Setorial de Audiovisual 2013












GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA


SECRETARIA DE CULTURA


SECRETARIA DA FAZENDA


Fundação Cultural do Estado da Bahia - FUNCEB


EDITAL nº 31/2012


O Estado da Bahia, através da Secretaria de Cultura – SECULT e da Unidade Executora acima identificada, torna pública a abertura de apresentação de propostas com vistas à seleção para concessão de apoio cultural, nos termos do presente Edital e seus Anexos e com observância das disposições das Leis Estaduais 12.365/11, 9.431/05, 9.433/05 e 9.846/05 e dos Decretos 9.266/04, 9.683/05 e 10.992/08.


1.OBJETO


1.1Constitui objeto do presente Edital a seleção de propostas para concessão de apoio cultural na(s) área(s) e categoria(s) indicada(s) no Anexo I.


1.2Os recursos financeiros disponíveis para este Edital, indicados no Anexo I, serão provenientes do Fundo de Cultura da Bahia - FCBA.


2.PRAZOS


2.1Os prazos para realização desta seleção são os estabelecidos no Anexo II.


2.2Os prazos previstos poderão ser prorrogados por ato do Secretário de Cultura mediante justificativa fundamentada da Unidade Executora e/ou das comissões de seleção.


3.PROPONENTE


3.1Poderão encaminhar propostas culturais para esta seleção:








a)Pessoas Jurídicas de Direito Privado que tenham dentre suas finalidades legais o exercício de atividades na área cultural; ou


b)Pessoas Físicas, maiores de 18 (dezoito) anos.


3.2Não serão apoiadas propostas de pessoas físicas ou jurídicas que não possuam domicílio ou estabelecimento no Estado da Bahia há, pelo menos, 03 (três) anos tendo como referência a data de encerramento da apresentação de propostas.


3.3O apoio não poderá ser concedido ao proponente que:


a)esteja inadimplente com a Fazenda Pública Estadual;


b)esteja inadimplente com o FCBA ou FAZCULTURA;


c)esteja inadimplente com prestação de contas de proposta cultural realizada anteriormente;


d)seja servidor público estadual, membro da Comissão Gerenciadora do FAZCULTURA ou de comissão do FCBA;


e)seja Pessoa Jurídica que tenha, na composição de sua diretoria, servidor público estadual, membro da Comissão Gerenciadora do FAZCULTURA ou de comissão do FCBA;


f)esteja sendo patrocinado pelo FAZCULTURA com a mesma proposta inscrita neste Edital;


g)já tenha proposta aprovada para execução no mesmo ano civil, excetuadas propostas apresentadas por sociedades cooperativas, desde que as aprovadas não se refiram aos mesmos associados durante o mesmo exercício;


h)seja pessoa jurídica de direito privado que não tenha por objeto o exercício de atividades na área cultural.


3.3.1. As vedações previstas neste artigo estendem-se aos parentes até o segundo grau, bem como aos cônjuges ou companheiros, quer na qualidade de pessoa física, quer por intermédio de pessoa jurídica da qual sejam sócios, no que se refere a proposta que envolva ou beneficie diretamente a pessoa impedida.


3.3.2. A exceção indicada no item 3.3.g não se aplica a sociedades cooperativas centrais, federadas ou confederadas.


3.3.3O exposto no item 3.3.g não se aplica se o período de execução do projeto se der majoritariamente no ano subsequente ao ano de aprovação do projeto.


3.3.4O indicado ao item 3.3.e se aplica a todos os sócios, órgãos deliberativos, de gestão e controle da instituição proponente.


4.APRESENTAÇÃO DA PROPOSTA


4.1.A proposta deverá ser apresentada:


4.1.1.pela internet, através de cadastro no Sistema de Gerenciamento de Fomento à Cultura– Clique Fomento, disponível no site www.cultura.ba.gov.br; OU


4.1.2.por meio físico, através de formulário disponível no(s) site(s) indicado(s) no preâmbulo deste Edital, em envelope lacrado e identificado, enviado por SEDEX dos


Correios, ou serviço similar, ou carta registrada com aviso de recebimento (AR), constando:


a)01 (uma) via impressa do formulário de apresentação de propostas disponível no(s) site(s) indicado(s) no preâmbulo deste Edital;


b)01 (uma) via impressa da planilha orçamentária disponível no(s) site(s) indicado(s) no preâmbulo deste Edital;


c)01 (uma) via impressa do currículo do proponente;


d)CD ou DVD com os arquivos iguais aos documentos a, b, e c acima indicados.


4.2Recomenda-se o envio de documentação complementar indicada no Anexo IV e outros documentos que o proponente considere importante para enriquecer a avaliação da proposta.


4.2.1 Em caso de apresentação de propostas via Sistema de Gerenciamento de Fomento à Cultura – Clique Fomento, a documentação complementar deverá ser anexada somente através de upload no Sistema.







4.2.2 Em caso de apresentação de propostas via Correios, a documentação complementar deverá ser enviada preferencialmente em formato digital, gravada em CD ou DVD.


4.3No caso de inscrição por meio eletrônico, a SECULT e a Unidade Executora não se responsabilizam por cadastro não recebido por motivos de ordem técnica de computadores, falhas de comunicação, congestionamento das linhas de comunicação, bem como outros fatores que impossibilitem a transferência de dados ou acesso aos arquivos disponíveis no(s) site(s).


4.4.No caso de envio em meio físico, no envelope deverá estar registrado:


a)o endereço para envio da proposta, constante do preâmbulo deste edital;


b)o nome deste Edital, constante do preâmbulo deste edital;


c)nome da proposta apresentada.


4.5Cada envelope poderá conter apenas 1 (uma) proposta, sendo descartados os envelopes que contenham 2 (duas) ou mais propostas.


4.6.O orçamento físico-financeiro dos recursos a serem financiados pelo FCBA, integrante da proposta a ser apresentada, deverá ser preenchido de forma detalhada, expressando com clareza a descrição, as quantidades e os custos dos serviços e materiais necessários à realização do projeto ou atividade.


4.6.1.Deverão ser observados no orçamento físico-financeiro:


a)o valor limite de apoio por proposta, indicado no Anexo I;


b)em caso de pessoa física, limite de 150 salários mínimos para financiamento da proposta pelo FCBA;


c)quando houver despesas com divulgação, incluindo gastos com recursos humanos, materiais e serviços previstos para este fim, atentar para limite máximo de 20% (vinte por cento) sobre o subtotal de Produção, conforme campo específico do orçamento;


d)sendo pessoa jurídica não optante do Simples Nacional ou Super Simples e havendo contratação de pessoa física, poderá ser incluído valor de contribuição previdenciária patronal (INSS), acompanhado de memória de cálculo em campo específico. Esta orientação não se aplica a pessoa física que contrate prestadores de serviços também como pessoa física;


e)conforme natureza da proposta, atentar para pagamento destinado a direitos autorais de execução ou representação pública, a exemplo de Escritório Central de Arrecadação e Distribuição - Ecad e Sociedade Brasileira de Autores Teatrais - Sbat, só devendo constar esta despesa no orçamento físico-financeiro se a entrada ao evento for gratuita, uma vez que no caso de eventos com venda de ingressos, os direitos devem ser pagos com percentual da bilheteria;


f)poderão ser pagos com recurso do FCBA serviços de contabilidade, desde que tenham como objetivo apoiar a execução e prestação de contas da proposta.


4.6.2.Não serão aceitas despesas incompatíveis com a legislação pertinente, tais como:


a)pagamento de gratificação, consultoria, assistência técnica ou qualquer espécie de remuneração a servidor ou empregado público ativo, integrante de quadro de pessoal de qualquer órgão ou entidade pública da administração estadual direta ou indireta;


b)pagamento a proponente pessoa física ou representante legal de pessoa jurídica, salvo se no exercício de função específica técnica ou artístico-cultural na proposta;


c)taxas de administração, gerência, captação de recursos ou similar;


d)trespasse, cessão ou transferência a terceiros da execução do objeto da proposta;


e)taxas bancárias, multas, juros ou correção monetária, inclusive referente a recolhimentos fora do prazo;


f)custos administrativos não condizentes com a natureza da proposta cultural;


g)construção e/ou recuperação de bens imóveis que não estejam tombados;


h)aquisição de material permanente por proponente pessoa física ou por pessoa jurídica que não possua declaração de utilidade pública;


i)coquetel, confraternização, recepção social, passeio ou congêneres, salvo despesas com abastecimento de camarim que não incluam bebidas alcoólicas;








j)despesas com divulgação que não sejam de caráter informativo, educativo ou de orientação, ou que constem nomes, símbolos ou imagens que caracterizem promoção pessoal de autoridades ou servidores públicos.


4.7.Uma vez finalizado o cadastramento no Sistema de Gerenciamento de Fomento à Cultura – Clique Fomento ou entregue a documentação via Correios, a proposta não poderá ser alterada.


4.8.Durante o prazo de apresentação o proponente poderá cancelar uma proposta já cadastrada ou entregue:


a)através do Sistema de Gerenciamento de Fomento à Cultura – Clique Fomento, quando a entrega for por meio eletrônico, ou


b)mediante comunicação à Unidade Executora unicamente através do e-mail constante do preâmbulo deste edital quando a inscrição for por meio físico.


4.9.Poderão ser cadastradas ou enviadas até 02 (duas) propostas por proponente.


4.9.1. No caso de cooperativas o limite estabelecido neste item refere-se a propostas apresentadas em nome de um mesmo associado.


4.10.A apresentação de propostas implicará na aceitação integral e irrestrita das condições estabelecidas neste Edital.


4.11.O acompanhamento de todas as etapas do processo seletivo e a observância quanto a eventuais prazos para atendimento de solicitações da SECULT ou Unidade Executora serão de inteira responsabilidade dos proponentes.


4.12.Não será aceito envio de qualquer documento ou material fora do prazo, forma e demais condições estabelecidas neste Edital e em seus Anexos.


4.13.Todas as informações prestadas pelo proponente estarão sujeitas à comprovação.


4.14.Serão de responsabilidade do proponente:


a)todas as despesas decorrentes de sua participação neste Edital;


b)a veracidade das informações e dos documentos apresentados, bem como sua comprovação, quando solicitada;


c)a guarda de cópia da proposta, documentos e de todos os anexos;


d)o gerenciamento de recursos de restrição de recebimento de e-mails (filtros, anti-spam, etc.) que impeçam o recebimento de e-mails enviados pela Secult e/ou pelo Sistema de Gerenciamento de Fomento à Cultura – Clique Fomento.


5.ANÁLISE PRÉVIA


5.1As propostas cadastradas ou postadas no período indicado no preâmbulo deste Edital serão submetidas à análise prévia.


5.1.1 A análise prévia será realizada por servidor ou comissão designada e consistirá na avaliação da pertinência de enquadramento da proposta e do proponente em relação a este Edital e à legislação aplicável ao FCBA.


5.1.2 Não serão aprovadas em análise prévia propostas:


a)que tenham início previsto antes da data indicada no preâmbulo deste edital,sendo considerada a indicação da data no campo 11.1 do Formulário de Apresentação de Propostas (meio físico) ou "Duração do projeto - Início" (inscrição via internet);


b)que solicitem recursos em valor superior ao limite de apoio por proposta, indicado no Anexo I, sendo considerada a indicação no total na Planilha Orçamentária de recursos do FCBA (meio físico) e "Total do Projeto" (inscrição via internet);


c)no caso de pessoa física, que solicite recursos em valor superior a 150 salários mínimos;








d)enviadas em envelopes que contenham 2 (duas) propostas ou mais, no caso de propostas enviadas em meio físico;


e)que tenham sido enviadas para endereço distinto do indicado no preâmbulo deste edital;


f)que não cumpram o estabelecido no item 4.1 e seus subitens;


g)que apresentem proposta em formulário de anos anteriores, do FAZCULTURA, de outros editais ou que não especifique o edital para o qual está concorrendo;


5.2O resultado da análise prévia com a relação das propostas inscritas será divulgado no Diário Oficial do Estado e nos sites indicados no preâmbulo deste Edital.


6.SELEÇÃO DA PROPOSTA


6.1A pré-seleção da proposta será realizada por Comissão designada formada por, no mínimo, 5 (cinco) integrantes, podendo ser ampliada de acordo com o número de propostas inscritas, composta por membros da Sociedade Civil e do Poder Público Estadual, mantendo-se como princípio o número ímpar e maioria de membros da sociedade civil. Na formação da comissão, será considerada a atuação na área deste Edital, experiência em projetos culturais, e a capacidade de avaliar propostas dos diversos elos da rede produtiva do setor.


6.1.1.Em caso da pré-seleção envolver defesa oral, o convite será realizado ao proponente, através de correio eletrônico, no qual deverá constar o local, a data e o horário de seu comparecimento, no prazo indicado no Anexo II, quando será permitida a participação do responsável técnico da proposta, se houver.


6.2Serão utilizados para a avaliação das propostas os critérios indicados no Anexo III deste Edital.


6.3Cada proponente só poderá ter pré-selecionada 01 (uma) proposta neste edital.


6.3.1.No caso de cooperativas o limite estabelecido neste item refere-se a propostas apresentadas em nome de um mesmo associado.


6.4As propostas pré-selecionadas, bem como a indicação dos suplentes em ordem de classificação,serão publicadas no Diário Oficial do Estado e nos endereços eletrônicos indicados no preâmbulo deste edital.


6.4.1Poderão ser indicados como suplentes quantidade de propostas cuja soma de apoio solicitado não ultrapasse o valor disponível para o edital.


6.4.2Serão estabelecidas listas de suplentes distintas para: (i) produções de longa- metragem e outros formatos de longa duração e (ii) demais propostas.


6.5A homologação da seleção da proposta está condicionada ao atendimento à realização dos ajustes indicados pela Unidade Executora e/ou SECULT, referentes à apresentação de documentos, adequação de itens orçamentários, entre outros, visando o atendimento à legislação estadual.


6.5.1Os proponentes serão convocados, por meio eletrônico, para envio dos ajustes indicados e entrega da documentação necessária à assinatura do Termo de Acordo e Compromisso – TAC, no prazo indicado no Anexo II.


6.5.2O proponente selecionado que não atender ao solicitado dentro do prazo estabelecido no Anexo II será desclassificado.


7.ASSINATURA DO TERMO DE ACORDO E COMPROMISSO - TAC


7.1Para a assinatura do Termo de Acordo e Compromisso – TAC (Anexo V), disponível nos sites indicados no preâmbulo deste Edital, o proponente selecionado será convocado para apresentar no prazo estabelecido no Anexo II os seguintes documentos:








7.1.1Para Pessoa Jurídica:


a)Proposta impressa, com as adequações solicitadas visando ao atendimento à legislação de referência e com todas as folhas rubricadas;


b)Cópia de CNPJ da pessoa jurídica proponente;


c)Cópia de RG e CPF do(s) representante(s) legal(is);


d)Cópia de Contrato Social ou Estatuto, devidamente registrados (JUCEB ou cartório), e demais alterações;


e)Ata de designação do(s) representante(s) legal(is), no caso de pessoa jurídica sem fins lucrativos;


f)Cópia do registro comercial para empresas individuais;


g)Declaração de estabelecimento na Bahia nos últimos três anos;


h)Comprovante de regularidade junto ao INSS / Certidão Negativa de Débito (CND), podendo ser impressa a partir do site www.previdenciasocial.gov.br;


i)Comprovante de regularidade junto ao FGTS / Certidão de Regularidade Fiscal (CRF), podendo ser impressa a partir do site www.caixa.gov.br;


j)Comprovantes de regularidade com as Fazendas Federal, Estadual e Municipal, podendo ser impressos a partir dos sites www.receita.fazenda.gov.br, www.sefaz.ba.gov.br e, se houver, do site do Município de sede do proponente;


k)Comprovação de regularidade com o TST – Tribunal Superior do Trabalho/ Certidão Negativa de Débitos Trabalhistas - CNDT, podendo ser impressa a partir do site www.tst.jus.br/certidao;


l)Comprovante de abertura de conta corrente específica, contendo nome do proponente, CNPJ, banco, número da agência e da conta e data de abertura, que deve ser posterior à data da publicação do resultado deste Edital no DOE;


m)Cópia do balanço patrimonial e das demonstrações contábeis do último exercício, assinados pelo contador responsável, já exigíveis e apresentados na forma da lei podendo ser atualizados por índices oficiais, quando encerrados há mais de 03 (três) meses da data da apresentação da proposta, vedada sua substituição por balancetes ou balanços provisórios;


n)Declarações obrigatórias indicadas no formulário de apresentação de propostas assinadas pelo proponente.


7.1.2Para Pessoa Física:


a)Proposta impressa, com as adequações solicitadas visando ao atendimento à legislação de referência, com todas as folhas rubricadas;


b)Cópia de RG e CPF do proponente;


c)Comprovantes de regularidade com as Fazendas Federal e Estadual, podendo ser impressos a partir dos sites www.receita.fazenda.gov.br e www.sefaz.ba.gov.br;


d)Comprovação de regularidade com o TST – Tribunal Superior do Trabalho/ Certidão Negativa de Débitos Trabalhistas - CNDT, podendo ser impressa a partir do site www.tst.jus.br/certidao;


e)Comprovante de abertura de conta corrente específica, contendo nome do proponente, CPF, banco, número da agência e da conta e data de abertura, que deve ser posterior à data da publicação do resultado deste Edital no DOE;


f)Declaração de residência na Bahia nos últimos três anos e cópia de um comprovante de residência recente datado dos últimos três meses. São válidos documentos que contenham o nome do proponente, como conta de água, luz, telefone, correspondência bancária, carnês de pagamento e afins, contratos de aluguel, declarações de pessoas proprietárias ou residentes no mesmo imóvel (acompanhadas de cópia de RG e CPF);


g)Declarações obrigatórias indicadas no formulário de apresentação de propostas assinadas pelo proponente.


7.2A documentação deverá ser entregue pessoalmente ou enviada por SEDEX dos Correios, ou serviço similar, ou carta registrada com aviso de recebimento (AR), na sede da Unidade Executora indicada no preâmbulo deste Edital.


7.3O proponente selecionado que não apresentar os documentos listados dentro do prazo estabelecido no Anexo II será desclassificado.


8.DISPOSIÇÕES FINAIS







8.1.Para todos os efeitos integram o presente Edital o Formulário de Apresentação de Propostas,o cadastro eletrônico do Sistema de Gerenciamento de Fomento à Cultura – Clique Fomento e os Anexos abaixo especificados, todos disponíveis no(s) site(s) indicado(s) no preâmbulo deste


Edital:


I – Especificação do objeto e valores do Edital;


II – Prazos;


III – Critérios para seleção das propostas;


IV – Orientações específicas, documentos recomendáveis e obrigatórios;


V – Minuta do Termo de Acordo e Compromisso – TAC.


8.2.As obrigações a serem assumidas pelo proponente selecionado estão previstas em cláusula das OBRIGAÇÕES do Termo de Acordo e Compromisso - TAC.


8.3.Os recursos financeiros para a proposta selecionada serão repassados conforme cláusula da LIBERAÇAO DOS RECURSOS FINANCEIROS do TAC.


8.4.O proponente selecionado deverá prestar contas dos recursos na forma indicada no TAC, observando o disposto na regulamentação específica disponível no site da Secretaria de Cultura.


8.5.A Unidade Executora será responsável pela gestão dos procedimentos desta seleção, bem como pelo acompanhamento e fiscalização da execução do projeto ou atividade, deliberação sobre alterações solicitadas e pela emissão de parecer técnico sobre prestações de contas parciais e final apresentadas pelo proponente.


8.6.Cabe à SECULT, além de disponibilizar os recursos para apoio financeiro à proposta selecionada, a emissão de deliberação final sobre as prestações de contas apresentadas.


8.7.Após assinado o TAC, as alterações no plano de trabalho devem ser aprovadas previamente pela SECULT ou Unidade Executora, observadas as exceções fixadas na Portaria 231/2012 do Secretário de Cultura e disponível no site da SECULT, ou a que venha substituir.


8.8.O proponente selecionado deverá manter seus dados atualizados até a aprovação da prestação de contas final do projeto ou atividade.


8.9.Caso haja saldo de recursos de outras seleções públicas ou aumento nos recursos para o FCBA, os recursos destinados à esta seleção poderão ser suplementados ou remanejados por ato do Secretário de Cultura.


8.10.A SECULT e/ou a Unidade Executora exercerão o dever de, a qualquer tempo, eliminar eventuais erros processuais comprovados, bem como disporão do direito de excluir deste Edital proponentes que:


a)se enquadrem nas vedações indicadas neste Edital e na legislação aplicável;


b)não tenham comprovada a veracidade das informações e dos documentos apresentados, quando solicitado;


c)não atendam em tempo hábil às diligências solicitadas durante o processo seletivo.


8.11.Os projetos não selecionados ficarão à disposição dos proponentes para retirada na sede da Unidade Executora, no prazo de até 60 (sessenta) dias após a publicação da divulgação do resultado, podendo ser, a partir de então, inutilizados ou descartados.


8.12.Só serão aceitos recursos em relação à decisões desta seleção relativos a erros formais ou de procedimento, caso identificados, e deverão ser objetivamente fundamentados e enviados via correio eletrônico unicamente para o endereço constante do preâmbulo deste edital, no prazo indicado no Anexo II.


8.12.1Os recursos quanto à análise prévia serão decididos pelo dirigente máximo da Unidade Executora da seleção indicada no preâmbulo deste Edital.


8.12.2Os recursos quanto à pré-seleção serão decididos pelo Secretário de Cultura, ouvida a Unidade Executora da seleção indicada no preâmbulo deste Edital.







8.13.Os casos omissos relativos a este Edital serão decididos pelo Secretário de Cultura, observada a legislação pertinente.


8.14.Informações e esclarecimentos adicionais poderão ser obtidos através dos telefones ou dos e-mails citados no preâmbulo deste Edital, fazendo constar, no campo assunto, a citação deste Edital e o Nome da Proposta.































Salvador (BA), 30 de novembro de 2012


Antônio Albino Canelas Rubim

Nehle Franke

Secretário de Cultura

Diretora Geral da Fundação Cultural do Estado da Bahia - FUNCEB

Carlos Beyrodt Paiva Neto

Marcondes Dourado Barbosa

Superintendente de Promoção Cultural

Diretor de Audiovisual FUNCEB

Verônica Aquino Ribeiro


Diretora de Fomento


















































































































































































































































































































































































































































































Resumo Edital Setorial de Audiovisual 2013

Nome do projeto proponente origem Destino da proposta natureza da proposta valor da proposta resumo
Turma do
Xaxado
Aires de Souza
Machado

Salvador (Metropolitana de Salvador)

Estado da Bahia

Produção
R$
89.550,00
Produção de 26
episódios da série em animação intitulada "Turma do Xaxado", com duração de
1’ cada. Serão desenvolvidas histórias que tenham como tema elementos
presentes na cultura nordestina, seja na forma do humor visual e textual,
seja nas aventuras e dramas ou ainda em um realismo fantástico que se
manifesta no dia a dia através de um clima de magia e encantamento que em
muito se assemelha à maneira como a criança vê o mundo, ainda sem as amarras
de um racionalismo limitador.
Mar-Aberto
-Desenvolvimento de Longa-Metragem
Amaranta Emília Cesar
dos Santos
Salvador
(Metropolitana de Salvador)
Diversos Criação R$
40.040,00
Este
projeto destina-se a viabilizar a etapa de desenvolvimento e preparação do
longa-metragem Mar Aberto, com a finalidade de habilitar o filme para
captação de recursos para as fases posteriores de produção e
distribuição.
Contornos da
Crença
Ana Paula Ribeiro
Bringel
Salvador
(Metropolitana de Salvador)
Região Metropolitana
de Salvador
Criação/Produção R$
33.600,00
Contornos da
Crença é uma instalação audiovisual idealizada para projeção sobre três
fachadas em pontos estratégico da cidade. A idéia é iluminar de forma
ilustrativa e inteligentemente conectada às tradições - usando pintura
digital em movimento combinanda às técnicas do videomapping, sons
experimentais e a força da
espiritualidade baiana que tanto influencia o planejamento urbano, a
construção e até mesmo o tráfego de Salvador.
Suspiros de
um Trovador
Associação Cultural
Umbigada
Salvador
(Metropolitana de Salvador)
Estado da Bahia Criação/Produção R$
199.913,19
O projeto
Suspiros de um Trovador propõe a realização de um filme
documentário de longa metragem, em suporte digital, sobre a vida e obra de
Rodolfo Coelho Cavalcante, um dos maiores trovadores, cordelistas e
lideranças em prol da Arte Popular no Brasil. Rodolfo Cavalcante nasceu na
cidade de Rio Largo/AL, mas viveu boa de parte de sua vida na Bahia, onde
produziu a maioria de suas obras literárias, incluindo aí Livretos de
Cordéis, Revistas, Jornais, Periódicos, Músicas, etc.
Muros Camele Lyra Queiroz Salvador
(Metropolitana de Salvador)
Estado da Bahia Criação/Produção R$
99.375,40
"Muros", documentário
curta-metragem (20 minutos), acompanha o fotógrafo baiano Rogério Ferrari
durante o trabalho de registro fotográfico em bairros de Salvador.
Relacionando os resultados das filmagens e o trabalho fotográfico de Ferrari
junto a povos em luta de diversas partes do mundo, o documentário constrói
uma relação dialógica entre os realizadores, o fotógrafo e os cenários
urbanos, valorizando densidades simbólicas, sociais e humanas, locais e
universais.
IV Feciba -
Festival de Cinema Baiano
Cristiane Santana
Ferreira Vilas Boas
Itabuna (Litoral Sul) Diversos Difusão/Circulação R$
100.000,00
O IV FECIBA -
Festival de Cinema Baiano é um evento que visa promover o cinema baiano para
o mundo, exibindo filmes produzidos por cineastas baianos, dentro do
território estadual, trazendo às telas do Teatro Municipal de Ilhéus,
longas-metragens e curtas-metragens em diversos gêneros, promovendo debates
entre o público e os realizadores, premiando curtas-metragens pelo voto do
público e júri técnico, além de promover oficinas de formação de mão de obra
para o audiovisual.
Produção do
Longa-Metragem Mãe-de-Ouro e o Encanto da Vela Oculta
Dário Héberson
Carvalho Gabriel
Teixeira de Freitas
(Extremo Sul)
Diversos Produção R$
98.741,88
Realizar a produção
de um longa-metragem, utilizando como embasamento o roteiro intitulado
"Mãe-de-Ouro e o Encanto da Vela Oculta", fundamentado na lenda da
Mãe-de-Ouro, pouco conhecida pela
sociedade. A obra também abrange temas de interesse social retratados na
época antiga que se intensificam nos dias atuais, tais como: violência e
trabalho infantil, independência feminina, bullying, corrupção política,
dentre outros.
A Noite Davi Lopes Ramos Salvador
(Metropolitana de Salvador)
Diversos Criação R$
44.193,00
O projeto A
Noite é um curta-metragem de ficção para competir em festivais ao redor
do Brasil. Após acordar de uma noite surreal, um casal refaz os passos do dia
anterior para tentar entender o que aconteceu.
Terceiro Olho
- Cinema Para Todos os Sentidos
Diego Martins Haase Salvador
(Metropolitana de Salvador)
Diversos Produção R$
84.230,00
O presente projeto
propõe uma Mostra de Curtas-Metragens Baianos com Audiodescrição. Objetiva-se
aqui, promover o acesso de pessoas com deficiência visual à cultura, em
especial a recente produção baiana de filmes. Os filmes também serão
disponibilizados em uma plataforma on-line com o sistema de audiodescrição.
Além dos
Muros
Elen Linth Marques
Dantas
São Félix (Bacia do
Rio Corrente)
Metropolitana de
Salvador e Recôncavo
Formação R$
86.909,40
Realizar duas
oficinas de Introdução à Linguagem Cinematográfica com jovens de18 a 29 anos
oriundos de escolas públicas do Recôncavo Baiano e de Salvador, tendo como
produto final a realização do curta-metragem de ficção MUROS, de
aproximadamente 12 minutos.
A Escola Vai
ao Cinema: dinamização e criação de cine-clube
Elenita Alves
Oliveira
Serrolândia (Piemonte
da Diamantina)
Piemonte da
Diamantina
Difusão ou
Distribuição
R$
15.425,00
O projeto consiste na
exibição de filmes para comunidade e alunos das redes Públicas e Privadas de
Serrolândia, em outubro (mês das crianças), culminando o fechamento do
projeto com uma exibição de filme na praça pública do município, para
comunidade em geral
Glória,
Cinema e Memória
Evandro Silva de
Freitas
São Félix (Recôncavo) Verificar Depois Verificar Depois R$
28.200,00
Glória, cinema e
memória é um filme documentário de curta-metragem sobre o Cine Teatro
Cachoeirano, fundado na cidade de Cachoeira em 1923 e recentemente restaurado
pelo IPHAN. Através da memória de Sr. Adilson Nascimento - que trabalhou por
40 anos como projecionista neste cinema - e material de arquivo iconográfico
e filmográfico, propomos investigar e a ajudar a reconstruir a história deste
cinema, relacionando-a com a memória local, o espaço urbano e possíveis modos
de apropriação desse espaço.
Gaivota Fábio Bruno Guimarães
Barvosa
Salvador
(Metropolitana de Salvador)
Diversos Produção R$
32.800,00
Este projeto propõe a
produção do curta metragem "GAIVOTA", inspirado na obra de Anton Tchékhov e
seu universo psicológico, realizando um produto audiovisual que mescle o
documental e a ficção dialogando com as artes cênicas. A realização fará
parte das ações promovidas pelo CUAL (Coletivo Urgente de Audiovisual), e o
lançamento está previsto para Outubro de 2013 no Solar da Boa Vista, onde
haverá exibição gratuita do trabalho durante 4 semanas.
Diários do
Canal
Felipe Costa
Kowalczuk
Salvador
(Metropolitana de Salvador)
Diversos Produção R$
93.281,50
"Diários do Canal" é
uma série em 4 episódios que acompanha o nadador paralímpico Marcelo Collet
no grande desafio da sua vida: atravessar o Canal da Mancha, que liga
Inglaterra e França. Com suas águas geladas, fortes correntezas e intenso
tráfego de embarcações, o tempo estimado da travessia do "Everest" da natação
mundial é de 10 horas de duração, onde apenas 10% dos que tentam conseguem
realizar tal feito.
VI Mostra
Possíveis Sexualidades
Fernanda Maria de
Freitas Bezerra
Salvador
(Metropolitana de Salvador)
Metropolitana de
Salvador
Difusão ou
Distribuição
R$
92.700,00
VI Mostra Possíveis
Sexualidades é um evento destinado a difusão de filmes de temática LGBT.
Realizada desde 2008 em Salvador, o
projeto acontece no período de 24 a 29 de setembro de 2013 no Instituto
Cervantes e Circuito SALADEARTE Cinema do Museu e UFBA. Na programação,
exibições de curtas e longas inéditos, debates, cineclube do professor,
oficina voltada para a formação audiovisual e um concurso nacional de curtas
de temática LGBT. Estima-se atingir um público de 5320 pessoas.
Brasa Viva Fernando Antonio da
Silva Belens
Salvador
(Metropolitana de Salvador)
Estado da Bahia Criação R$
58.960,00
Desenvolvimento de
Roteiro Cinematográfico, denominado de Brasa Viva, que tem por base a
proposta antropofágica desenvolvida por Oswald de Andrade, num hipotético
encontro com o texto revolucionário de Gregório de Mattos, encenado por
alunos da Escola de Teatro da Universidade Federal da Bahia. Ambientado no
auge da ditadura militar, tem como fio condutor um mestre francês, que vem ao
Brasil ensinar teatro, devorar e ser devorado pela cultura brasileira. (Eros.
Tânatos e Repressão).
Guerra de
Algodão
Flávia Guimarães de
Oliveira Santana
Salvador
(Metropolitana de Salvador)
Diversos Criação R$
100.841,00
A
proposta tem como principal objetivo a
elaboração do projeto executivo, incluindo a criação de um roteiro inédito,
do longa-metragem de ficção Guerra de Algodão, dos diretores Cláudio Marques
e Marília Hughes. O filme conta a história de João, um menino de 10 anos que,
durante um breve período de férias, enfrenta questões que acompanham o ser
humano durante toda a vida: disputa pelo poder e território, ciúmes,
competição, admiração, amizade, solidariedade, entre muitos outros
sentimentos e experiências.
Pirilampo -
Experimentação em Audiovisual 2ª Edição
Flávio Santana
Bacelar Rebouças
Ilhéus (Litoral Sul) Litoral Sul Formação R$
66.630,00
Este projeto pretende
realizar Oficinas de Produção e Experimentação em Audiovisual para 30
estudantes do Colégio Estadual Fábio Araripe, no bairro Teotônio Vilela, em
Ilhéus. Serão realizados quatro produtos audiovisuais como resultado das
oficinas desenvolvidas, atendendo às demandas dos estudantes. Os vídeos serão
distribuidos em escolas públicas, cineclubes, festivais e mostras de vídeos.
Atividades
Continuadas CUAL - Coletivo Urgente de Audiovisual
Francisco Gabriel de
Almeida Rego
Salvador
(Metropolitana de Salvador)
Diversos Produção R$
73.600,00
O projeto
Atividades continuadas CUAL - Coletivo Urgente de Audiovisual
pretende viabilizar e manter as diversas ações do grupo na produção, exibição
e debate de cinema e vídeo independente e de baixo custo. A partir dessas
esferas de atuação o projeto deseja promover, além da continuidade, a
ampliação das atividades do coletivo, contribuindo com a diversidade e
riqueza da cena audiovisual local.
Segundas
Cineclubistas
Gleciara de Aguiar
Ramos
Vera Cruz
(Metropolitana de Salvador)
Metropolitana de
Salvador
Formação R$
92.850,00
O projeto Segundas
Cineclubistas prevê a formação de público de cinema, através de sessões
semanais (as segundas-feiras) na Sala Walter da Silveira. O público será
composto por alunos de escolas públicas de Salvador, que além de assistir a
sessão, participará de um debate sobre o filme exibido e realizará uma
atividade extracurricular proposta pela escola.
Galeria F Hamaca Produções
Artísticas
Salvador
(Metropolitana de Salvador)
Metropolitana de
Salvador
Criação R$
429.010,00
O filme busca, a
partir de projeções das memórias dos ex-presos políticos baianos, nas paredes
das celas que os abrigaram, contar histórias importantes para que os baianos
conheçam um pouco mais do que aconteceu aqui nesse período nefasto, e que foi
tão ou mais sangrento do que qualquer outro lugar. A partir das entrevistas,
será desenvolvido um trabalho de performance, nas celas vazias do presídio
que abrigaram os presos políticos.
Evolução
Hip Hop TV
Hamilton Ferreira de
Oliveira
Salvador
(Metropolitana de Salvador)
Salvador Produção R$
89.750,00
O Evolução Hip-Hop TV
é um programa semanal com duração de 15 minutos que vai adaptar o programa de
rádio Evolução Hip-Hop para a linguagem do audiovisual, podendo também ser
veiculado na plataforma Web TV.
O Filme de
Carlinhos
Henrique Carlos do
Espírito Santo Oliveira Filho
Ipiaú (Médio Rio de
Contas)
Diversos Produção R$
99.950,00
"O filme de
Carlinhos" é um curta-metragem de ficção direcionado ao público
infanto-juvenil que aborda o sonho de um garoto do interior em fazer um
filme. O projeto envolve também uma oficina de interpretação para vídeo,
destinada também ao público infanto-juvenil, além da distribuição gratuita de
200 DVD`s.
Abrigo
Nuclear - O Filme
Iglu Filmes Produções
LTDA.
Salvador
(Metropolitana de Salvador)
Diversos Memória R$
298.605,22
O presente projeto,
que tem duração de 6 meses, consiste na restauração do filme Abrigo
Nuclear, do cineasta Roberto Pires, lançado em 1981. Após a restauração
serão produzidas 1.000 cópias em DVD do filme restaurado, com extras. Além de
2 cópias em 35mm do filme restaurado, uma para ser entregue à DIMAS e outra
para salvaguarda na Cinemateca Brasileira, em São Paulo. O projeto consiste
ainda em realizar exibições do filme restaurado em cinemas de Salvador e
pelos Centros de Cultura do interior da Bahia.
Link 2.0
Conexão Audiovisual
Jean Marcio Cardoso
da Silva
Salvador
(Metropolitana de Salvador)
Diversos Produção R$
99.439,15
O projeto LINK 2.0
Conexão Audiovisual tem o objetivo de conectar jovens que vivem a margem da
sociedade em Salvador e Barcelona e usam o audiovisual como uma ferramenta de
reflexão, mobilização e transformação social. Nesta segunda edição, o projeto
estimula o intercambio entre esses jovens, com foco na formação e produção,
com a realização de oficinas de audiovisual e produção de um curta-metragem
de ficção sobre o direito dos jovens em usufruir a cidade. Será realizada um
exposição de fotos.
Documentário
de Longa Metragem Quilombo Rio dos Macacos
Josias Pires Neto Salvador
(Metropolitana de Salvador)
Diversos Produção R$
101.640,00
Documentário de longa
metragem, do diretor Josias Pires, sobre a comunidade e o conflito pela posse
da terra do Quilombo Rio dos Macacos, localizado na região do entorno da Baía
de Todos os Santos, divisa entre Salvador e Simões Filho.
Arraial Cine
Fest 6ª Edição
Juarez Fonseca
Porto Seguro (Costa do Descobrimento)
Costa do
Descobrimento
Difusão/Circulação R$
99.941,00
A realização da 6ª
edição do Arraial Cine Fest em Porto Seguro/Bahia mantém a proposta da
primeira edição (2006) de estabelecer uma aliança entre a Cultura e o Turismo
promovendo a inclusão cultural, social e educacional através de mostras de
filmes e vídeos e atividades paralelas.
Cidade em
Campo
Julia Gutmann Dias Salvador
(Metropolitana de Salvador)
Diversos Produção R$
77.340,00
Realização de um
programa piloto para TV cujo tema será o futebol amador e sua característica
constitutiva da cultura brasileira. O projeto "Cidade em Campo" terá 12
episódios sobre temas sociais diretamente ligados ao futebol como objeto do
cotidiano das populações das grandes cidades.
Curta-metragem
Documental Vai Virar Mar
Luciana Barreto Lemos Salvador
(Metropolitana de Salvador)
Diversos Produção R$
63.850,00
Produção do
curta-metragem documental Vai Virar Mar que trata da memória deixada pelo
cinema no Sertão da Bahia nas décadas de 50 e 60. O filme se desenvolve a
partir das histórias contadas por Seu Orlando, um dos primeiros
projecionistas das regiões de Feira de Santana e Ipirá, nas décadas de 40 e
50, e de casos narrados por moradores de Canudos, Milagres e Monte Santo,
que, durante o Cinema Novo, foram figurantes e ajudantes dos filmes
realizados nessas cidades.
Mostra
Cinema na Feira
Luciane Silva de
Almeida
Feira de Santana
(Portal do Sertão)
Feira de
Santana/Portal do Sertão
Difusão/Circulação R$
10.170,00

A Mostra Cinema na Feira é um projeto que
prevê a realização de apresentações públicas de filmes realizados por
cineastas da Bahia que dialoguem com o cenário baiano da contemporaneidade.
Será realizada durante três dias do mês de julho na cidade de Feira de
Santana, e visa contribuir com a circulação de profissionais do cinema e suas
obras para o interior do estado, bem como a formação de público, a realização
de debates e o estímulo à produção cinematográfica.

A Matriarca -
Desenvolvimento do Roteiro
Luiz Henrique Santos
Oliveira Sena
Salvador
(Metropolitana de Salvador)
Diversos Criação R$
32.100,00
A
Matriarca é um projeto de filme de longa metragem cuja proposta de ação é
angariar subsídios para o desenvolvimento do roteiro
literário/cinematográfico da idéia/argumento apresentada no presente edital.
O resultado final desse processo é um roteiro de longa metragem de ficção de
aproximadamente 90 minutos.
Mostra Cinema
de Santo
Maira Carolina
Carbonieri
São Félix (Recôncavo) Recôncavo Difusão/Circulação R$
74.650,00
Cinema de Santo é um
projeto composto de uma Mostra retrospectiva de filmes, aliado a realização
de Mesas de Discussão, Exposição de cartazes dos filmes em exibição e
produção de um Catálogo do evento. A idéia é realizar as atividades do
projeto Cinema de Santo nas cidades de Cachoeira durante o mês de agosto de
2013 e Salvador no mês de setembro de 2013.
Cine Garpuá Marcela da Costa
Vieira
Salvador
(Metropolitana de Salvador)
Comunidade de Garapuá Difusão/Circulação R$
59.570,00
O projeto Cine
Garapuá é uma Mostra de Cinema Brasileiro com realização de Oficina de
Audiovisual, Stop Motion e Grafite com temática ambiental para um público de
crianças, adolescentes e adultos da comunidade de Garapuá, localizada no
município de Cairú que acontecerá no período de 03 de junho de 2013 à 05 de
agosto de 2013.
Documentários
Etno-Musicais Canções de Bolso
Marcelo de Carvalho
Abreu Góis
Lençois (Chapada
Diamantina)
Diversos Produção R$
89.500,00
Canções de Bolso é um
web-catálogo composto por 07 documentários etno-musicais com até 15 minutos
de duração realizados no território de identidade da Chapada Diamantina,
Bahia. Estes documentários irão compor o primeiro volume da coletânea
audiovisual "Canções de Bolso", formada por músicos tradicionais e
contemporâneos de diversos estilos musicais. Canções de Bolso busca a relação
entre música e cultura, revela mundos sonoros, instrumentos originais, vozes,
performances e linguagens sonoras.
Entrocamento Maria Carolina
Gonçalves da Silva
Salvador
(Metropolitana de Salvador)
Diversos Produção R$
93.300,00
Entroncamento é um
filme de curta metragem com 13 minutos em animação 2D voltada para o público
adulto que aborda a questão da identidade a partir de um surto de amnésia.
Contando a história de um homem que saiu do interior em direção a capital
ainda muito jovem, Entroncamento é o espaço onde o homem se encontra quando
confrontado com as escolhas que fez na vida.
Bloco Marília Oliveira
Cunha
Salvador
(Metropolitana de Salvador)
Diversos Produção R$
93.292,50
Produção de um
documentário média-metragem para TV com 52 minutos de duração a respeito do
Carnaval de Salvador. "Bloco" chega à avenida pelo elevador de serviço e
trata sobre um grupo social que sai de suas casas para morar no circuito do
Carnaval. É o bloco dos vendedores ambulantes. Eles reinventam a engenharia e
a arquitetura das ruas, durante os festejos carnavalescos na capital baiana.
Africanto dos
Tincoãs - Pesquisa / Elaboração de Roteiro
Mateus Aleluia Lima Salvador
(Metropolitana de Salvador)
Diversos Criação R$
50.660,00
O Africanto dos
Tincoãs é um projeto de longa-metragem documental que conta a história do
grupo musical Os Tincoãs. Formado em 1960, na cidade de Cachoeira, o trio
vocal foi o primeiro que trouxe para a música popular brasileira os cantos e
toques sagrados do candomblé. Esse projeto pretende viabilizar a pesquisa e
estruturação do roteiro do documentário de longa-metragem a partir do
mapeamento dos agentes envolvidos na história, bem como do material de
arquivo.
Pinta -
Finalização do Longa-Metragem
Matheus da Rocha
Pereira
Salvador
(Metropolitana de Salvador)
Diversos Difusão/Circulação R$
100.000,00
A presente proposta
tem por objetivo levantar os recursos necessários para a finalização do
longa-metragem PINTA, de modo a obter a cópia final em HD para distribuição
em salas de cinema digital. Desse modo, este projeto ainda pretende favorecer
o desenvolvimento do cinema experimental contemporâneo na Bahia,
diversificando a sua produção e democratizando o seu acesso.
Leitura de
Olhos Fechados - A imagem Traduzida em Palavras 3ª Edição
Mônica dos Anjos
Lacerda Pena
Vitória da Conquista Vitória da Conquista,
Jequié e Itapetinga
Difusão/Circulação R$
47.000,00
A terceira edição do
projeto Leitura de Olhos Fechados - A imagem traduzida em palavras visa
promover mais informação e cultura aos deficientes visuais, por meio de
exibições de filmes nacionais (longas e curtas-metragens), com
audiodescrição, realização de seminários e oficinas audio-descritivas,
fomentando as discussões acerca da acessibilidade às pessoas com alguma
limitação visual, nas cidades de Vitória da Conquista, Jequié e Itapetinga,
no período de junho a agosto de 2013.
A Luta do
século - Documentário
Ondina Filmes
Produções Artísticas LTDA-Me
Salvador
(Metropolitana de Salvador)
Diversos Produção R$
562.824,00
"A Luta do Século" é
um documentário que narra a trajetória
do pugilista Reginaldo "Holyfield" que encontrou no boxe uma maneira de
escapar da pobreza e se tornou um dos ídolos do esporte nordestino. O filme
também focará a sua historia de enfrentamentos com "Todo Duro", pugilista de
Recife, cuja folclórica rivalidade colocou em pé de guerra Bahia e Pernambuco
nos anos 90.
Menino da
Gamboa
Pedro Erbano Perazzo Salvador
(Metropolitana de Salvador)
Diversos Produção R$
90.370,00
"Menino da Gamboa" é
um curta-metragem de ficção de aproximadamente 10 minutos, cuja história gira
em torno de Gum, um garoto de 6 anos nativo da ilha, filho de pescadores. Em
meio às férias de verão, quando suas únicas preocupações são brincar no mar e
na praia, Gum observa seu irmão mais velho, Sinho, de 17 anos, trabalhando
como carregador de malas para os turistas que aportam no píer da ilha. Gum
nutre profunda admiração por seu irmão, e uma vontade de trabalhar como ele.
Cinema na
Roça
Renata Gual Menegucci Palmeiras (Chapada
Diamantina)
Sul da Chapada
Diamantina
Difusão/Circulação R$
85.017,50
O projeto Cinema na
Roça levará a magia do cinema às comunidades rurais do sul do Território
Chapada Diamantina. Serão exibidas produções nacionais que dialoguem com a
realidade local, inserindo o cinema no contexto de vida da população
contemplada. As exibições serão gratuitas e ao ar livre, criando um espaço de
interação social e propiciando o primeiro contato com a linguagem
cinematográfica para uma população carente de produtos e políticas
culturais.
Zé Degredo e
o Malamém
Sandoval da Silva
Dourado
Irecê Irecê e Interior da
Bahia
Produção R$
99.872,00
O projeto tem como
objetivo a produção do curta metragem entitulado "Zé Degredo e o Malamém", a
sua exibição no município de Irecê e distribuição de cópias de DVD em pontos
de cultura do interior da Bahia.
Cineclube
Glauber Rocha
Tais Mouruz Bichara Salvador
(Metropolitana de Salvador)
Metropolitana de
Salvador
Formação R$
100.190,00
O projeto visa
resgatar a cinefilia do público de Salvador através da exibição de filmes
importantes para a história do cinema, em excelentes condições de imagem e
som, usando exclusivamente cópias em 35mm ou DCP. As sessões acontecerão
quinzenalmente, às quintas-feiras com ingresso por R$2,00/R$1,00 (meia), no
Espaço Itaú de Cinema, no Centro Histórico. Haverá debate após cada sessão,
conduzido por um profissional da área. O nome do cineclube homenageia um dos
maiores cineastas brasileiros, Glauber Rocha.
Do Chamamento
a Chama Ativa!
Tiago Pinto Ribeiro Salvador
(Metropolitana de Salvador)
Diversos Produção R$
25.000,00
Esta produção
audiovisual curta-metragem de caráter experimental, realizada no Centro
Histórico de Salvador, especificamente no Pelourinho, combina documentário,
ficção e metalinguagem em sua construção fílmica. Tem-se o lema da bandeira
nacional (Ordem e Progresso) como disparador de construção de imagens e sons,
onde a realização do filme nos espaços públicos em que se insere é
dispositivo para gerar novos eventos-acontecimentos, novas imagens, novos
sujeitos.
Zé, O Gato
Preto da Sorte
Uirá Tiago Alencar
Sacramento Malaquias da Silva
Salvador
(Metropolitana de Salvador)
Estado da Bahia Criação R$
42.500,00
O curta "Zé, O Gato
Preto da Sorte", procura eliminar a carga de preconceitos existentes com a
"cor preta", por meio da desconstrução do adágio popular que propaga a idéia
de que o gato "preto" dá azar. Depois de sofrer uma infinidade de
perseguições, por causa da sua cor, o gato vira o jogo, ganha as páginas dos
jornais e se torna um herói.
O Tropikaos
Lista Rogério Duarte
VPCCInemavideo
Produções Artísticas e Distribuidor
Simões Filho
(Metropolitana de Salvador)
Diversos Produção R$
589.339,32
Filme documentário de
longa metragem tem como meta um mergulho profundo na vida e na obra de
Rogério Duarte - encontrar o individuo que existe por trás do personagem, sem
esquecer do personagem. Visa retratar a trajetória de um das figuras seminais
das artes e do pensamento brasileiro dos últimos 50 anos. Um artista que
sempre esteve por trás - e sempre à frente - de tudo que havia de mais
moderno e contemporâneo na cultura brasileiro nos – literalmente - vitais
anos das décadas de 1960 e 1970.
A Mulher que
Replicava Quadros
Wallace Nogueira
Santos Silva
Salvador
(Metropolitana de Salvador)
Diversos Produção R$
99.550,00
Será realizado um
curta-metragem de ficção filmado em HD (alta definição) e finalizado no mesmo
formato - intitulado A Mulher que Replicava Quadros com duração
de 18 minutos cujo o roteiro de mesmo nome foi ganhador do I Prêmio IBRAM de
Roteiros Audiovisuais 2011. O filme trata da relação entre uma artista
plástica e uma criança cega em torno da acessibilidade desta às obras de
artes de um mu
Recomendar esta página via e-mail: