Notícias

19/02/2020 20:30

Comemorando 30 anos, a lavagem Cultural abriu o carnaval do centro histórico em Salvador

A

Como já é de costume, há 30 anos a abertura do Carnaval no Centro Histórico de Salvador acontece sempre na quarta-feira, antes da folia momesca, quando servidores e funcionários da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb/SecultBa) realizam a Lavagem Cultural da Funceb.

Na tarde desta quarta-feira (19), as ruas do Centro Histórico de Salvador foram tomadas por um desfile de carros alegóricos com fanfarras e afoxés.

O evento é produzido por funcionários da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb/SecultBa) e já é uma data esperada pelos foliões. Jorge Oliveira, servidor da Funceb, é um dos responsáveis pela realização do evento e comenta a importância de estar há 30 anos festejando a Lavagem Cultural.

"Essa é uma oportunidade de muitos funcionários e ex-funcionários de participarem do carnaval e por isso é sempre uma alegria realizar esse evento, que não deixa de ser mais uma ação da Funceb em prol da cultura", apontou Jorge.

aNo cortejo, além do rei Beto Jamaica e da rainha Mirella Bastos, estiveram presentes também, a ala de baianas, a banda percussiva do Bloco Filhas de Gandhy, passistas de escolas de samba, o grupo cultural Mascarados de Maragogipe e um bloco carnavalesco de Cachoeira.

A animação na Praça Quincas Berro D´água ficou por conta da Banda 100% Miudinho e da Cantora Mirela Bastos, que estava muito animada com a coração de rainha da lavagem em 2020.
 
"É um prazer enorme estar mais um ano cantando e agitando essa turma maravilhosa da praça. Fazem 10 anos que participo da Lavagem Cultural da Funceb, mas nunca tinha sido rainha, e para mim está sendo fenomenal!", disse.

Esse ano a lavagem homenageou as festas populares e trouxe diversas representações culturais ao pátio da Secult, no Palácio Rio Branco, de onde saiu o cortejo com o rei e a rainha.

O rei Beto Jamaica agradeceu o título e celebrou ao som das fanfarras que lembraram sucessos do É o Tchan.  "É algo que já faz parte da cultura da gente, além de que muitos artistas já passaram por aqui e é sempre emocionante ganhar o título de rei", contou Beto.

A Lavagem da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb) atraiu baianos e turistas que foram se unindo ao cortejo, na sede da Secretaria de Cultura do Estado (Secult), até o Largo Quincas Berro D’Água, no Pelourinho.

 “Eu já frequento a lavagem há três anos e para mim essa é de fato a abertura do carnaval de Salvador. Além de muita diversão a gente reforça a cultura do nosso povo”, comentou a professora Jaqueline Andrade.

História - A primeira Lavagem Cultural da Funceb aconteceu em 1989 quando a instituição, hoje localizada no Centro Histórico, ainda funcionava na Biblioteca Pública do Estado da Bahia, no bairro dos Barris. Desde então a Lavagem prosseguiu apoiada pela comunidade, funcionários, familiares, convidados e celebridades como Ivete Sangalo, Regina Dourado, Daniela Mercury, Gilmelândia, Carlinhos Brown, Armandinho, Elba Ramalho, Preta Gil, Licia Fabio, Tatau, Levi Lima, Denny Denan, Alinne Rosa, Ana Mametto, Xandy Avião, dentre outros.

Fotos: Lucas Malkut
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.