Notícias

19/12/2019 09:55

#Balanço2019 - Ações de Literatura da Funceb alcançaram mais de 400 pessoas em todo estado

D
Lançamento dos vídeos Grafias Eletrônicas (Foto: Amanda Moreno)

Através da Coordenação de Literatura (Dirart), a Fundação Cultural do Estado da Bahia, conseguiu expandir não só as ações por todo estado, como também construiu a partir de diversos formatos a possibilidade de uma escrita mais inclusiva, dinâmica e atualizada. Com os projetos de oficina, produção e parceiras, a coordenação conseguiu atingir mais de 400 pessoas em todo o estado. Confira as principais ações!

Em sua segunda edição, o edital Grafias Eletrônicas recebeu 184 inscrições até chegar ao nome de 20 artistas da palavra. Os textos foram gravados pelos próprios artistas e veiculados na programação da TV Educativa da Bahia (TVE). Os áudios também estão sendo disponibilizados na programação da Rádio Educadora FM (107.5). No dia 25 de outubro deste ano, os vídeos produzidos foram  lançados na Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica) com público estimado em 90 pessoas.

Neste ano também, 88 pessoas foram alcançadas com as três edições do Escritas em Trânsito. Foram 122 matriculados para as oficinas “Modos de narrar – oficina de reflexão e escrita”, com Micheliny Verunschk (setembro);  “Poesia, Mémoria e Ancestralidade”, com Samarone Lima (outubro) e; “O que é, como se faz cuírlombismo literário: leitura e interpretação de poesia brasileira contemporânea”, com Tatiana Nascimento (Novembro).

Do total das vagas, 36 foram destinadas a pessoas do interior do estado. Para estes participantes, a Funceb ainda custeou as passagens intermunicipais e ofereceu hospedagem gratuita em sua residência artística – Pouso das Artes.

S
Escritas em Trânsito com Samarone Lima (Foto: Karina Rabinovitz)

Intercâmbio e Saraus

Desde 2014, a coordenação de Literatura da Funceb, em parceria com o Instituto Sacatar, realiza convocatória para Residência Artística para Escritores no Instituto Sacatar. O artista selecionado fica hospedado no Instituto num ambiente exclusivamente voltado para criação, pesquisa e produção literária.

O Sacatar disponibiliza para o/a escritor/a uma suíte individual e um estúdio separado, ambos na sede do instituto, além de todas as refeições. O artista selecionado, no final, apresenta memorial poético e memorial técnico-descritivo das obras produzidas. Neste ano, Gersonice Azevedo Brandão, a Ekedy Sinhá, do Terreiro da Casa Branca, foi selecionada com o projeto “Aso orixá - o corpo também se lê”. O período de residência artística dela iniciou em 18 de novembro e segue até 13 de janeiro de 2020.

s
Sarauzinho da Calu (Foto: Bia Imperial)

Durante a primeira etapa do Novembro das Artes Negras Ano III (NAN), que aconteceu nas unidades prisionais de Salvador, a coordenação de Literatura da Funceb promoveu dois Encontros de Saraus com Sarau Enesgrescência, Som das Sílabas e Sarau do Jaca, na Cadeia Pública de Salvador e no Conjunto Penal Lafayete Coutinho, para cerca de 150 internos.

Já na segunda etapa do NAN, que aconteceu na Sala King, sede da Funceb, aconteceu a programação infantil Sarauzinho da Calu, para um público de 60 pessoas. A programação consistiu na contação de histórias baseadas no livro “Calu, uma menina cheia de histórias” e num pokect show do sarauzinho – uma performance artístico-literária que narra a história da personagem principal do livro.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.