Temporada Verão Cênico

A Temporada Verão Cênico foi criada com objetivo de estimular a difusão, a diversidade, a acessibilidade e a atuação em rede do teatro baiano, através da realização de uma programação diversificada de espetáculos de palco, de rua e de cenas curtas em Salvador e cidades do interior do estado. Produzido para o calendário do verão, somando-se às opções das artes cênicas já existentes no período, o projeto busca consolidar o mote de que "de segunda a segunda, tem Teatro na Bahia", fortalecendo as atividades deste cenário e dando visibilidade ao teatro baiano, em toda a sua diversidade, como uma opção de cultura durante a estação. Outro objetivo é fomentar a relação entre artistas e espaços culturais, atendendo ao interesse de estruturar uma rede produtiva sólida, em que as casas de espetáculos reforcem seus perfis e atuem também como programadores culturais. Para tanto, a Temporada Verão Cênico é feita em parceria com espaços culturais do estado, tanto públicos quanto privados, e conta com o apoio de outras unidades da SecultBA: a Superintendência de Desenvolvimento Territorial da Cultura (Sudecult), através da Diretoria de Espaços Culturais (DEC), e o Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI).

A Temporada Verão Cênico foi lançada, como projeto piloto, em 2011/2012, resultado do diálogo entre espaços culturais, artistas e governo. Na primeira edição, promoveu um total de 180 apresentações teatrais em Salvador e em outras cinco cidades. A programação levou aos teatros mais de 9 mil espectadores, numa ação que envolveu cerca de 130 artistas em 34 espetáculos de palco, além de 34 grupos de teatro amador e 10 grupos de teatro de rua, que fizeram encenações em espaços públicos, somando ainda mais números à quantidade de público alcançado. Na edição de 2013, 10 mil espectadores conferiram a programação, com 96 apresentações de 32 diferentes espetáculos, em Salvador e outras 13 cidades do estado.

Depois destas duas edições teatrais realizadas, a Temporada Verão Cênico se expandiu, em 2014, para as artes circenses, acrescentando ao projeto não apenas uma linguagem, mas também números de apresentações, artistas e plateias envolvidas.

Mais informações:
www.fundacaocultural.ba.gov.br/veraocenico
Recomendar esta página via e-mail: