Notícias

22/09/2020 09:00

#CalendárioDasArtes - A proposta do artista Eberth Vinicius, “XL - A fuga! Pra onde mesmo?” é selecionada para compor o edital

xlPara compor a 8ª edição do Calendário das Artes 2020, o artista, dançarino, professor e performer Eberth Vinicius, de 42 anos, foi premiado na categoria Dança com o a proposta “XL – A fuga! Pra onde mesmo?”, que retrata a maneira que artistas LGBTQIAS+ negros do nordeste no Brasil são tratados em um contexto de pandemia.

Através da dança, o artista se apresenta, por meio da personagem XL, o sentido de fuga do abrigo, de casa, de diversas violências e a tentativa de encontrar um espaço físico e virtual, com possibilidades de continuar criando artisticamente. Toda a criação foi feita em parceria com a participação musical da DJ e ativista Queen Adriana Prates, da cena eletrônica soteropolitana.

“É um solo autobiográfico sobre uma tentativa de fuga de diversas violências, psicológicas e físicas, vividas por LGTQIAS+ pretas, pobres e artistas, inclusive dentro dos seus lares e ambientes familiares, residentes no Nordeste do Brasil, um país facista, racista e homofóbico, extremamente opressor, onde a necropolítica vêm atuando sem limites”, afirma o proponente.

Sobre a abrangência do público, o proponente destaca: “O vídeo será destinado não somente ao público LGBTQIA+, mas a todxs as pessoas sensíveis à causa de pessoas dissidentes de gênero no país e no mundo, inclusive possibilitando o alcance internacional de um trabalho produzido no país. O vídeo-dança valoriza a dança, performance, música e questões identitárias”.

Com um currículo extremamente extenso, o proponente Eberth Vinícius é mestre em Dança pela Universidade Federal da Bahia, onde também cursou a Licenciatura. Também possui especialização em dança, como Bailarino, formado pela Royal Academy of Dancing, com experiência em países como Turquia, Grécia e na capital de Viena.

Eberth também foi aluno do curso profissionalizante em dança e coreógrafo na Escola de Dança da Funceb. Atualmente é produtor e coordenador do Cabaret Drag King, onde artistas performam masculinidades e é professor de Ballet Clássico numa perspectiva anti-colonial nos Cursos Livres da Escola de Dança da Funceb.

 “XL – A fuga! Pra onde mesmo?” está disponível no canal da Funceb no Youtube. Acesse aqui os projetos aprovados pelo edital!

Foto: Divulgação
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.