Notícias

08/05/2020 09:10

Sessão Cinemateca da Bahia também estará na programação da Rede TVT (SP)

d

Em tempos de pandemia, ficar em casa tem se mostrado a forma mais eficiente no combate à Covid-19. Para contribuir com o entretenimento nesta quarentena, produções cinematográficas baianas, que compõem a Cinemateca da Bahia, serão exibidas para todo o Brasil através da Rede TVT, que integra a articulação de TVs públicas e educativas do Brasil.

A Sessão Cinemateca da Bahia será composta de 12 programas temáticos, que serão exibidos na Rede TVT (canal 44, em São Paulo), aos sábados, às 21h, a partir de 9 de maio. A transmissão ainda será feita pela TV Kirimurê, que é uma TV comunitária localizada em Salvador e que utiliza o canal aberto digital 10.2 (através do sinal multiplexado da TV Educativa da Bahia). A seleção de filmes se baseia em torno de afetos: sentimentos transversais e representativos das experiências sociais, culturais e íntimas de cineastas e realizadores baianos.

As sessões contarão com filmes de tamanhos e suportes variados do cinema, desde curtas a longas metragens, de 16mm à produção digital, com produções que datam desde a década de 1950 aos dias atuais.

Os programas são compostos por filmes que integram a Cinemateca da Bahia, cuja missão é preservar, divulgar e promover a conscientização sobre a importância de circulação e conservação da filmografia baiana e brasileira, e é gerida pela Fundação Cultural do Estado da Bahia através de sua Diretoria de Audiovisual.

Os programas que irão compor a grade de programação da Sessão Cinemateca da Bahia são: Saudade,Amizade, Persistência, Surpresa, Pertencimento, Resiliência, Ardor, Esperança, Desencanto, Comunhão, Afeto e Inspiração. Saiba um pouco mais sobre cada um deles:

Programa Saudade - 09/05/2020
Valoriza a arte de recordar, palavra que remete a lembranças guardadas no coração. Muitas e muitos poderiam estar contempladxs nesse programa, por ora, integram Walter Smetak e Roberto Pires, documentado sem memórias cinematográficas, processos de pesquisa e realização.
Filmes: O Alquimista do som, de Walter Lima (1976)
O Cinema foi à feira
, de Paulo Hermida (2016)

Programa Amizade - 16/05/2020
Com estima e intimidade necessárias para falar daqueles que se misturam no cotidiano, uma voz reflexiva sobre a vida do polonês radicado no Brasil e morador de Cachoeira, Michal Bogdanowicz.
Filme: Um filme para Michal, de Violeta Martinez (2013)

Programa Persistência - 23/05/2020
Documentários que apresentam perspectivas diferentes sobre Candomblé, comungam da obstinação de perpetuar uma sabedoria, um modo de vida e a necessidade de ter sua fé respeitada.
Do que aprendi com Minhas mais Velhas, de Susan Kalik e Onisajé (2017)
O Papel da Mulher em Candomblés de Vitória da Conquista
, de Eliana Souza, Lucélia Ribeiro (2016)
Merê
, de Urania Munzanzu (2017)

Programa Surpresa - 30/05/2020
Curtas metragens que desafiam a realidade dos dias comuns, brincam com a linguagem cinematográfica investigando as formas de contar narrativas surreais dessa Bahia.
Filmes: Dek Tamarit, de Marcus Barbosa (2017)
O Fantasma de Glauber Rocha, de L.H. Girarde (2019)
Sensações Contrárias, de Amadeu Alban
, Jorge Alencar, Matheus Rocha (2007)
O rei do Cagaço
, de Edgard Navarro (1977)
Sair do Armário
, de Marina Pontes (2018)

Programa Pertencimento - 06/06/2020
Algumas facetas na realização audiovisual, atuação e performance social de pessoas negras. Elas e eles falam de si e de sua comunidade, para e com sua comunidade.
Filmes: Náufraga, de Juh Almeida (2018)
Cinzas
, de Larissa Fulana de Tal (2015)
Sarau da Onça
, de Vinícius Elizário (2017)

Programa Resiliência - 13/06/2020
Com o perdão do clichê, “o sertanejo é um forte”, mitologia e imaginário, olhares sobre o Sertão.
Filmes: Boi Aruá, de Chico Liberato (1992)
Eu carrego um sertão dentro de mim
, de Geraldo Sarno (1980)

Programa Ardor - 20/06/2020
A exaltação, o furor, um programa dedicado “à pátria de chuteiras”, a paixão que é o futebol.
Filmes: Fora Corja, de Matheus Vianna (2013)
Argentina, Me Desculpe, de Leandro Afonso (2015)
Pênalti, Adler Kibe Paz (2000)
Rádio Gogó, de José Araripe Jr. (1999)

Programa Esperança – 27/06/2020
A arte também é loucura, sonho, imaginação. Um programa de curtas que convida a mantera fé, os combustíveis para continuar e realizar.
Filmes: Os insênicos, de Rafaela Uchoa (2016)
Astrogildo e a Astronave, de Edson Bastos (2016)
Jessy, de Paula Lice, Ronei Jorge e Rodrigo Luna (2013)

Programa Desencanto - 04/07/2020
Dos problemas sociais de nossa capital, olhares sobre as habitações Soteropolitanas, os encantos e agruras da favela.
Filmes: Por exemplo: Caxundé, de Antonio Cury, Eduardo Cabrera, Fernando Belens, Homero Teixeira, Maria Edna Oliveira, Pola Ribeiro e Romero Azevedo; Guido Araujo foi Coordenador de Direção (1977)
Muros, de Fabricio Ramos e Camele Queiroz (2015)

Programa Comunhão - 11/07/2020

Das muitas comunidades daqui, um olhar sobre Jequié, Cachoeira, o litoral do Xaréu,o Pelourinho na suas diversidades de modos de vida.
Fimes: Efêmera Ilha, de Rogério Luiz Oliveira e Filipe Gama (2018)
Enquadrocanto, de Lindiwe Aguiar (1994)
Xareú, de Alexandre Robatto (1954)
Obra autorizada, de Iago Cordeiro Ribeiro (2016)

Programa Afeto - 18/07/2020
Sessão de curtas com encontros, docilidade no olhar de quem se deixa tocar, seja afetadxpor uma benquerença.
Filmes: Vermelho rubro do ceú da boca, de Sofia Frederico (2005)
O velho Rei, de Ceci Alves (2013)
Tempo, de Victor Uchôa (2018)

Programa Inspiração - 25/07/2020
Respiremos as aspirações dos saberes ancestrais de mulheres, dos artistas, da Insurreição de Canudos.
Filmes: Maré, de Amaranta César (2018)
Na Terra do sol, de Lula Oliveira (2005)
O Bruxo Bel Borba, de Tuna Espinheira (2001)

Serviço:
Sessão Cinemateca da Bahia na Rede TVT (SP)

Quando: 09 de maio a 25 de julho, aos sábados, às 21h00
Onde: na grade da Rede TVT, canal 44 (SP), e na TV Kirimurê (em Salvador, canal 10.2)
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.