Notícias

28/12/2020 09:55

TCA inicia 2021 com pílulas dos cursos de iniciação à música sinfônica

s


Em 2020, o Teatro Castro Alves (TCA) transferiu para o ambiente digital os seus cursos de iniciação ao universo da música sinfônica. Em três edições das turmas virtuais, 735 pessoas de várias cidades da Bahia e do Brasil puderam adentrar neste mundo, conhecendo a linguagem musical da orquestra sinfônica, os grandes compositores da música clássica e tendo iniciação à prática de instrumento de flauta doce. Agora, nos dias 6, 7 e 8 de janeiro, minicursos fazem abre-alas do novo ano, para quem desejar se introduzir no assunto, experimentar das aulas e conhecer suas metodologias. Os encontros serão abertos ao público, em salas virtuais abertas na plataforma Zoom Meeting, cujos links estão disponíveis no site www.tca.ba.gov.br.

Três turmas com carga horária total de quatro horas e meia serão oferecidas nestas datas: “Música barroca: compositoras e compositores”, com Karina Seixas, das 10h às 11h30; “Falando de flauta doce”, com Uibitu Smetak, também das 10h às 11h30; e “A linguagem musical da orquestra sinfônica”, com Alexandre Loureiro, das 16h às 17h30. Os três professores são músicos vinculados à Orquestra Sinfônica da Bahia (OSBA). 


MÚSICA BARROCA: COMPOSITORAS E COMPOSITORES 
Com Karina Seixas
Aulas: 6, 7 e 8 de janeiro, das 10h às 11h30

O minicurso tem como objetivo trazer ao público leigo o universo da música do período barroco, situado entre 1600 e 1750. Partindo do enfoque histórico, o(a) aluno(a) irá conhecer os instrumentos, a formação da orquestra, o surgimento dos gêneros musicais (sonata, concerto, ópera, dentre outros), bem como o panorama de compositores deste período. Karina Martins Seixas, professora de orquestra, é formada em Licenciatura em Música pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), com especialização em Arteterapia (IJBA), e integra a OSBA desde 2000.


FALANDO DE FLAUTA DOCE
Com Uibitu Smetak
Aulas: 6, 7 e 8 de janeiro, das 10h às 11h30

Serão apresentadas peças para flauta doce de três períodos distintos (uma peça em cada encontro): Idade Média, Renascença e Barroco. Depois das audições, um diálogo sobre o universo da flauta doce objetiva esclarecer dúvidas e curiosidades sobre o instrumento: sua história, tipos de flauta, materiais, digitação germânica e barroca, repertório etc. Quem desejar participar tocando também será bem-vindo e poderá, assim, tirar dúvidas de técnica. Os encontros são independentes, o ouvinte pode participar de todos ou apenas de um ou dois deles. Uibitu Smetak é violinista da OSBA.


A LINGUAGEM MUSICAL DA ORQUESTRA SINFÔNICA
Com Alexandre Loureiro
Aulas: 6, 7 e 8 de janeiro, das 16h às 17h30

Com objetivo de introduzir o público leigo ao universo da música de concerto, o minicurso foca na apreciação de obras criadas para orquestra sinfônica e para as pequenas formações feitas com seus instrumentos (cameratas). São abordadas as características dos instrumentos de uma orquestra, a organização dos naipes, o papel do maestro e o repertório sinfônico. O professor e violinista Alexandre Loureiro, bacharel em Música, possui larga vivência em música orquestral, tendo atuado durante muitos anos na OSBA.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.