiovisual (ANCINE), que será gerido pela Funceb, vai selecionar 24 projetos em nove categorias: Longa metragem – documentário; Longa metragem – ficção; Longa metragem – animação; Telefilme – documentário; Série de TV – documentário; Série de TV – ficção; Série de TV – animação (duração 7 minutos); Série de TV – animação (duração 3 minutos); Distribuição.

Para este edital podem concorrer as pessoas jurídicas com fins lucrativos e proponentes com situação de registro no Sistema Ancine Digital como “deferido” e com classificação de “agente econômico brasileiro independente”. As empresas proponentes também devem estar estabelecidas no estado da Bahia há pelo menos um ano.

Inscrições - As inscrições para ambos os editais acontecem até 2 de maio pela internet, através de cadastro e envio de documentação e proposta para o Sistema de Informações e Indicadores em Cultura – Clique Fomento (SIIC/Clique Fomento), disponível em siic.ba.gov.br e www.cultura.ba.gov.br.

Serviço:
Editais Setoriais de Audiovisual
Período de Inscrições: de 3 de abril a 02 de maio de 2019
Inscrições:  www.siic.ba.gov.br

Confira o edital!

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.