Notícias

14/09/2020 09:00

#CalendarioDasArtes - "Partilha da Dança Que Há em Mim" é um dos aprovados pelo edital na categoria Dança

d

O projeto Partilha da Dança que há em mim, aprovado na categoria Dança do edital Calendário das Artes 2020, é da bailarina e professora Mylena Edna Oliveira, do município de Vitória da Conquista, que pretende proporcionar aos mais diversos corpos uma experiência de dança segura, lúdica e diversificada.

A ideia da proposta surgiu a partir do atual cenário de isolamento social e suspensão de atividades corporais coletivas. “Grande parte da população se mantém dentro de suas casas com pouca - ou nenhuma - atividade física regular e recreativa" explica Mylena.

dEm formato de vídeos curtos, a professora e bailarina Mylena Edna ensina duas distintas sequências com exercícios de alongamento corporal básicos, que podem ser feitos diariamente por não bailarinos e pessoas inexperientes. São quatro videoaulas de Dança Contemporânea e Jazz Dance, ambos em nível básico, a fim de proporcionar uma tocante experiência corporal ao público em geral.

Para fechar a composição do projeto, também serão divulgados dois vídeos de coreografias inéditas da bailarina Mylena: Estrelato e Sensações, que permitem uma apreciação estética ao final das experiências físicas. "O objetivo é de soltar o corpo, mobilizar, divertir-se e aprender algo novo, sem a obrigatoriedade de uma formação como bailarina e sim para que possam dança", explica a proponente.

"O projeto é um convite ao público a sair do estado inerte que o isolamento social induz, por meio de três vertentes da dança: sensações corporais lúdicas, apreciação estética e reflexões artísticas”, enfatiza a bailarina.

Mylena lembra ainda que o se pretende “é que o público, em casa, melhore sua qualidade de vida, diversificando as experiências corporais e aprendendo movimentos e células coreográficas originais. Além disso, para evitar o enrijecimento do corpo causado por longas horas sem atividades físicas adequadas, os vídeos vão incentivar o alongamento da musculatura”.

A produção audiovisual está disponível no canal da Funceb no youtube. Inscreva-se e ative as notificações para não perder nenhum vídeo!

Fotos: Divulgação
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.