Notícias

31/10/2019 20:20

Funceb esteve em Juazeiro para uma roda de conversa com artistas e pessoas interessadas nas artes visuais

JJ
Foto: Bia Imperial

A Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb/SecultBa) foi a Juazeiro, na região norte do estado, para conversar com artistas e pessoas interessadas nas artes visuais, sobre as colaborações para um melhor fazer artístico na cidade. O encontro foi na tarde desta quinta-feira (31), no Centro de Cultura João Gilberto e contou com as presenças da diretora das artes da Funceb, Lia Silveira, do coordenador de artes visuais da Funceb, Marcelo Reis, e do relações institucionais da Funceb, Kuka Matos.

nnn“Essa roda de conversa além de dar voz aos artistas da região, faz com que criemos redes para multiplicarmos o pensar e fazer artístico de Juazeiro. Ter a Fundação pensando conosco é um gás de ânimo”, comentou a atriz e dançarina, Tamires Oliveira.

”Durante o encontro reafirmamos o diálogo entre a Funceb e a comunidade artística de Juazeiro. A partir daí, podemos pensar, paralelo a eles, como as políticas públicas podem colaborar para um melhor fazer artístico na cidade”, comenta Marcelo Reis.

Para o artista visual, Alex Meira, “a roda de conversa foi muito importante para a política pública cultural do estado e sobretudo para dar voz aos artistas, suas demandas, projetos e ideias. Esse diálogo é essencial para estreitar laços de confiança e anseios para fomentar as artes visuais no território de Juazeiro".

Os dirigentes da Funceb aproveitaram a passagem por Juazeiro para encontrar artistas locais e visitar espaços culturais na cidade, como o Memorial da Bossa Nova, que funciona na casa onde João Gilberto nasceu. A equipe também esteve no Centro de Artes Ana das Carrancas e conhecerem o trabalho da artesã.

Em novembro, a coordenação de Artes Visuais da Funceb vai se reunir com artesãos e artistas manuais para mais uma Roda de Conversa, intitulada “Entrelaçando Saberes para Novos Fazeres”. O encontro será no dia 11 de novembro (segunda), às 15h, na Sala Mestre King, sede da Fundação, no Pelourinho.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.