Setorial de Música 2013







GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA

SECRETARIA DE CULTURA

SECRETARIA DA FAZENDA

Fundação Cultural do Estado da Bahia - FUNCEB

EDITAL nº 35/2012

O Estado da Bahia, através da Secretaria de Cultura – SECULT e da Unidade Executora acima identificada, torna pública a abertura de apresentação de propostas com vistas à seleção para concessão de apoio cultural, nos termos do presente Edital e seus Anexos e com observância das disposições das Leis Estaduais 12.365/11, 9.431/05, 9.433/05 e 9.846/05 e dos Decretos 9.266/04, 9.683/05 e 10.992/08.

1.OBJETO

1.1Constitui objeto do presente Edital a seleção de propostas para concessão de apoio cultural na(s) área(s) e categoria(s) indicada(s) no Anexo I.

1.2Os recursos financeiros disponíveis para este Edital, indicados no Anexo I, serão provenientes do Fundo de Cultura da Bahia - FCBA.

2.PRAZOS

2.1Os prazos para realização desta seleção são os estabelecidos no Anexo II.

2.2Os prazos previstos poderão ser prorrogados por ato do Secretário de Cultura mediante justificativa fundamentada da Unidade Executora e/ou das comissões de seleção.

3.PROPONENTE

3.1Poderão encaminhar propostas culturais para esta seleção:






a)Pessoas Jurídicas de Direito Privado que tenham dentre suas finalidades legais o exercício de atividades na área cultural; ou

b)Pessoas Físicas, maiores de 18 (dezoito) anos.

3.2Não serão apoiadas propostas de pessoas físicas ou jurídicas que não possuam domicílio ou estabelecimento no Estado da Bahia há, pelo menos, 03 (três) anos tendo como referência a data de encerramento da apresentação de propostas.

3.3O apoio não poderá ser concedido ao proponente que:

a)esteja inadimplente com a Fazenda Pública Estadual;

b)esteja inadimplente com o FCBA ou FAZCULTURA;

c)esteja inadimplente com prestação de contas de proposta cultural realizada anteriormente;

d)seja servidor público estadual, membro da Comissão Gerenciadora do FAZCULTURA ou de comissão do FCBA;

e)seja Pessoa Jurídica que tenha, na composição de sua diretoria, servidor público estadual, membro da Comissão Gerenciadora do FAZCULTURA ou de comissão do FCBA;

f)esteja sendo patrocinado pelo FAZCULTURA com a mesma proposta inscrita neste Edital;

g)já tenha proposta aprovada para execução no mesmo ano civil, excetuadas propostas apresentadas por sociedades cooperativas, desde que as aprovadas não se refiram aos mesmos associados durante o mesmo exercício;

h)seja pessoa jurídica de direito privado que não tenha por objeto o exercício de atividades na área cultural.

3.3.1. As vedações previstas neste artigoestendem-se aos parentes até o segundo grau, bem como aos cônjuges ou companheiros, quer na qualidade de pessoa física, quer por intermédio de pessoa jurídica da qual sejam sócios, no que se refere a proposta que envolva ou beneficie diretamente a pessoa impedida.

3.3.2. A exceção indicada no item 3.3.g não se aplica a sociedades cooperativas centrais, federadas ou confederadas.

3.3.3O exposto no item 3.3.g não se aplica se o período de execução do projeto se der majoritariamente no ano subsequente ao ano de aprovação do projeto.

3.3.4O indicado ao item 3.3.e se aplica a todos os sócios, órgãos deliberativos, de gestão e controle da instituição proponente.

4.APRESENTAÇÃO DA PROPOSTA

4.1.A proposta deverá ser apresentada:

4.1.1.pela internet, através de cadastro no Sistema de Gerenciamento de Fomento à Cultura– Clique Fomento, disponível no site www.cultura.ba.gov.br; OU

4.1.2.por meio físico, através de formulário disponível no(s) site(s) indicado(s) no preâmbulo deste Edital, em envelope lacrado e identificado, enviado por SEDEX dos

Correios, ou serviço similar, ou carta registrada com aviso de recebimento (AR), constando:

a)01 (uma) via impressa do formulário de apresentação de propostas disponível no(s) site(s) indicado(s) no preâmbulo deste Edital;

b)01 (uma) via impressa da planilha orçamentária disponível no(s) site(s) indicado(s) no preâmbulo deste Edital;

c)01 (uma) via impressa do currículo do proponente;

d)CD ou DVD com os arquivos iguais aos documentos a, b, e c acima indicados.

4.2Recomenda-se o envio de documentação complementar indicada no Anexo IV e outros documentos que o proponente considere importante para enriquecer a avaliação da proposta.

4.2.1 Em caso de apresentação de propostas via Sistema de Gerenciamento de Fomento à Cultura – Clique Fomento, a documentação complementar deverá ser anexada somente através de upload no Sistema.




4.2.2 Em caso de apresentação de propostas via Correios, a documentação complementar deverá ser enviada preferencialmente em formato digital, gravada em CD ou DVD.

4.3No caso de inscrição por meio eletrônico, a SECULT e a Unidade Executora não se responsabilizam por cadastro não recebido por motivos de ordem técnica de computadores, falhas de comunicação, congestionamento das linhas de comunicação, bem como outros fatores que impossibilitem a transferência de dados ou acesso aos arquivos disponíveis no(s) site(s).

4.4.No caso de envio em meio físico, no envelope deverá estar registrado:

a)o endereço para envio da proposta, constante do preâmbulo deste edital;

b)o nome deste Edital, constante do preâmbulo deste edital;

c)nome da proposta apresentada.

4.5Cada envelope poderá conter apenas 1 (uma) proposta, sendo descartados os envelopes que contenham 2 (duas) ou mais propostas.

4.6.O orçamento físico-financeiro dos recursos a serem financiados pelo FCBA, integrante da proposta a ser apresentada, deverá ser preenchido de forma detalhada, expressando com clareza a descrição, as quantidades e os custos dos serviços e materiais necessários à realização do projeto ou atividade.

4.6.1.Deverão ser observados no orçamentofísico-financeiro:

a)o valor limite de apoio por proposta, indicado no Anexo I;

b)em caso de pessoa física, limite de 150 salários mínimos para financiamento da proposta pelo FCBA;

c)quando houver despesas com divulgação, incluindo gastos com recursos humanos, materiais e serviços previstos para este fim, atentar para limite máximo de 20% (vinte por cento) sobre o subtotal de Produção, conforme campo específico do orçamento;

d)sendo pessoa jurídica não optante do Simples Nacional ou Super Simples e havendo contratação de pessoa física, poderá ser incluído valor de contribuição previdenciária patronal (INSS), acompanhado de memória de cálculo em campo específico. Esta orientação não se aplica a pessoa física que contrate prestadores de serviços também como pessoa física;

e)conforme natureza da proposta, atentar para pagamento destinado a direitos autorais de execução ou representação pública, a exemplo de Escritório Central de Arrecadação e Distribuição - Ecad e Sociedade Brasileira de Autores Teatrais - Sbat, só devendo constar esta despesa no orçamentofísico-financeiro se a entrada ao evento for gratuita, uma vez que no caso de eventos com venda de ingressos, os direitos devem ser pagos com percentual da bilheteria;

f)poderão ser pagos com recurso do FCBA serviços de contabilidade, desde que tenham como objetivo apoiar a execução e prestação de contas da proposta.

4.6.2.Não serão aceitas despesas incompatíveis com a legislação pertinente, tais como:

a)pagamento de gratificação, consultoria, assistência técnica ou qualquer espécie de remuneração a servidor ou empregado público ativo, integrante de quadro de pessoal de qualquer órgão ou entidade pública da administração estadual direta ou indireta;

b)pagamento a proponente pessoa física ou representante legal de pessoa jurídica, salvo se no exercício de função específica técnica ou artístico-cultural na proposta;

c)taxas de administração, gerência, captação de recursos ou similar;

d)trespasse, cessão ou transferência a terceiros da execução do objeto da proposta;

e)taxas bancárias, multas, juros ou correção monetária, inclusive referente a recolhimentos fora do prazo;

f)custos administrativos não condizentes com a natureza da proposta cultural;

g)construção e/ou recuperação de bens imóveis que não estejam tombados;

h)aquisição de material permanente por proponente pessoa física ou por pessoa jurídica que não possua declaração de utilidade pública;

i)coquetel, confraternização, recepção social, passeio ou congêneres, salvo despesas com abastecimento de camarim que não incluam bebidas alcoólicas;




j)despesas com divulgação que não sejam de caráter informativo, educativo ou de orientação, ou que constem nomes, símbolos ou imagens que caracterizem promoção pessoal de autoridades ou servidores públicos.

4.7.Uma vez finalizado o cadastramento no Sistema de Gerenciamento de Fomento à Cultura – Clique Fomento ou entregue a documentação via Correios, a proposta não poderá ser alterada.

4.8.Durante o prazo de apresentação o proponente poderá cancelar uma proposta já cadastrada ou entregue:

a)através do Sistema de Gerenciamento de Fomento à Cultura – Clique Fomento, quando a entrega for por meio eletrônico, ou

b)mediante comunicação à Unidade Executora unicamente através do e-mail constante do preâmbulo deste edital quando a inscrição for por meio físico.

4.9.Poderão ser cadastradas ou enviadas até 02 (duas) propostas por proponente.

4.9.1. No caso de cooperativas o limite estabelecido neste itemrefere-se a propostas apresentadas em nome de um mesmo associado.

4.10.A apresentação de propostas implicará na aceitação integral e irrestrita das condições estabelecidas neste Edital.

4.11.O acompanhamento de todas as etapas do processo seletivo e a observância quanto a eventuais prazos para atendimento de solicitações da SECULT ou Unidade Executora serão de inteira responsabilidade dos proponentes.

4.12.Não será aceito envio de qualquer documento ou material fora do prazo, forma e demais condições estabelecidas neste Edital e em seus Anexos.

4.13.Todas as informações prestadas pelo proponente estarão sujeitas à comprovação.

4.14.Serão de responsabilidade do proponente:

a)todas as despesas decorrentes de sua participação neste Edital;

b)a veracidade das informações e dos documentos apresentados, bem como sua comprovação, quando solicitada;

c)a guarda de cópia da proposta, documentos e de todos os anexos;

d)o gerenciamento de recursos de restrição de recebimento de e-mails (filtros,anti-spam, etc.) que impeçam o recebimento dee-mails enviados pela Secult e/ou pelo Sistema de Gerenciamento de Fomento à Cultura – Clique Fomento.

5.ANÁLISE PRÉVIA

5.1As propostas cadastradas ou postadas no período indicado no preâmbulo deste Edital serão submetidas à análise prévia.

5.1.1 A análise prévia será realizada por servidor ou comissão designada e consistirá na avaliação da pertinência de enquadramento da proposta e do proponente em relação a este Edital e à legislação aplicável ao FCBA.

5.1.2 Não serão aprovadas em análise prévia propostas:

a)que tenham início previsto antes da data indicada no preâmbulo deste edital,sendo considerada a indicação da data no campo 11.1 do Formulário de Apresentação de Propostas (meio físico) ou "Duração do projeto - Início" (inscrição via internet);

b)que solicitem recursos em valor superior ao limite de apoio por proposta, indicado no Anexo I, sendo considerada a indicação no total na Planilha Orçamentária de recursos do FCBA (meio físico) e "Total do Projeto" (inscrição via internet);

c)no caso de pessoa física, que solicite recursos em valor superior a 150 salários mínimos;




d)enviadas em envelopes que contenham 2 (duas) propostas ou mais, no caso de propostas enviadas em meio físico;

e)que tenham sido enviadas para endereço distinto do indicado no preâmbulo deste edital;

f)que não cumpram o estabelecido no item 4.1 e seus subitens;

g)que apresentem proposta em formulário de anos anteriores, do FAZCULTURA, de outros editais ou que não especifique o edital para o qual está concorrendo;

5.2O resultado da análise prévia com a relação das propostas inscritas será divulgado no Diário Oficial do Estado e nos sites indicados no preâmbulo deste Edital.

6.SELEÇÃO DA PROPOSTA

6.1A pré-seleção da proposta será realizada por Comissão designada formada por, no mínimo, 5 (cinco) integrantes, podendo ser ampliada de acordo com o número de propostas inscritas, composta por membros da Sociedade Civil e do Poder Público Estadual,mantendo-se como princípio o número ímpar e maioria de membros da sociedade civil. Na formação da comissão, será considerada a atuação na área deste Edital, experiência em projetos culturais, e a capacidade de avaliar propostas dos diversos elos da rede produtiva do setor.

6.1.1.Em caso da pré-seleção envolver defesa oral, o convite será realizado ao proponente, através de correio eletrônico, no qual deverá constar o local, a data e o horário de seu comparecimento, no prazo indicado no Anexo II, quando será permitida a participação do responsável técnico da proposta, se houver.

6.2Serão utilizados para a avaliação das propostas os critérios indicados no Anexo III deste Edital.

6.3Cada proponente só poderá ter pré-selecionada 01 (uma) proposta neste edital.

6.3.1.No caso de cooperativas o limite estabelecido neste item refere-se a propostas apresentadas em nome de um mesmo associado.

6.4As propostas pré-selecionadas, bem como a indicação dos suplentes em ordem de classificação,serão publicadas no Diário Oficial do Estado e nos endereços eletrônicos indicados no preâmbulo deste edital.

6.4.1Poderão ser indicados como suplentes quantidade de propostas cuja soma de apoio solicitado não ultrapasse o valor disponível para o edital.

6.5A homologação da seleção da proposta está condicionada ao atendimento à realização dos ajustes indicados pela Unidade Executora e/ou SECULT, referentes à apresentação de documentos, adequação de itens orçamentários, entre outros, visando o atendimento à legislação estadual.

6.5.1Os proponentes serão convocados, por meio eletrônico, para envio dos ajustes indicados e entrega da documentação necessária à assinatura do Termo de Acordo e Compromisso – TAC, no prazo indicado no Anexo II.

6.5.2O proponente selecionado que não atender ao solicitado dentro do prazo estabelecido no Anexo II será desclassificado.

7.ASSINATURA DO TERMO DE ACORDO E COMPROMISSO - TAC

7.1Para a assinatura do Termo de Acordo e Compromisso – TAC (Anexo V), disponível nos sites indicados no preâmbulo deste Edital, o proponente selecionado será convocado para apresentar no prazo estabelecido no Anexo II os seguintes documentos:

7.1.1Para Pessoa Jurídica:




a)Proposta impressa, com as adequações solicitadas visando ao atendimento à legislação de referência e com todas as folhas rubricadas;

b)Cópia de CNPJ da pessoa jurídica proponente;

c)Cópia de RG e CPF do(s) representante(s) legal(is);

d)Cópia de Contrato Social ou Estatuto, devidamente registrados (JUCEB ou cartório), e demais alterações;

e)Ata de designação do(s) representante(s) legal(is), no caso de pessoa jurídica sem fins lucrativos;

f)Cópia do registro comercial para empresas individuais;

g)Declaração de estabelecimento na Bahia nos últimos três anos;

h)Comprovante de regularidade junto ao INSS / Certidão Negativa de Débito (CND), podendo ser impressa a partir do site www.previdenciasocial.gov.br;

i)Comprovante de regularidade junto ao FGTS / Certidão de Regularidade Fiscal (CRF), podendo ser impressa a partir do site www.caixa.gov.br;

j)Comprovantes de regularidade com as Fazendas Federal, Estadual e Municipal, podendo ser impressos a partir dos sites www.receita.fazenda.gov.br, www.sefaz.ba.gov.br e, se houver, do site do Município de sede do proponente;

k)Comprovação de regularidade com o TST – Tribunal Superior do Trabalho/ Certidão Negativa de Débitos Trabalhistas - CNDT, podendo ser impressa a partir do site www.tst.jus.br/certidao;

l)Comprovante de abertura de conta corrente específica, contendo nome do proponente, CNPJ, banco, número da agência e da conta e data de abertura, que deve ser posterior à data da publicação do resultado deste Edital no DOE;

m)Cópia do balanço patrimonial e das demonstrações contábeis do último exercício, assinados pelo contador responsável, já exigíveis e apresentados na forma da lei podendo ser atualizados por índices oficiais, quando encerrados há mais de 03 (três) meses da data da apresentação da proposta, vedada sua substituição por balancetes ou balanços provisórios;

n)Declarações obrigatórias indicadas no formulário de apresentação de propostas assinadas pelo proponente.

7.1.2Para Pessoa Física:

a)Proposta impressa, com as adequações solicitadas visando ao atendimento à legislação de referência, com todas as folhas rubricadas;

b)Cópia de RG e CPF do proponente;

c)Comprovantes de regularidade com as Fazendas Federal e Estadual, podendo ser impressos a partir dos sites www.receita.fazenda.gov.br e www.sefaz.ba.gov.br;

d)Comprovação de regularidade com o TST – Tribunal Superior do Trabalho/ Certidão Negativa de Débitos Trabalhistas - CNDT, podendo ser impressa a partir do site www.tst.jus.br/certidao;

e)Comprovante de abertura de conta corrente específica, contendo nome do proponente, CPF, banco, número da agência e da conta e data de abertura, que deve ser posterior à data da publicação do resultado deste Edital no DOE;

f)Declaração de residência na Bahia nos últimos três anos e cópia de um comprovante de residência recente datado dos últimos três meses. São válidos documentos que contenham o nome do proponente, como conta de água, luz, telefone, correspondência bancária, carnês de pagamento e afins, contratos de aluguel, declarações de pessoas proprietárias ou residentes no mesmo imóvel (acompanhadas de cópia de RG e CPF);

g)Declarações obrigatórias indicadas no formulário de apresentação de propostas assinadas pelo proponente.

7.2A documentação deverá ser entregue pessoalmente ou enviada por SEDEX dos Correios, ou serviço similar, ou carta registrada com aviso de recebimento (AR), na sede da Unidade Executora indicada no preâmbulo deste Edital.

7.3O proponente selecionado que não apresentar os documentos listados dentro do prazo estabelecido no Anexo II será desclassificado.

8.DISPOSIÇÕES FINAIS




8.1.Para todos os efeitos integram o presente Edital o Formulário de Apresentação de Propostas,o cadastro eletrônico do Sistema de Gerenciamento de Fomento à Cultura – Clique Fomento e os Anexos abaixo especificados, todos disponíveis no(s) site(s) indicado(s) no preâmbulo deste Edital:

I – Especificação do objeto e valores do Edital;

II – Prazos;

III – Critérios para seleção das propostas;

IV – Orientações específicas, documentos recomendáveis e obrigatórios;

V – Minuta do Termo de Acordo e Compromisso – TAC.

8.2.As obrigações a serem assumidas pelo proponente selecionado estão previstas em cláusula das OBRIGAÇÕES do Termo de Acordo e Compromisso - TAC.

8.3.Os recursos financeiros para a proposta selecionada serão repassados conforme cláusula da LIBERAÇAO DOS RECURSOS FINANCEIROS do TAC.

8.4.O proponente selecionado deverá prestar contas dos recursos na forma indicada no TAC, observando o disposto na regulamentação específica disponível no site da Secretaria de Cultura.

8.5.A Unidade Executora será responsável pela gestão dos procedimentos desta seleção, bem como pelo acompanhamento e fiscalização da execução do projeto ou atividade, deliberação sobre alterações solicitadas e pela emissão de parecer técnico sobre prestações de contas parciais e final apresentadas pelo proponente.

8.6.Cabe à SECULT, além de disponibilizar os recursos para apoio financeiro à proposta selecionada, a emissão de deliberação final sobre as prestações de contas apresentadas.

8.7.Após assinado o TAC, as alterações no plano de trabalho devem ser aprovadas previamente pela SECULT ou Unidade Executora, observadas as exceções fixadas na Portaria 231/2012 do Secretário de Cultura e disponível no site da SECULT, ou a que venha substituir.

8.8.O proponente selecionado deverá manter seus dados atualizados até a aprovação da prestação de contas final do projeto ou atividade.

8.9.Caso haja saldo de recursos de outras seleções públicas ou aumento nos recursos para o FCBA, os recursos destinados à esta seleção poderão ser suplementados ou remanejados por ato do Secretário de Cultura.

8.10.A SECULT e/ou a Unidade Executora exercerão o dever de, a qualquer tempo, eliminar eventuais erros processuais comprovados, bem como disporão do direito de excluir deste Edital proponentes que:

a)se enquadrem nas vedações indicadas neste Edital e na legislação aplicável;

b)não tenham comprovada a veracidade das informações e dos documentos apresentados, quando solicitado;

c)não atendam em tempo hábil às diligências solicitadas durante o processo seletivo.

8.11.Os projetos não selecionados ficarão à disposição dos proponentes para retirada na sede da Unidade Executora, no prazo de até 60 (sessenta) dias após a publicação da divulgação do resultado, podendo ser, a partir de então, inutilizados ou descartados.

8.12.Só serão aceitos recursos em relação à decisões desta seleção relativos a erros formais ou de procedimento, caso identificados, e deverão ser objetivamente fundamentados e enviados via correio eletrônico unicamente para o endereço constante do preâmbulo deste edital, no prazo indicado no Anexo II.

8.12.1Os recursos quanto à análise prévia serão decididos pelo dirigente máximo da Unidade Executora da seleção indicada no preâmbulo deste Edital.

8.12.2Os recursos quanto à pré-seleção serão decididos pelo Secretário de Cultura, ouvida a Unidade Executora da seleção indicada no preâmbulo deste Edital.




8.13.Os casos omissos relativos a este Edital serão decididos pelo Secretário de Cultura, observada a legislação pertinente.

8.14.Informações e esclarecimentos adicionais poderão ser obtidos através dos telefones ou dos e-mails citados no preâmbulo deste Edital, fazendo constar, no campo assunto, a citação deste Edital e o Nome da Proposta.


































Salvador (BA), 30 de novembro de 2012


Antônio Albino Canelas Rubim


Nehle Franke


Secretário de Cultura


Diretora Geral da Fundação Cultural do Estado da Bahia - FUNCEB


Carlos Beyrodt Paiva Neto


Alexandre José Molina


Superintendente de Promoção Cultural


Diretor de Artes da FUNCEB


Verônica Aquino Ribeiro


Cássio Leonardo Nobre Souza Lima


Diretora de Fomento


Coordenador de Música da FUNCEB








































































































































































































































































Resumo Edital Setorial de Música 2013

Nome do projeto proponente origem Destino da proposta natureza da proposta valor da proposta resumo
Saramandaia: A
Arte Consciente da Educação e Cultura na Música
Alex Sandro Pereira
Lima
Salvador
(Metropolitano de Salvador)
Salvador Formação R$ 97.800,00 O projeto pretende
preparar 80 pessoas, entre crianças, adolescentes
e jovens moradores de Saramandaia, no período de junho a dezembro de 2013,
para a formação profissional artística,
na área de música. Ao final do projeto, será gravado um CD com 1500
cópias.
VIAGEM MUSICAL – Concertos
vivenciais e oficinas de música instrumental com o Grupo Instrumental do
Capão
Ari Vinicius Costa Pessoa Palmeiras (Chapada
Diamantina)
Seabra, Rio de
Contas, Lençóis e Andaraí
Difusão/Circulação R$ 50.244,00 O Grupo Instrumental
do Capão - GIC propõe a circulação de quatro
eventos musicais na Chapada Diamantina, assim estruturados: realização de
duas oficinas para os músicos locais e público em geral; concerto do GIC
"Viagem Musical" ; apresentação conjunta do GIC e dos músicos locais. Visamos
incentivar a formação de plateia para música instrumental e agregar
ferramentas para que os músicos locais se desenvolvam como multiplicadores.
Muritiba Sound System Bartolomeu Teixeira Muritiba (Recôncavo) Muritiba Produção R$ 45.290,00 O "Muritiba
Sound System" realizará apresentações de música e grupos culturais em cinco comunidades periféricas do
município de Muritiba, Recôncavo baiano. O evento acontece uma vez no mês, de
julho a novembro de 2013, e vai trazer shows musicais do grupo de rap
Conceito Articulado e mais dois grupos e/ou músicos independentes do
município e cidades circunvizinhas a cada noite.
Gravação do
DVD Grupo Canela Fina: Música para todas as crianças
Carla Suzart Thomaz Lençóis (Chapada
Diamantina)
Salvador e Simões
Filho
Produção R$ 36.000,00 O projeto realizrá a
gravação do DVD da banda Canela Fina, em Salvador,
no mês das crianças a partir de uma apresentação no Teatro Vila Velha, com
ingresso na forma de doação de brinquedos, os quais serão revertidos para
duas instituições. Como ação paralela será realizada uma oficina de
musicalização para o público infantil, além de dois shows beneficentes.
Jam no João Cristiano Medeiros de
Lima
Juazeiro (Sertão do
São Francisco)
Juazeiro Produção R$ 60.450,00 Apresentações
semanais gratuitas de Música Instrumental no Centro
de Cultura João Gilberto, com duração de seis meses. As atividades são
abertas para participação de outros músicos, além da banda base do projeto. O
projeto prevê também ensaios abertos mensais, para estimular a participação
de novos instrumentistas.
Turnê O Que Te
Faz Voltar - Canto dos Malditos na Terra do Nunca
Danilo Castro
Cerqueira e Silva
Salvador
(Metropolitana de Salvador)
Feira de Santana,
Teofilândia, Camaçari, Bom Jesus da Lapa, Ilhéus, Caetité, Vitória da
Conquista e Jequié
Difusão/Distribuição R$ 64.500,00 Realização da Turnê
"O Que Te Faz Voltar", da banda Canto dos Malditos na Terra do
Nunca, pelo interior da Bahia,nas cidades de Feira de Santana, Teofilândia,
Camaçari, Bom Jesus da Lapa, Ilhéus, Caetité, Vitória da Conquista e Jequié.
Liga da
Alegria
Emerson de Almeida
Cabral
Salvador
(Metropolitana de Salvador)
Salvador e Lauro de
Freitas
Difusão/Distribuíção R$ 32.790,00 Com música para todas
as idades, A Liga da Alegria é formada por Super
Notas (Guitarra), Capitão Brigadeiro (Baixo) e Dr. Quebratudo (Bateria), que
não podem revelar suas identidades secretas por questões de segurança.
Aliados à música nossos heróis fazem uma iniciação ao rock utilizando teatro,
circo, surpresas, brincadeiras e muitos efeitos especiais, sempre na defesa
da moral e dos bons costumes
ANUNNAKI -
Mensageiros do Vento
Fabrício Lopes
Barreto
Salvador
(Metropolitana de Salvador)
Salvador Criação R$ 71.610,00 O projeto visa
produzir o musical "ANUNNAKI", da banda Mensagei"
"ros do Vento, um espetáculo que une música, cinema e
artes plásticas. De forma inédita: uma ópera-rock em desenho animado (DVD -
1.000 cópias), as músicas e a trilha sonora do filme (CD duplo - 1.000
cópias) e o show e exibições na Casa da Música (Funceb). O filme conta a
incrível história do povo Anunnaki ("aqueles que do céu para a Terra vieram")
e da origem da raça humana, de acordo com as traduções das antigas escrituras
sumerianas.
Nação
Mameluco
Gil Bruno de Sá Bittencourt Camara Salvador (Metropolitana de Salvador) Salvador Produção R$ 25.790,00 O projeto prevê a
produção, gravação, mixagem e masterização de seis músicas e um show de
lançamento do primeiro CD do músico, compositor e cantor baiano Gil Camará.
As treze canções do álbum são de autoria de Gil Camará, sete delas são
patrocinadas por outras fontes juntamente com 500 cópias do CD, com
lançamento previsto para Salvador. O projeto contempla ainda a realização de
um bate-papo musicado sobre os processos criativo, produtivo, e executivo do
projeto.
Playgrude –
coletânea infantil
Helson Hart Santos Salvador
(Metropolitana de Salvador)
Salvador Produção R$ 45.980,00 O projeto prevê a
gravação do CD Playgrude - coletânea infantil, com
oito canções inéditas de compositores baianos, direcionadas ao público
infantil e interpretadas por jovens artistas e grupos de destaque na cena
musical baiana contemporânea.
João Omar
Interpreta - Obra violonística de Elomar
João Omar de Carvalho
Mello
Vitória da Conquista Salvador e Vitória da
Conquista
Produção R$ 46.450,00 O projeto consiste na
gravação de um cd com 12 peças para violão solo do
compositor baiano Elomar Figueira Mello, cinco já gravadas pelo autor e sete
inéditas, interpretadas por João Omar, incluindo duas apresentações"
de lançamento" respectivamente em Salvador e Vitória da
Conquista.
Forrock 9 José Vagner Araújo de
Lavôr
Andorinha (Piemonte
Norte do Ipicuru)
Andorinha Produção R$ 24.525,00 Realização de evento
musical alternativo "Forrock" com três apresentações
de bandas musicais, voltado para o entretenimento de pessoas que apreciam o
estilo musical rock, reforçando o conceito de pluralidade cultural, durante
os festejos juninos da cidade de Andorinha, pertencente ao Território de
Identidade Piemonte Norte do Itapicuru, antecedido de workshop e seminário,
visando trocas de experiências e discussão de fragilidades e potencialidades
do movimento.
Encontro Hip
Hop União d@s Manos
Joseílson Silva
Oliveira
Salvador
(Metropolitana de Salvador)
Salvador Formação R$ 49.400,00 O projeto prevê a
realização das seguintes ações: gravação audiovisual
compondo um álbum multimídia; seminário de formação abordando a temática "A
cultura HIP HOP - Políticas públicas para a juventude e produção cultural",
destinado a grupos culturais das comunidades, Jovens e lideranças.
Lançamento do
CD "UNIVERSOS" - Josy Lelis
Josyara Gonçalves da Silva Lelis Salvador (Metropolitana de Salvador) Vale do Rio São
Francisco, Salvador, Juazeiro, Bom Jesus da Lapa e Carinhanha,
Difusão/Circulação R$ 49.860,00 O projeto consiste na
prensagem do CD "Uni’verso", da Cantora e Compositora Josy Lelis, e no
lançamento do produto final através de uma turnê pela Bahia. Sendo que em
cada cidade será realizada palestra e mesa-redonda para discussões sobre a
música, a diversidade cultural do Vale do Rio São Francisco e história do
lugar.
Céu, Terra,
51... Cada vez sai um! - Brinquedos
cantados dos Meninos de Serrinha, hoje
Lydia Maria Goritzki Salvador
(Metropolitana de Salvador)
Serrinha e Salvador Produção R$ 86.400,00 Uma produção musical
a ser gravada em CD, contendo brinquedos ritmados e brinquedos cantados,
documentados pela pesquisadora Lydia Hortélio. O trabalho será acompanhado de
um encarte contendo apresentação, textos dos brinquedos, descrição de "como
se brinca", ilustrações, fotos de crianças brincando e da cidade de Serrinha,
além de algumas partituras.
Sons da
Diamantina
Matheus Santana
Dantas
Salvador
(Metropolitana de Salvador)
Rio de Contas,
Andaraí, Lençóis, Conceição dos Gatos (Palmeiras), Igatu, Mucugê, Ibicoara,
Seabra e Boninal
Formação R$ 74.960,00 Este projeto propõe a
realização de oficinas de criação/construção de instrumentos musicais e
objetos sonoros e da utilização prática dos mesmos através de jogos de
improvisação musical. Também serão realizadas pelos ministrantes,
apresentações musicais demonstrando possibilidades performativas utilizando
materiais produzidos.
Primeira
Feira de Música e Letra de Juazeiro
Paulo Luiz Matos de
Lacerda
Juazeiro (Sertão do
São Francisco)
Juazeiro Difusão/Circulação R$ 67.900,00 Realização da
primeira Feira de Música e Letra de Juazeiro, promovendo durante três dias,
oficinas de música, de construção poética, bate-papo sobre a música
brasileira e seu papel, apresentações musicais e declamações poéticas em
praça pública com artistas regionais, e ainda uma a exposição musical de
artistas de todo o vale do São Francisco com lançamentos coletivos de CD’s e
livros.
Três na
Estrada
Pedro Augusto Gomes
Sampaio
Salvador
(Metropolitana de Salvador)
Salvador, Camaçari,
Xique-Xique, Irecê, Ibotirama e Paratinga,"
Difusão/Circulação R$ 46.787,50 O "Três na Estrada"
prevê a realização de seis shows com Pedro Sampaio, Marcelo Nunes e Gilton
Della Cella, tendo como convidados artistas locais. O projeto inclui ainda
ações de formação com a realização de palestras em escolas públicas, onde o
tema será "Música de raiz".
Orquestra de
violões
Rafael de Souza
Bastos
João Dourado (Irecê) João Dourado Formação R$ 13.545,00 Com a proposta de
atuar na área de educação musical, o projeto "Orquestra de violões"
proporcionará para adolescentes e jovens do bairro de Novo Canal oficinas de
violão.
CD "Meu
Pé de Umbu"
Rita América de Brito
Silva
Itaberaba (Itaberaba) Salvador Produção R$ 30.370,01 Com a proposta de
difundir a cultura musical do nordeste, acompanhada da raiz afro-baiana, a
"Neto Lobo e a CacimBA" insere de forma latente o teor interiorano nas
músicas, mantendo a legitimidade de seu trabalho que incorpora as várias
"possibilidades sonoras". "Meu Pé de Umbu" – segundo disco da banda - é um
projeto conceitual, que conta histórias do cotidiano nordestino interiorano,
suas alegrias, tristezas e o amor às suas origens."
Bigbands Vai à Escola Sandra Márcia Marques de Freitas Salvador (Metropolitana de Salvador) Salvador Formação R$ 96.830,00 A segunda edição do
projeto "Bigbands Vai à Escola" faz parte das ações da Universidade das
Culturas (Unicult), no estado da Bahia, e será desenvolvida em parceria com
alunos, gestores, educadores e toda a comunidade da unidade escolar,
oferecendo oficinas das quatro linguagens do Hip Hop, a serem realizadas em
quatro escolas públicas de Salvador.
Bois, Chulas E Batuques Sandro Luiz Cardoso
Santana
Salvador
(Metropolitana de Salvador)
Diversos Produção R$ 39.589,50 Gravação e
prensagem de 2 mil cópias do CD Bois,
chulas e batuques, do Grupo Quixabeira de Lagoa da
Camisa. Serão gravadas 13 músicas, 11 são de autoria dos membros do Grupo e
duas de domínio popular. As gravações serão realizadas na Comunidade de Lagoa
da Camisa, Bahia. O CD será disponibilizadas na íntegra"
para apreciação e download nos sites da
Secult, Funceb, no EPK Sonicbids e no my space do grupo
(www.myspace.com/quixabeiradelagoadacamisa).
Festival De
Pianistas Compositores Da Bahia – 1ª Edição
Saulo Gama Silva Salvador
(Metropolitana de Salvador)
Região Metropolitana
de Salvador
Difusão/Circulação R$ 80.000,00 O Festival de
Pianistas Compositores da Bahia – 1ª Edição constitui-se
de duas noites de apresentação musical de nove pianistas nascidos ou
radicados na Bahia, junto a dois pianistas consagrados nacionalmente.
Executando um repertório totalmente autoral, os pianistas estarão expondo um
aspecto rico e específico da cultura baiana.
Rum Rumpi Le –
Oficina De Confecção De Atabaques
Sociedade Filhos de
Santo Antônio
Cachoeira (Recôncavo) Cachoeira e Regiões
Vizinhas
Formação R$ 46.250,15 Serão oferecidas
oficinas de aprendizagem sobre técnicas de confecção
de atabaques e barris. Também serão oferecidas palestras sobre os aspectos
artísticos, históricos, culturais e religiosos desse instrumento musical.
Paralelo às oficinas ocorrerão três palestras com convidados especialistas
nos aspectos artísticos, culturais, antropológicos, musicais e religiosos dos
atabaques.
I Festival
Bahia Ragga Brasil
Tereza Raquel Olveira
Rendeiro de Jesus
Vitória Da Conquista Vitória Da Conquista Difusão/Circulação R$ 94.887,18 O I Festival Bahia
Ragga Brasil é um evento que visa estabelecer o
intercâmbio cultural abrangendo todos os segmentos do movimento
SoundSystem (Ragga/Dancehall/Reggae)
na Bahia e em todo o Brasil. Com discussões acerca do tema "Cultura
SoundSystem e Consciência Ambiental", oficinas de formação gratuitas de
montagem de sistemas de som, produção musical, dança, grafitti, slackline,
reciclagem e bioconstrução, além de apresentações musicais na Concha Acústica
do Centro de Cultura Camillo de Jesus Lima.
II Encantar -
Encontro De Corais Grapiúnas
Adriana de Carvalho
Albuquerque Maia
Ilhéus (Litoral Sul) Litoral Sul Difusão/Circulação R$ 32.300,00 O II Encantar -
Encontro de Corais Grapiúnas visa à realização de um
show em que se apresentarão sete corais da região grapiúna (eixo
Ilhéus-Itabuna, e entorno: Itajuípe, Coaraci, Ibicaraí, Buerarema e Uruçuca).
O evento vai realizar também o Circuito de Aprimoramento Musical, oferecendo
três workshops na área, a fim de promover aperfeiçoamento técnico aos
profissionais da região.
Rap Bahia Alan dos Santos da
Silva
Salvador
(Metropolitano De Salvador)
Salvador, Porto
Seguro, Ilhéus, Itacaré, Itapetinga e Vitória da Conquista"
Difusão/Circulação R$ 74.250,00 O "Rap Bahia" vai
estabelecer uma conexão entre a produção da cena
rap soteropolitana com a de cinco cidades do interior do estado. Acompanhado
por sua banda, o rapper DaGanja conduz a turnê de shows, mostrando seu
trabalho nas cidades por onde o projeto vai passar e convidando artistas
locais para as apresentações.


Recomendar esta página via e-mail: