Notícias

01/10/2021 11:15

Gabriela Sanddyego é a nova Diretora das Artes e Guilherme Hunder assume a Coordenação de Teatro

s
Foto: Arquivo Pessoal

A Diretoria das Artes (Dirart) tem nova direção: Gabriela Sanddyego - que coordenava a linguagem de Teatro, assume a pasta e nesta coordenação, quem assume é Guilherme Hunder.

Gabriela é atriz, professora de Teatro , pós-graduanda em Políticas e Gestão Cultural e especialista em Gênero e sexualidade na educação. Para ela, esse convite é fruto de um reconhecimento de oito anos de trajetória na Funceb, tendo iniciado pela gerência financeira, em seguida a coordenação de teatro e agora a Diretoria das artes.

"O principal desafio nesta nova jornada é manter um diálogo ativo com artistas e agentes culturais de todas  linguagens artísticas dos 27 territórios de identidades do nosso Estado, buscar  soluções para as dificuldades que o setor vem enfrentando neste momento pandêmico, além de trabalhar para fortalecer a estrutura da política cultural em que estamos inseridos, ampliar o alcances da nossas ações para atender às demandas das linguagens artísticas e a da sociedade como um todo. Estou com saudade de presença, quero muito poder abraçar os artistas ainda que simbolicamente. Estou à disposição, vamos trabalhar!!, convoca a nova diretora.

a
Foto:Diney Araújo

Já a coordenação de Teatro passa a ser gerida pelo bacharel em Teatro (Ufba) diretor, produtor, gestor cultural e artista visual da cena, Guilherme Hunder. O artista vem debruçando seus estudos nas visualidades da cena e no Teatro para infância e juventude, dentro do Programa de Pós Graduação em Artes Cênicas da UFBA, onde é mestrando. Paralelamente, tem investigado questões no âmbito das políticas públicas para as artes, mais especificamente, para o teatro. É membro do Cooxia – Coletivo Teatral e do Núcleo Teatro Viáve; Diretor dos premiados espetáculos infanto-juvenis: Avesso (2016) e O Mundo das Minhas Palavras(2018), e integra a equipe de gestão do FESTAC, o Festival Estudantil de Artes Cênicas  Bahia que em 2021 chegará a sua 6ª edição.

"Atores, performers e artistas técnicos poderão contar com um gestor-artista que tentará usar dos artifícios criativos para lidar com um cenário delicado no fazer teatral, frente à crise instaurada pela pandemia. Os agentes de Teatro da Bahia podem esperar esse mesmo compromisso, refletido no cuidado atencioso na construção de uma política cultural para o teatro, pautada na escuta e no diálogo com o setor, como pressupõe a missão da Funceb”, diz.

Com as novas nomeações, a Fundação Cultural busca ampliar as articulações com a sociedade civil, cumprindo sua missão de promover a arte em suas dimensões cidadã, simbólica e econômica para o fortalecimento da cultura na Bahia.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.