Notícias

25/09/2019 10:18

Funceb recebe intercambistas que ficarão hospedados no Pouso das Artes para o FILTE-Bahia 2019

d
Foto: Marcelo Ricardo

Os nove artistas e agentes culturais do interior do estado, oriundos dos seis macroterritórios do estado, que estão participando da terceira edição o Intercâmbio Artístico-Cultural em Festivais da Funceb, em parceria com o FILTE (Festival Internacional Latino-Americano de Teatro da Bahia), chegaram em Salvador nesta terça-feira (24). Os selecionados estão hospedados no Pouso das Artes até domingo (29) e tem ingressos integrais para os espetáculos e atividades formativas do festival.

Na terça-feira (24) houve um encontro na sede da Funceb entre os intercambistas, a diretora geral da Funceb, Renata Dias, e um dos diretores do FILTE, Rafael Magalhães. Em sua fala, Rafael falou da parceria estabelecida entre a Funceb nos últimos três anos: “nosso objetivo é construir um evento ‘sem fronteiras’, e a oportunidade de criar, a partir desta e de outras parcerias, é ter maior representatividade de territórios”, destacou.  

cUm dia antes, na segunda-feira (23), a diretora geral da Funceb, Renata Dias, participou da abertura do Festival no Teatro Gregório de Mattos, em Salvador. Durante o encontro com os intercambistas, ela acrescentou: “o FILTE é uma oportunidade de reconhecer a identidade latino-americana que tem sido desencorajada para os brasileiros. Este é o momento de aproximar as perspectivas dos municípios e de outros estados do país às perspectivas do sul do continente americano a fim de encontrarmos as semelhanças e potenciais”.

A gestora ainda apontou o intercâmbio como uma estratégia de estender redes formativas para que alcancem os interiores: “a crença neste ofício artístico num contexto de obstáculos, e as formas pelas quais se transportam, nos reafirmam a necessidade de regar essas trajetórias individuais para ver germinar em outras pessoas”.

Expectativas

Aos 78 anos, Ricardo Barnabé, do município de Jequié, recebeu com muita emoção a notícia de ser selecionado para o Intercâmbio. “Minha maior paixão é o teatro, então fiquei muito feliz com a sorte de integrar esta turma”, comentou o autodeclarado vovô da turma. Ao longo de sua trajetória, o publicitário já fez oficina com Zé Celso Martinez, criou o premiado grupo Mutirão de Teatro e montou “Deus e o diabo na terra do Sol”, com qual percorreu diversos municípios do interior baiano.

f
Foto: Marcelo Ricardo

A experiência de Ricardo se encontra com a do jovem Ian Lopes, que vem de Ilhéus, e relatou que a oportunidade de intercambiar conhecimentos é seu maior interesse na proposta do Festival. “Conhecer estéticas, poéticas e expressões culturais de uma latinidade americana é a possibilidade de ver meu desejo de criança de fazer teatro crescer”, contou.

O FILTE acontece até o dia 29 de setembro com uma programação recheada de espetáculos teatrais, baianos e latino americanos, além de atividades formativas, palestras e núcleos de discussão. Veja mais da programação no site www.filte.com.br.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.