Notícias

04/05/2020 09:00

#CatálogoDançaBahia – “NII - Nada Novo Sob o Sol” persegue rastros históricos e denuncia afetos instaurados

nii
Foto: Camila Schindler
 
A tentativa de construção de uma espécie de poética do círculo e da circularidade é uma das propostas do ensaio coreográfico NII - Nada de Novo Sob o Sol, um dos 20 espetáculos selecionados para compor o Catálogo Dança Bahia – Difusão da Dança Baiana 2019, ação da Fundação Cultural do Estado da Bahia(Funceb/Secult/Ba) para divulgação da dança baiana entre curadores de festivais, imprensa especializada e setores estratégicos.

“NII – Nada de Novo Sob o Sol”, assim como todos os artistas premiados, vão receber uma versão digital trilíngue (português, inglês e espanhol) do catálogo com informações, ficha técnica e fotos dos espetáculos. O catálogo ficará disponível no site da Funceb e será entregue aos proponentes num pen-drive junto com vídeos do espetáculo.

Corpo cartográfico - O espetáculo é um pretexto para investigar certos modos de se mover. Tomando a órbita por metáfora fundamental, NII é corpo cartográfico, traçando rastros no espaço, desenhando mapas e evidenciando eixos móveis; numa lógica em que bailarinos são, ao mesmo tempo, sujeitos, ambiente e contingências.

Se valendo da máxima existencialista do Livro do Eclesiastes, a obra tem sua atenção voltada para a mecânica cíclica dos fenômenos e movimentos humanos, se desenvolvendo a partir de referências da literatura, do cinema e da filosofia.

nii
Foto: Glenda Nicácio

Círculo X Circularidade - O artista e coreógrafo Neemias Santana explica: ‘“NII - Nada de Novo Sob o Sol’ não é sobre nada, mas a partir de. Aqui não há qualquer interesse no inédito ou a menor pretensão por uma configuração inovadora. Pelo contrário, NII persegue rastros históricos e denuncia afetos instaurados”.

O artista e proponente do projeto continua: “É abraço deliberado ao que já está posto, ao que existe, e ao que já existiu mas permanece como desdobramento. É um ensaio coreográfico, um lugar entre preconcepção e intuição, entre experimento e espetacularidade, é a tentativa de construção duma espécie de poética do círculo e da circularidade”.

O Catálogo de Dança, na opinião do coreógrafo, “é mais uma ferramenta de promoção e comunicação entre setores da economia criativa. Considerando os circuitos de dança nacional e internacional, é mais uma possibilidade de expandir horizontes, criar pontes e novas conexões”.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.