Notícias

09/10/2019 12:30

Está aberta a Exposição Coletiva do Prêmio Nacional de Fotografia Pierre Verger

expo

“O que estamos construindo é uma floresta de concreto, uma substituição das flores por árvores de concreto, com os prédios onde vivemos. Um dos princípios do meu processo criativo é o retorno da imagem ao material ou situação que lhe deu origem, então tem-se o conjunto das imagens é de objetos de concreto, revelados sobre placas de concreto sensibilizadas.” Assim explica o baiano Eriel Araújo Santos, um dos três fotógrafos vencedores do Prêmio Nacional de Fotografia Pierre Verger, que participaram na noite desta terça-feira (8), da abertura da Exposição Coletiva, no Palacete das Artes (Graça). A noite contou com a presença do coordenador de Artes Visuais da Funceb, Marcelo Reis, da diretora das Artes, Lia Silveira, a diretora geral da Funceb, Renata Dias e a chefa de gabinete da Secretaria de Cultura, Cristiane Taquari.

expo

Com a curadoria de Thais Darzé, a abertura da exposição contou ainda com a presença dos premiados - Daniel Moreira Soares (MG), Ana Mendes (MA), Eriel de Araújo Santos (BA) – e de membros do Júri. As visitas guiadas acontecerão dias 9 e 23 de outubro, às 15h, e a visitação será até dia 24 de novembro, de terça a sexta-feira (13h às 19h), sábado e domingo (14h às 18h), na Sala Mário Cravo Junior, no Palacete das Artes. O Prêmio Nacional de Fotografia Pierre Verger, realizado pela Fundação Cultural do Estado da Bahia, premiou três fotógrafos brasileiros com o valor de R$ 30 mil em três categorias. Daniel Soares venceu a categoria Ancestralidade e Representação com a obra Vale das Ocupações; Ana Mendes venceu a categoria Fotografia Documental com a obra Pseudo Indígenas; e por fim, o baiano Eriel Araújo venceu a categoria Trabalhos de Inovação e Experimentação com a obra Imagem-Concreto.

expo

“Sou um pesquisador de imagem, eu estava muito ansioso pela abertura das inscrições pela importância deste Prêmio no país. Muito bom ter participado e ver meu trabalho nesta montagem. Tenho uma preocupação muito grande com o como mostrar, mais do que o tema da fotografia, então recuperei um papiro e coloquei fotos panorâmicas, uma forma de resolver essa questão para expor”, diz Marcelo Sá Moreira Masagão (SP), que expõe seu trabalho na Categoria 3 - Trabalhos de Inovação e Experimentação de forma interativa.

expo
“Nosso grande objetivo é qualificar as iniciativas e políticas executadas pela Funceb, e esse prêmio é um símbolo da fortaleza de uma política pública bem feita e articulada com a sociedade civil. Promovemos modificações muito singelas neste concurso pra entregar resultados mais emblemáticos de pensamento crítico e transformação. Trazer a categoria Ancestralidade e Representação, por exemplo, é importante pra salvaguardar este olhar, que é o legado maior de Verger, que nos afeta a todos”, diz Renata Dias. Além da exposição coletiva, os três premiados e 12 selecionados para menção honrosa integram também o Catálogo o Prêmio, que será lançado no dia 26/10 (sábado), às 17h30, no Palacete.


Serviço:
Prêmio Pierre Verger – Roda de Conversa: Narrativas Polifônicas
Quando: 9 de outubro, às 19h
Visitação à exposição: 9 de outubro a 24 de novembro, de terça a sexta-feira (13h às 19h), sábado e domingo (14h às 18h), na Sala Mário Cravo Junior
Visitação guiada à exposição: 9 e 23 de outubro, às 15h
Local: Palacete das Artes (R. da Graça, 284 - Graça)
Atividades gratuitas e abertas ao público

Fotos Jamile Menezes
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.