Notícias

05/07/2019 09:22

#GruposResidentes2019 - Cia de Dança Tradições Contemporâneas completa 10 anos misturando dança contemporânea e tradições baianas

c
Foto: Ricardo Fontes

A dança é uma das mais notáveis tradições do estado da Bahia! É também por meio dela que espetáculos belíssimos falam do ritmo, religiosidade e história do povo baiano. Potencializando trabalhos que valorizam o estado, que o projeto Grupos Residentes 2019, uma iniciativa da Funceb, através da Escola de Dança, criou a residência artística para que coletivos, como a Cia de Dança Tradições Contemporâneas, possam se aperfeiçoar e mostrar seu melhor.  

O grupo foi formado em 2009 para atender a animação de uma festa realizada em um hotel, utilizando a sala de ensaio do Balé do Teatro Castro Alves. A partir dessa experiência outros convites foram firmados para que os bailarinos se apresentassem em festas de hotéis. “Ficamos trabalhando como grupo de animação por aproximadamente um ano e meio”, explica o professor e diretor Dennys Silva.

c
Foto: Ricardo Fontes

“Em 2014 aumentamos o show e fizemos algumas mudanças que deixou o espetáculo melhor ainda, e até hoje apresentamos este trabalho”, conta. O espetáculo se chama “Tradições de uma Bahia” que aborda manifestações culturais e religiosas locais. A companhia atualmente é composta por dez bailarinos, cinco músicos e dois produtores na direção do professor.

A companhia traz o ritmo da dança contemporânea se utilizando da dança folclórica, que traz elementos da tradição dos orixás e da dança moderna. O grupo também prestigia em seu repertório aspectos da negritude, através da cultura de matriz africana e das tradições baianas que se mostram nas obras “Banzo”, “Odú”, “Mandinga e Rua”, “Hip Hop Barroco” e “Sambaí”. 

c
Foto: Edvaldo Neto

Residência - Por não ter uma sede própria para ensaios, reuniões e aulas, a companhia pleiteou a vaga nos Grupos Residentes 2019 e foi selecionada junto com outros 11 grupos e companhias que irão realizar atividades na Escola de Dança da Funceb até o final do ano. “Com o espaço podemos manter o trabalho que já estamos desenvolvendo e possibilitando novas criações”, explica o diretor.

A companhia está e recebendo profissionais e público disposto a dança. “Estamos oferecendo aulas abertas para bailarinos e interessados. Buscamos novos corpos que nos inspire em trabalhos inéditos”, comenta Dennys. Saiba mais sobre a companhia através do Facebook e no Instagram.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.