Notícias

11/05/2020 12:00

#PerfilDasArtes - Multitalentos e multifacetas do soteropolitano Cupim das Artes

d

Seu primeiro contato com a dança foi aos seis anos de idade, primeiro com a dança afro-brasileira e a capoeira. Em sua formação artística, foi estudante da Escola Criativa Olodum, do Ballet da Fundação da Criança e do Adolescente (Fundac) e se profissionalizou no Curso Profissional Técnico Nível Médio em Dança na Funceb, entre 1999 a 2002. Essa é a história de Anderson Purificação, de 32 anos, mais conhecido como “Cupim das Artes”.

Bailarino, músico, capoeirista, coreógrafo, historiador, projetista, idealizador em elementos cenográficos, ator, artesão, diretor artístico e musical esse é o grande portfólio do artista Anderson Purificação. Ele conta que desde os três anos idade ficou conhecido como “cupim” devido uma tragédia ao tocar fogo em sua casa. “Isso quando aconteceu quando era criança. Desde aquele dia todo mundo me chamava de cupim”, disse. Com o passar do tempo, ele começou a descobrir seus multitalentos e pensou em adotar o nome artístico.

aApós concluir os estudos na Funceb, em 2002, Cupim das Artes viajou para Europa para especialização em espetáculos variados. “Em especial, eu quis seguir a história e o legado do meu tio Augusto Omulú, que infelizmente teve sua vida ceifada”, conta. Augusto Omulú era bailarino, coreógrafo, educador e integrava o Balé Teatro Castro Alves (BTCA) há mais de três décadas. Omulú também foi membro do Odin Teatret, na Dinamarca. “A história e a trajetória em que ele viveu me inspira muito. Pretendo seguir seus passos”, diz o artista.

Atualmente, Cupim das Artes é dono da Cia Ugritto, diretor artístico, educador de dança nas escolas municipais de Salvador e teatro na Casa Augusto Omolú (CAU). “O intuito da CIA e da CAU é recrutar crianças e adolescentes das áreas de risco e apresentar que através da arte podemos ter um caminho de melhora”, destaca.

“A dança afro sempre me encantou, pois está no meu sangue e minha referência de vida”, conta. Cupim das Artes, ao longo de sua carreira recebeu grandes títulos estaduais como Coreógrafo em Quadrilhas Juninas, um deles foi pela Junina Girassol do Iguape na cidade de Cachoeira/BA. Atualmente, se tornou campeão do Arraiá do Galinho 2019, pela junina forró do ABC.

Fotos: Arquivo Pessoal
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.