Notícias

20/12/2019 13:59

#Balanço2019 - Mais de 1 mil pessoas foram beneficiadas através da dança em todo o estado neste ano

d
Espetáculo Negreiro na Sala King (Foto: Bia Imperial)

Novos saltos movimentaram a cena da Dança no ano de 2019, por meio da coordenação de Dança da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb/SecultBA). As ações de formação, fomento e apoio à arte, alcançaram 1.187 pessoas em todo o estado.

Logo no início do ano, a coordenação esteve em América Dourada, no centro-norte do estado, para ministrar uma oficina básica de dança contemporânea, que beneficiou 58 artistas, agentes culturais e estudantes do município, além de uma média de 100 espectadores.
 
No mesmo ritmo, através do Programa de Intercâmbio Artístico-Cultural da Funceb, em parceria com o VIVADANÇA, a Funceb selecionou 13 artistas/agentes culturais baianos para participar do Festival. Os selecionados ficaram hospedados na residência artística da Funceb – o Pouso das Artes, receberem alimentação e transporte intermunicipal de ida e volta. Além disso, assistiram a 11 espetáculos, e participaram de três rodas de conversas e três oficinas de formação.

Lançado este ano pela coordenação de Teatro da Funceb, o Se Mostra Interior selecionou seis espetáculos de artes cênicas do interior do estado para se apresentarem em Salvador. Dentre eles, o espetáculo de dança, Sentimentos Gis, do bailarino Cleybson Lima, que conta a história de Gisberta, transexual brasileira assassinada na Europa. O solo foi visto por cerca de 70 pessoas, em dois dias de apresentação no Teatro Gamboa Nova. A ação contou também com uma roda de conversa sobre o espetáculo.

s
Sentimentos Gis (Foto: Milla Carol)

Apoio

A coordenação de Dança da Funceb também deu suporte técnico na Semana da Cultura de Conceição do Coité, nos Festivais de Quadrilha e Dança, beneficiando mais de 300 pessoas, em dois dias de festival.

Em Bonito-Ba, a coordenação de Dança da Funceb ofereceu apoio técnico no XIII Encontro Regional de Artes Cênicas (ENARTE), para aproximadamente 222 artistas de nove municípios da Bahia.

Diálogo e Formação

O destaque das atividades da coordenação de Dança em 2019, foi a quinta edição do Seminário de Criação em Dança, que aconteceu em São Sebastião do Passé. O evento contou com a apresentação artística de grupos de dança locais, além da apresentação da bailarina do Balé do Teatro Castro Alves, Luiza Meireles; Mesa de Discussão e Workshop de Criação em Dança com o artista-criador convidade, David Barros.

A ação dedicou dois dias para o Workshop de Criação em Dança, com o artista intérprete-criador e professor de Dança Popular, Urbana e Contemporânea, David Barros.  Viviane Veiga, da Cia Lápis Lazuli, também participou do Seminário, além de fazer mediação entre a Funceb e os artistas da cidade.

O Seminário beneficiou 112 pessoas e contou ainda com as mostras de Sauara Costa (Sobre/a/carga), Alex Ferreira (Fênix), Marveikan de Souza (Freestyle) e David William Alves (Robotics).

s
Seminário de Criação em Dança (Foto: Amanda Moreno)

Já durante o Novembro das Artes Negras da Funceb – ano III (NAN), a dança se fez presente no Conjunto Penal Feminino, durante as oficinas de dança ministrada por Jaqueline Elesbão. As oficinas propuseram um diálogo entre o corpo que se movimenta e os limites da liberdade imposta pela própria experiência do cárcere.

A Sala King, na sede da Funceb, também esteve em movimento na segunda etapa do NAN 2019. O bailarino Guego Anunciação apresentou o espetáculo solo Negreiro, sobre o corpo negro e o seu devir no mundo. Após, houve uma mesa de discussão com o artista e com João Lima, que também apresentou o espetáculo “O Casamento do Palhaço” no mesmo dia. Juntas, as ações de dança no Novembro das Artes Negras alcançaram 312 pessoas!
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.