Notícias

15/09/2020 14:00

#BTCAplay exibe vídeos do projeto "Voyeur em Movimento"

a
Depois de uma primeira edição especial em abril, celebrando o próprio aniversário e o Dia Internacional da Dança, e mais uma em junho, adentrando o projeto “Gretas do Tempo” (2014), o Balé Teatro Castro Alves (BTCA) apresenta mais uma sessão do #BTCAplay, série em que resgata e exibe na internet produções de seu vasto repertório.

No dia 18 de setembro, às 19h, serão lançados no canal de YouTube do BTCA dois vídeos do projeto “Voyeur do movimento: uma exposição de dança” (2015): “Úrsula” e “Úrsula no vazio, no abismo, no que der, no que voyeur”.

Voyeur do movimento: uma exposição de dança”, concebido por Antrifo Sanches, Dina Tourinho, Evandro Macedo, Lícia Morais e Paullo Fonseca, se realizou como um desdobramento das possibilidades do movimento da dança na contemporaneidade.

Numa proposta de intervenção junto ao público, os bailarinos do BTCA, num percurso dinâmico, desenvolveram imersões criativas na interação com o espaço do Palacete das Artes, museu localizado no bairro da Graça, em Salvador.

Não era simplesmente uma apresentação de dança em museu, e sim a dança como obra de arte exposta em um museu: obra que se visita, e que também se movimenta. Obra de arte viva e efêmera.  

 Produzidos a partir desta criação, os vídeos refletem esta atmosfera. “Úrsula” é uma versão em videodança do trabalho de Lícia Morais, com direção de Shai Andrade e inspirado na matriarca da família proprietária do casarão que hoje abriga o Palacete das Artes – ela morreu muito jovem e a cena se referia à presença de sua alma pela casa. Já “Úrsula no vazio, no abismo, no que der, no que voyeur” é uma edição composta a partir das cenas apresentadas ao vivo durante a temporada do projeto.  

 

Balé Teatro Castro Alves (BTCA) apresenta:


#BTCAplay

Vídeos de “Voyeur do movimento: uma exposição de dança” (2015)

 

“Úrsula”

Intérprete-criadora: Lícia Morais

Direção de vídeo, imagens e edição: Shai Andrade

Música:
“Fratres (for cello and piano)”, de Sandor Falvai

 

“Úrsula no vazio, no abismo, no que der, no que voyeur”


Intérprete-criadora: Lícia Morais

Colaboração no processo criativo: Tutto Gomes e Paullo Fonseca

Música: “Coração Triste”, de Machado de Assis e Alberto Nepomuceno

Projeto de luz: Marcos Napoleão

Imagens: Shai Andrade

Edição: Shai Andrade e Garlei Souza

 

Quando: 18 de setembro de 2020 (sexta-feira), 19h

Exibição através do canal do BTCA no YouTube

www.youtube.com/baleteatrocastroalvesbtca
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.