Setorial de Teatro 2013







GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA

SECRETARIA DE CULTURA

SECRETARIA DA FAZENDA

Fundação Cultural do Estado da Bahia - FUNCEB

EDITAL nº 36/2012

O Estado da Bahia, através da Secretaria de Cultura – SECULT e da Unidade Executora acima identificada, torna pública a abertura de apresentação de propostas com vistas à seleção para concessão de apoio cultural, nos termos do presente Edital e seus Anexos e com observância das disposições das Leis Estaduais 12.365/11, 9.431/05, 9.433/05 e 9.846/05 e dos Decretos 9.266/04, 9.683/05 e 10.992/08.

1.OBJETO

1.1Constitui objeto do presente Edital a seleção de propostas para concessão de apoio cultural na(s) área(s) e categoria(s) indicada(s) no Anexo I.

1.2Os recursos financeiros disponíveis para este Edital, indicados no Anexo I, serão provenientes do Fundo de Cultura da Bahia - FCBA.

2.PRAZOS

2.1Os prazos para realização desta seleção são os estabelecidos no Anexo II.

2.2Os prazos previstos poderão ser prorrogados por ato do Secretário de Cultura mediante justificativa fundamentada da Unidade Executora e/ou das comissões de seleção.

3.PROPONENTE

3.1Poderão encaminhar propostas culturais para esta seleção:





a)Pessoas Jurídicas de Direito Privado que tenham dentre suas finalidades legais o exercício de atividades na área cultural; ou

b)Pessoas Físicas, maiores de 18 (dezoito) anos.

3.2Não serão apoiadas propostas de pessoas físicas ou jurídicas que não possuam domicílio ou estabelecimento no Estado da Bahia há, pelo menos, 03 (três) anos tendo como referência a data de encerramento da apresentação de propostas.

3.3O apoio não poderá ser concedido ao proponente que:

a)esteja inadimplente com a Fazenda Pública Estadual;

b)esteja inadimplente com o FCBA ou FAZCULTURA;

c)esteja inadimplente com prestação de contas de proposta cultural realizada anteriormente;

d)seja servidor público estadual, membro da Comissão Gerenciadora do FAZCULTURA ou de comissão do FCBA;

e)seja Pessoa Jurídica que tenha, na composição de sua diretoria, servidor público estadual, membro da Comissão Gerenciadora do FAZCULTURA ou de comissão do FCBA;

f)esteja sendo patrocinado pelo FAZCULTURA com a mesma proposta inscrita neste Edital;

g)já tenha proposta aprovada para execução no mesmo ano civil, excetuadas propostas apresentadas por sociedades cooperativas, desde que as aprovadas não se refiram aos mesmos associados durante o mesmo exercício;

h)seja pessoa jurídica de direito privado que não tenha por objeto o exercício de atividades na área cultural.

3.3.1. As vedações previstas neste artigoestendem-se aos parentes até o segundo grau, bem como aos cônjuges ou companheiros, quer na qualidade de pessoa física, quer por intermédio de pessoa jurídica da qual sejam sócios, no que se refere a proposta que envolva ou beneficie diretamente a pessoa impedida.

3.3.2. A exceção indicada no item 3.3.g não se aplica a sociedades cooperativas centrais, federadas ou confederadas.

3.3.3O exposto no item 3.3.g não se aplica se o período de execução do projeto se der majoritariamente no ano subsequente ao ano de aprovação do projeto.

3.3.4O indicado ao item 3.3.e se aplica a todos os sócios, órgãos deliberativos, de gestão e controle da instituição proponente.

4.APRESENTAÇÃO DA PROPOSTA

4.1.A proposta deverá ser apresentada:

4.1.1.pela internet, através de cadastro no Sistema de Gerenciamento de Fomento à Cultura– Clique Fomento, disponível no site www.cultura.ba.gov.br; OU

4.1.2.por meio físico, através de formulário disponível no(s) site(s) indicado(s) no preâmbulo deste Edital, em envelope lacrado e identificado, enviado por SEDEX dos

Correios, ou serviço similar, ou carta registrada com aviso de recebimento (AR), constando:

a)01 (uma) via impressa do formulário de apresentação de propostas disponível no(s) site(s) indicado(s) no preâmbulo deste Edital;

b)01 (uma) via impressa da planilha orçamentária disponível no(s) site(s) indicado(s) no preâmbulo deste Edital;

c)01 (uma) via impressa do currículo do proponente;

d)CD ou DVD com os arquivos iguais aos documentos a, b, e c acima indicados.

4.2Recomenda-se o envio de documentação complementar indicada no Anexo IV e outros documentos que o proponente considere importante para enriquecer a avaliação da proposta.

4.2.1 Em caso de apresentação de propostas via Sistema de Gerenciamento de Fomento à Cultura – Clique Fomento, a documentação complementar deverá ser anexada somente através de upload no Sistema.




4.2.2 Em caso de apresentação de propostas via Correios, a documentação complementar deverá ser enviada preferencialmente em formato digital, gravada em CD ou DVD.

4.3No caso de inscrição por meio eletrônico, a SECULT e a Unidade Executora não se responsabilizam por cadastro não recebido por motivos de ordem técnica de computadores, falhas de comunicação, congestionamento das linhas de comunicação, bem como outros fatores que impossibilitem a transferência de dados ou acesso aos arquivos disponíveis no(s) site(s).

4.4.No caso de envio em meio físico, no envelope deverá estar registrado:

a)o endereço para envio da proposta, constante do preâmbulo deste edital;

b)o nome deste Edital, constante do preâmbulo deste edital;

c)nome da proposta apresentada.

4.5Cada envelope poderá conter apenas 1 (uma) proposta, sendo descartados os envelopes que contenham 2 (duas) ou mais propostas.

4.6.O orçamento físico-financeiro dos recursos a serem financiados pelo FCBA, integrante da proposta a ser apresentada, deverá ser preenchido de forma detalhada, expressando com clareza a descrição, as quantidades e os custos dos serviços e materiais necessários à realização do projeto ou atividade.

4.6.1.Deverão ser observados no orçamentofísico-financeiro:

a)o valor limite de apoio por proposta, indicado no Anexo I;

b)em caso de pessoa física, limite de 150 salários mínimos para financiamento da proposta pelo FCBA;

c)quando houver despesas com divulgação, incluindo gastos com recursos humanos, materiais e serviços previstos para este fim, atentar para limite máximo de 20% (vinte por cento) sobre o subtotal de Produção, conforme campo específico do orçamento;

d)sendo pessoa jurídica não optante do Simples Nacional ou Super Simples e havendo contratação de pessoa física, poderá ser incluído valor de contribuição previdenciária patronal (INSS), acompanhado de memória de cálculo em campo específico. Esta orientação não se aplica a pessoa física que contrate prestadores de serviços também como pessoa física;

e)conforme natureza da proposta, atentar para pagamento destinado a direitos autorais de execução ou representação pública, a exemplo de Escritório Central de Arrecadação e Distribuição - Ecad e Sociedade Brasileira de Autores Teatrais - Sbat, só devendo constar esta despesa no orçamentofísico-financeiro se a entrada ao evento for gratuita, uma vez que no caso de eventos com venda de ingressos, os direitos devem ser pagos com percentual da bilheteria;

f)poderão ser pagos com recurso do FCBA serviços de contabilidade, desde que tenham como objetivo apoiar a execução e prestação de contas da proposta.

4.6.2.Não serão aceitas despesas incompatíveis com a legislação pertinente, tais como:

a)pagamento de gratificação, consultoria, assistência técnica ou qualquer espécie de remuneração a servidor ou empregado público ativo, integrante de quadro de pessoal de qualquer órgão ou entidade pública da administração estadual direta ou indireta;

b)pagamento a proponente pessoa física ou representante legal de pessoa jurídica, salvo se no exercício de função específica técnica ou artístico-cultural na proposta;

c)taxas de administração, gerência, captação de recursos ou similar;

d)trespasse, cessão ou transferência a terceiros da execução do objeto da proposta;

e)taxas bancárias, multas, juros ou correção monetária, inclusive referente a recolhimentos fora do prazo;

f)custos administrativos não condizentes com a natureza da proposta cultural;

g)construção e/ou recuperação de bens imóveis que não estejam tombados;

h)aquisição de material permanente por proponente pessoa física ou por pessoa jurídica que não possua declaração de utilidade pública;

i)coquetel, confraternização, recepção social, passeio ou congêneres, salvo despesas com abastecimento de camarim que não incluam bebidas alcoólicas;




j)despesas com divulgação que não sejam de caráter informativo, educativo ou de orientação, ou que constem nomes, símbolos ou imagens que caracterizem promoção pessoal de autoridades ou servidores públicos.

4.7.Uma vez finalizado o cadastramento no Sistema de Gerenciamento de Fomento à Cultura – Clique Fomento ou entregue a documentação via Correios, a proposta não poderá ser alterada.

4.8.Durante o prazo de apresentação o proponente poderá cancelar uma proposta já cadastrada ou entregue:

a)através do Sistema de Gerenciamento de Fomento à Cultura – Clique Fomento, quando a entrega for por meio eletrônico, ou

b)mediante comunicação à Unidade Executora unicamente através do e-mail constante do preâmbulo deste edital quando a inscrição for por meio físico.

4.9.Poderão ser cadastradas ou enviadas até 02 (duas) propostas por proponente.

4.9.1. No caso de cooperativas o limite estabelecido neste itemrefere-se a propostas apresentadas em nome de um mesmo associado.

4.10.A apresentação de propostas implicará na aceitação integral e irrestrita das condições estabelecidas neste Edital.

4.11.O acompanhamento de todas as etapas do processo seletivo e a observância quanto a eventuais prazos para atendimento de solicitações da SECULT ou Unidade Executora serão de inteira responsabilidade dos proponentes.

4.12.Não será aceito envio de qualquer documento ou material fora do prazo, forma e demais condições estabelecidas neste Edital e em seus Anexos.

4.13.Todas as informações prestadas pelo proponente estarão sujeitas à comprovação.

4.14.Serão de responsabilidade do proponente:

a)todas as despesas decorrentes de sua participação neste Edital;

b)a veracidade das informações e dos documentos apresentados, bem como sua comprovação, quando solicitada;

c)a guarda de cópia da proposta, documentos e de todos os anexos;

d)o gerenciamento de recursos de restrição de recebimento de e-mails (filtros,anti-spam, etc.) que impeçam o recebimento dee-mails enviados pela Secult e/ou pelo Sistema de Gerenciamento de Fomento à Cultura – Clique Fomento.

5.ANÁLISE PRÉVIA

5.1As propostas cadastradas ou postadas no período indicado no preâmbulo deste Edital serão submetidas à análise prévia.

5.1.1 A análise prévia será realizada por servidor ou comissão designada e consistirá na avaliação da pertinência de enquadramento da proposta e do proponente em relação a este Edital e à legislação aplicável ao FCBA.

5.1.2 Não serão aprovadas em análise prévia propostas:

a)que tenham início previsto antes da data indicada no preâmbulo deste edital,sendo considerada a indicação da data no campo 11.1 do Formulário de Apresentação de Propostas (meio físico) ou" Duração do projeto - Início" (inscrição via internet);

b)que solicitem recursos em valor superior ao limite de apoio por proposta, indicado no Anexo I, sendo considerada a indicação no total na Planilha Orçamentária de recursos do FCBA (meio físico) e "Total do Projeto"(inscrição via internet);

c)no caso de pessoa física, que solicite recursos em valor superior a 150 salários mínimos;




d)enviadas em envelopes que contenham 2 (duas) propostas ou mais, no caso de propostas enviadas em meio físico;

e)que tenham sido enviadas para endereço distinto do indicado no preâmbulo deste edital;

f)que não cumpram o estabelecido no item 4.1 e seus subitens;

g)que apresentem proposta em formulário de anos anteriores, do FAZCULTURA, de outros editais ou que não especifique o edital para o qual está concorrendo;

5.2O resultado da análise prévia com a relação das propostas inscritas será divulgado no Diário Oficial do Estado e nos sites indicados no preâmbulo deste Edital.

6.SELEÇÃO DA PROPOSTA

6.1A pré-seleção da proposta será realizada por Comissão designada formada por, no mínimo, 5 (cinco) integrantes, podendo ser ampliada de acordo com o número de propostas inscritas, composta por membros da Sociedade Civil e do Poder Público Estadual,mantendo-se como princípio o número ímpar e maioria de membros da sociedade civil. Na formação da comissão, será considerada a atuação na área deste Edital, experiência em projetos culturais, e a capacidade de avaliar propostas dos diversos elos da rede produtiva do setor.

6.1.1.Em caso da pré-seleção envolver defesa oral, o convite será realizado ao proponente, através de correio eletrônico, no qual deverá constar o local, a data e o horário de seu comparecimento, no prazo indicado no Anexo II, quando será permitida a participação do responsável técnico da proposta, se houver.

6.2Serão utilizados para a avaliação das propostas os critérios indicados no Anexo III deste Edital.

6.3Cada proponente só poderá ter pré-selecionada 01 (uma) proposta neste edital.

6.3.1.No caso de cooperativas o limite estabelecido neste item refere-se a propostas apresentadas em nome de um mesmo associado.

6.4As propostas pré-selecionadas,bem como a indicação dos suplentes em ordem de classificação,serão publicadas no Diário Oficial do Estado e nos endereços eletrônicos indicados no preâmbulo deste edital.

6.4.1Poderão ser indicados como suplentes quantidade de propostas cuja soma de apoio solicitado não ultrapasse o valor disponível para o edital.

6.5A homologação da seleção da proposta está condicionada ao atendimento à realização dos ajustes indicados pela Unidade Executora e/ou SECULT, referentes à apresentação de documentos, adequação de itens orçamentários, entre outros, visando o atendimento à legislação estadual.

6.5.1Os proponentes serão convocados, por meio eletrônico, para envio dos ajustes indicados e entrega da documentação necessária à assinatura do Termo de Acordo e Compromisso – TAC, no prazo indicado no Anexo II.

6.5.2O proponente selecionado que não atender ao solicitado dentro do prazo estabelecido no Anexo II será desclassificado.

7.ASSINATURA DO TERMO DE ACORDO E COMPROMISSO - TAC

7.1Para a assinatura do Termo de Acordo e Compromisso – TAC (Anexo V), disponível nos sites indicados no preâmbulo deste Edital, o proponente selecionado será convocado para apresentar no prazo estabelecido no Anexo II os seguintes documentos:

7.1.1Para Pessoa Jurídica:




a)Proposta impressa, com as adequações solicitadas visando ao atendimento à legislação de referência e com todas as folhas rubricadas;

b)Cópia de CNPJ da pessoa jurídica proponente;

c)Cópia de RG e CPF do(s) representante(s) legal(is);

d)Cópia de Contrato Social ou Estatuto, devidamente registrados (JUCEB ou cartório), e demais alterações;

e)Ata de designação do(s) representante(s) legal(is), no caso de pessoa jurídica sem fins lucrativos;

f)Cópia do registro comercial para empresas individuais;

g)Declaração de estabelecimento na Bahia nos últimos três anos;

h)Comprovante de regularidade junto ao INSS / Certidão Negativa de Débito (CND), podendo ser impressa a partir do site www.previdenciasocial.gov.br;

i)Comprovante de regularidade junto ao FGTS / Certidão de Regularidade Fiscal (CRF), podendo ser impressa a partir do site www.caixa.gov.br;

j)Comprovantes de regularidade com as Fazendas Federal, Estadual e Municipal, podendo ser impressos a partir dos sites www.receita.fazenda.gov.br, www.sefaz.ba.gov.br e, se houver, do site do Município de sede do proponente;

k)Comprovação de regularidade com o TST – Tribunal Superior do Trabalho/ Certidão Negativa de Débitos Trabalhistas - CNDT, podendo ser impressa a partir do site www.tst.jus.br/certidao;

l)Comprovante de abertura de conta corrente específica, contendo nome do proponente, CNPJ, banco, número da agência e da conta e data de abertura, que deve ser posterior à data da publicação do resultado deste Edital no DOE;

m)Cópia do balanço patrimonial e das demonstrações contábeis do último exercício, assinados pelo contador responsável, já exigíveis e apresentados na forma da lei podendo ser atualizados por índices oficiais, quando encerrados há mais de 03 (três) meses da data da apresentação da proposta, vedada sua substituição por balancetes ou balanços provisórios;

n)Declarações obrigatórias indicadas no formulário de apresentação de propostas assinadas pelo proponente.

7.1.2Para Pessoa Física:

a)Proposta impressa, com as adequações solicitadas visando ao atendimento à legislação de referência, com todas as folhas rubricadas;

b)Cópia de RG e CPF do proponente;

c)Comprovantes de regularidade com as Fazendas Federal e Estadual, podendo ser impressos a partir dos sites www.receita.fazenda.gov.br e www.sefaz.ba.gov.br;

d)Comprovação de regularidade com o TST – Tribunal Superior do Trabalho/ Certidão Negativa de Débitos Trabalhistas - CNDT, podendo ser impressa a partir do site www.tst.jus.br/certidao;

e)Comprovante de abertura de conta corrente específica, contendo nome do proponente, CPF, banco, número da agência e da conta e data de abertura, que deve ser posterior à data da publicação do resultado deste Edital no DOE;

f)Declaração de residência na Bahia nos últimos três anos e cópia de um comprovante de residência recente datado dos últimos três meses. São válidos documentos que contenham o nome do proponente, como conta de água, luz, telefone, correspondência bancária, carnês de pagamento e afins, contratos de aluguel, declarações de pessoas proprietárias ou residentes no mesmo imóvel (acompanhadas de cópia de RG e CPF);

g)Declarações obrigatórias indicadas no formulário de apresentação de propostas assinadas pelo proponente.

7.2A documentação deverá ser entregue pessoalmente ou enviada por SEDEX dos Correios, ou serviço similar, ou carta registrada com aviso de recebimento (AR), na sede da Unidade Executora indicada no preâmbulo deste Edital.

7.3O proponente selecionado que não apresentar os documentos listados dentro do prazo estabelecido no Anexo II será desclassificado.

8.DISPOSIÇÕES FINAIS




8.1.Para todos os efeitos integram o presente Edital o Formulário de Apresentação de Propostas,o cadastro eletrônico do Sistema de Gerenciamento de Fomento à Cultura – Clique Fomento e os Anexos abaixo especificados, todos disponíveis no(s) site(s) indicado(s) no preâmbulo deste Edital:

I – Especificação do objeto e valores do Edital;

II – Prazos;

III – Critérios para seleção das propostas;

IV – Orientações específicas, documentos recomendáveis e obrigatórios;

V – Minuta do Termo de Acordo e Compromisso – TAC.

8.2.As obrigações a serem assumidas pelo proponente selecionado estão previstas em cláusula das OBRIGAÇÕES do Termo de Acordo e Compromisso - TAC.

8.3.Os recursos financeiros para a proposta selecionada serão repassados conforme cláusula da LIBERAÇAO DOS RECURSOS FINANCEIROS do TAC.

8.4.O proponente selecionado deverá prestar contas dos recursos na forma indicada no TAC, observando o disposto na regulamentação específica disponível no site da Secretaria de Cultura.

8.5.A Unidade Executora será responsável pela gestão dos procedimentos desta seleção, bem como pelo acompanhamento e fiscalização da execução do projeto ou atividade, deliberação sobre alterações solicitadas e pela emissão de parecer técnico sobre prestações de contas parciais e final apresentadas pelo proponente.

8.6.Cabe à SECULT, além de disponibilizar os recursos para apoio financeiro à proposta selecionada, a emissão de deliberação final sobre as prestações de contas apresentadas.

8.7.Após assinado o TAC, as alterações no plano de trabalho devem ser aprovadas previamente pela SECULT ou Unidade Executora, observadas as exceções fixadas na Portaria 231/2012 do Secretário de Cultura e disponível no site da SECULT, ou a que venha substituir.

8.8.O proponente selecionado deverá manter seus dados atualizados até a aprovação da prestação de contas final do projeto ou atividade.

8.9.Caso haja saldo de recursos de outras seleções públicas ou aumento nos recursos para o FCBA, os recursos destinados à esta seleção poderão ser suplementados ou remanejados por ato do Secretário de Cultura.

8.10.A SECULT e/ou a Unidade Executora exercerão o dever de, a qualquer tempo, eliminar eventuais erros processuais comprovados, bem como disporão do direito de excluir deste Edital proponentes que:

a)se enquadrem nas vedações indicadas neste Edital e na legislação aplicável;

b)não tenham comprovada a veracidade das informações e dos documentos apresentados, quando solicitado;

c)não atendam em tempo hábil às diligências solicitadas durante o processo seletivo.

8.11.Os projetos não selecionados ficarão à disposição dos proponentes para retirada na sede da Unidade Executora, no prazo de até 60 (sessenta) dias após a publicação da divulgação do resultado, podendo ser, a partir de então, inutilizados ou descartados.

8.12.Só serão aceitos recursos em relação a decisões desta seleção relativos a erros formais ou de procedimento, caso identificados, e deverão ser objetivamente fundamentados e enviados via correio eletrônico unicamente para o endereço constante do preâmbulo deste edital, no prazo indicado no Anexo II.

8.12.1Os recursos quanto à análise prévia serão decididos pelo dirigente máximo da Unidade Executora da seleção indicada no preâmbulo deste Edital.

8.12.2Os recursos quanto à pré-seleção serão decididos pelo Secretário de Cultura, ouvida a Unidade Executora da seleção indicada no preâmbulo deste Edital.




8.13.Os casos omissos relativos a este Edital serão decididos pelo Secretário de Cultura, observada a legislação pertinente.

8.14.Informações e esclarecimentos adicionais poderão ser obtidos através dos telefones ou dos e-mails citados no preâmbulo deste Edital, fazendo constar, no campo assunto, a citação deste Edital e o Nome da Proposta.


































Salvador (BA), 30 de novembro de 2012





Antônio Albino Canelas Rubim


Nehle Franke


Secretário de Cultura


Diretora Geral da Fundação Cultural do Estado da Bahia - FUNCEB


Carlos Beyrodt Paiva Neto


Alexandre José Molina


Superintendente de Promoção Cultural


Diretor de Artes da FUNCEB


Verônica Aquino Ribeiro


Maria Fernandes Marighella


Diretora de Fomento


Coordenadora de Teatro da FUNCEB



























































































































































































































Resumo Edital Setorial de Teatro 2013

Nome do projeto proponente origem Destino da proposta natureza da proposta valor da proposta resumo
Canto Seco Ana Cartaxo Bastos
Barreto
Salvador
(Metropolitano de Salvador)
Salvador Criação R$ 65.900,00 Criação de espetáculo teatral a partir do texto "Canto Seco", de Gil Vicente Tavares, que transpõe um recorte do sertão nordestino para o universo fantástico, onírico, numa ideia de sertão hiper-real e colorido, numa imagem exagerada pela beleza plástica da miséria mas cruel e seco, com encenação de Rino Carvalho, atuação e produção do grupo As 3 Marias, numa temporada no Teatro Gamboa Nova, num total de 15 apresentações.
Em Cena
fazendo Bonito: Oficinas Técnicas para a Cena
Andréia Fábia Santos Salvador
(Metropolitano de Salvador)
Bonito Formação R$ 13.805,00 O projeto Em Cena fazendo Bonito: Oficinas Técnicas para a Cena tem por objetivo estabelecer uma aproximação dos interessados com as técnicas específicas que concernem à linguagem cênica, abrindo um campo de experimentação e de prática na área, promovendo o protagonismo juvenil e cidadania cultural, através da realização 03 (três) oficinas de Teatro: a)Maquiagem Artística ; b) Figurino; c) Cenografia e de uma Mostra Artística - resultado das oficinas.
FACI –
Festival de Artes Cênicas de Ipirá
Angelo Soares
Faustino da Silva
Ipirá (Bacia do
Jacuípe)
Ipirá Produção R$ 101.686,00 O Festival de Artes Cênicas de Ipirá – FACI prevê a realização de nove apresentações teatrais na cidade de Ipirá-Ba, dividias em cinco dias de evento. O projeto inclui ainda ações de formação em teatro (interpretação, maquiagem e teatro de bonecos) e de elaboração de projetos que serão realizadas durante os dias do evento.
VILAVOX Ano
XII
Arraial, Promoções,
Eventos, Recreação e Lazer ME
Salvador
(Metropolitano de Salvador)
Ilhéus, Madre de
Deus, Juazeiro, Mucugê, Bom Jesus da Lapa e Caetité
Criação R$ 199.360,28 O projeto "VILAVOX ANO XII" visa à manutenção de atividades continuadas do grupo durante 12 meses. Estas atividades criarão a base teórica e prática para a próxima montagem do grupo, a estrear em 2014, contribuirão para a manutenção e circulação de espetáculo de seu repertório ("O Segredo da Arca de Trancoso"), para a formação/qualificação de seus cinco integrantes e de terceiros, promoverão o intercâmbio com grupos/artistas do estado e do país, assim como possibilitarão o enfoque na memória do grupo, que completa 12 anos de atividades continuadas em 2013.
Revista Boca
de Cena - Revista de Artes Cênicas da Bahia (edições nº2 e nº3)
Carla Cristina de
Teixeira Santos
Salvador
(Metropolitano de Salvador)
Diversos Difusão/Circulação R$ 52.960,00 O projeto pretende dar suporte e continuidade à publicação de um formato que possibilitará registrar e difundir o teatro baiano através de interações, lançamentos em encontros, festivais nacionais e internacionais, em colóquios do gênero, propiciando assim a continuidade da pesquisa em artes cênicas e a consequente formação de profissionais e espectadores ainda mais especializados, publicando críticas, ensaios, artigos e dramaturgia.
Esperando
Godot
Celso de Araújo
Oliveira Junior
Salvador
(Metropolitano de Salvador)
Salvador Criação R$ 100.410,00 Montagem integral da peça "Esperando Godot", de Samuel Beckett. É a primeira montagem baiana do texto integral, com Claudio Simões e Celso Jr. no elenco, sob direção de Marcio Meirelles. A temporada será no Teatro Vila Velha, em novembro deste ano, e contará com nove apresentações.
Circulação
do espetáculo " A Comida de Nzinga"
Clara Paixão Sales Salvador
(Metropolitano de Salvador)
Salvador Difusão/Circulação R$ 90.980,00 Esse projeto tem como intuito difundir e circular o espetáculo "A Comida de Nzinga" durante dois meses por quatro espaços teatrais da cidade, sendo eles Solar Boa Vista, Alagados, Plataforma, UNEB e o Teatro XVIII. Com pauta de um final de semana para cada teatro, exceto no último (Teatro XVIII) que terá 12 apresentações. Em cada local haverá um workshop de teatro, a ser realizado um sábado, com alunos da comunidade e tem duração de 3 horas.
Travessias
ou Palafitas | Os Filhos da Maré
Cleiton Santos da Luz Salvador
(Metropolitano de Salvador)
Salvador Criação R$ 101.645,00 O projeto propõe a pesquisa, criação e montagem do espetáculo teatral "Travessias ou Palafitas" e "Os Filhos da Maré", que trará histórias de jovens da comunidade de novos Alagados (Salvador – Ba) na década de 90, envolvendo infância, drogas, violência e superação. Com direção de Ângelo Flávio ("O Dia 14", "A Casa dos Espectros") a encenação marcará a segunda montagem do Coletivo de Investigação Cênica - CIC
Sonata de
Outono
Cristina Leite Dantas Salvador
(Metropolitano de Salvador)
Salvador Produção R$ 100.140,80 "Sonata de Outono" é um projeto de montagem teatral do roteiro cinematográfico homônimo assinado pelo cineasta e dramaturgo sueco Ingmar Bergman, cuja temática envolve uma tensa relação entre mãe e filha. O projeto também prevê a exibição do filme e uma leitura pública do texto adaptado seguida de debate.
Três Ditos
dos Meus Afetos
Daniel de Campos
Oliveira
Alagoinhas (Litoral
Norte - Agreste Baiano)

Alagoinhas, Araçás, Cachoeira, Feira de
Santana, Pojuca, Rio Real, Salvador e Santo Amaro
Difusão/Circulação R$ 70.360,00 O projeto "Três ditos dos meus afetos" pretende realizar a circulação dos espetáculos "Abismo" e "Trespassado" por oito cidades do Estadoda Bahia, em espaços formais e informais e a montagem do espetáculo "Revelo", além de atividades formativas. As três obras discutem o universo dos afetos a partir da visão homoafetiva masculina por diferentes identidades, revelando em cena a importância do entendimento do caráter humano em um espaço que precisa resistir à construção do estereótipo.
Kanzuá
"Nossa Casa"
Denise Correia
Salvador
(Metropolitano de Salvador)
Salvador Criação R$ 93.300,00 O projeto propõe a pesquisa e encenação do espetáculo teatral "Kanzuá "Nossa Casa"", a partir da pesquisa cênica Ativação do Movimento Ancestral desenvolvida pela diretora teatral Fernanda Júlia. A montagem discutirá a formação da identidade cultural do povo brasileiro com base nas matrizes culturais dos povos indígena e africano, utilizando como síntese cultural o culto dedicado aos "Encantados" nas Comunidades de Axé de nação banto os "Caboclos". Ainda, será realizada uma oficina de preparação de atores e três ensaios abertos, seguidos por debate.
O Imperador de
Si Mesmo - Espetáulo Teatral
Diego Nunes Pinheiro Salvador
(Metropolitano de Salvador)
Salvador Criação R$ 101.600,00 O projeto contempla a apresentação do espetáculo O Imperador de Si Mesmo, atividades transversais: painel de debates, experimentos cênicos, oficina gratuita ministrada pelo grupo Teatro Base e registro audiovisual do processo para compor videoteca pública.
O ANTINARCISO Grupo Intercena Bahia Salvador
(Metropolitano de Salvador)
Salvador Criação 116,050,00 O ANTINARCISO é um espetáculo teatral de multilinguagens inspirado no livro de mesmo nome escrito pelo premiado autor paulista Mário Sabino. Esta obra reúne doze contos sobre o excessivo amor por si mesmo e suas trágicas consequências. Através de uma imersão neste universo estético (incluindo diversas referências artísticas sobre a lenda de Narciso), o projeto propõe conexões com elementos da música, dança e vídeos cenográficos em diálogo com o trabalho dos atores em cena.
Cordel
Itinerante – Circulação do Teatro Popular de Ilhéus
Hermilo Cruz Menezes Litoral Sul Jequié, Vitória da
Conquista e Valença
Fruição e Consumo R$ 100.000,00 O projeto propõe a apresentação dos espetáculos "Teodorico Majestade - as últimas horas de um Prefeito" e "O Inspetor Geral" nas cidades de Jequié, Vitória da Conquista e Valença. Em cada cidade será realizada uma apresentação de cada espetáculo e uma oficina com 3 horas de duração sobre o processo criativo do grupo.
O Circo de
Soleinildo – Montagem e Circulação
Kétia Prado Damasceno Vitória da Conquista Vitória da Conquista,
Valença e Salvador
Difusão/Circulação R$ 99.560,00 O intuito do presente projeto é contribuir para o fomento das artes cênicas no/do interior baiano através da pesquisa artística e circulação do espetáculo "O Circo de Soleinildo" associado à realização de oficinas voltadas para a direção de arte (cenografia, figurino e maquiagem) a partir dos processos criativos do grupo, a ser realizado em localidades rurais de Vitória da Conquista e nas cidades de Valença e Salvador.
Oficina
Teatro da Vertigem - O Ator Criador
Márcia Lima Gomes Salvador
(Metropolitano de Salvador)
Salvador Formação R$ 17.600,00 O projeto visa contribuir na formação de artistas e estudantes ligados as artes cênicas, através de uma oficina prática de 20h ministrada por Antônio Araújo e Roberto Áudio, respectivamente, diretor e ator do Teatro da Vertigem - São Paulo. A Oficina tem como objetivo abordar as técnicas das pesquisas desenvolvidas pelos atores do Teatro da Vertigem, com enfoque na utilização de espaços alternativos (ou no uso alternativo dos espaços) para a realização dos seus espetáculos.
III Festival
Curtacena de Teatro
Mariana Moreno de
Amorim Mateus
Salvador
(Metropolitano de Salvador)
Salvador Produção R$ 70.800,00 O III Festival CurtaCena de Teatro é uma mostra competitiva de esquetes com até 15 minutos de duração (gênero e tema livres), voltada para atores, diretores, autores e estudantes das artes cênicas, que residam ou não em Salvador. O evento dura 03 dias, tem curadoria e comissão Julgadora formada por profissionais baianos e já teve duas edições realizadas, mobilizando a classe teatral, movimentando o mercado e contribuindo para a formação de plateia. O ingresso é 01 livro literário em bom estado.
Para o
Menino-Bolha
Paula Alice Baptista
Borges
Salvador
(Metropolitano de Salvador)
Salvador Criação R$ 89.900,00 O projeto "Para o Menino-Bolha" prevê a montagem da peça homônima. O texto te atral, escrito ao final de 2011, é o segundo trabalho autoral da dramaturga baiana Paula Lice, voltado para o público infanto-juvenil.
Festival e
Oficinas de Teatro do Sul e Sudoeste Baiano
Ricardo Barnabé da
Silva Filho
Jequié (Médio Rio das
Contas)
Jequié Difusão/Circulação R$ 93.105,00 Esta iniciativa trata-se da realização do "Festival e Oficina de Teatro do Sul e Sudo este Baiano", que acontecerá pela primeira vez no Centro de Cultura ACM, em Jequié, durante uma semana e aberto ao público. O evento tem como objetivos principais: colaborar para o fomento do teatro produzido em duas regiões do estado da Bahia, estimular o surgimento de novos grupos, bem como possibilitar um espaço de intercâmbio entre os trabalhadores deste setor criativo.
Espetáculo
Teatral "Gonzaga – Da Nascente a Foz"
Romildo Alves de
Barros Júnior
Paulo Afonso
(Itaparica (BA/PE))
Paulo Afonso,
Juazeiro, Sento Sé, Xique-Xique, Ibotirama e Bom Jesus da
Lapa
Difusão/Circulação R$ 91.860,00 O projeto visa à circulação gratuita do espetáculo "Gonzaga – Da Nascente a Foz" por seis cidades baianas, que compõem a bacia do São Francisco (Paulo Afonso, Juazeiro, Sento Sé, Xique-Xique, Ibotirama e Bom Jesus da Lapa), bem como a produção e exposição fotográfica "Instantâneo Rio", em Paulo Afonso – BA, como resultado do registro documental fotográfico da rotina dos ribeirinhos das cidades por onde percorrerá a montagem.
Teatro e
Tradição Oral - 15 anos de Estrada do Grupo Teatro Girô
Tania Cristina de
Sousa Soares
Salvador
(Metropolitano de Salvador)
Diversos Difusão/Circulação R$ 99.990,00 O Projeto "TEATRO E TRADIÇÃO ORAL - 15 anos de estrada do grupo Teatro Griô", reúne cinco espetáculos inspirados em narrativas de Tradição Oral; Cinco oficinas com técnicas e metodologias do grupo, levadas para quatro cidades do interior do estado; e cinco "Rodas de conversa" com mestres populares e especialistas sobre a interação entre Teatro e Tradição Oral. Além de publicação com artigos sobre temas abordados pelo grupo, nos processos criativos, técnicas e metodologias artísticas e de formação.
Oficina de
Performance Negra
Valdinéia Soriano dos
Santos
Salvador
(Metropolitano de Salvador)
Salvador Formação R$ 101.680,00 Oficinas ministradas
pelo Bando de Teatro Olodum para compartilhar seus 23 anos de vivencia, seu método de trabalho, técnicas, princípios éticos e políticos, gestão e valores. As oficinas ao mesmo tempo que formam novos atores e qualificam aqueles que já têm alguma experiência, abrem mercado para os participantes, dando-lhes visibilidade em apresentações públicas de experimentos gerados nas oficinas ou incluindo alguns em seus espetáculos. Além de prepara-los para outras funções no teatro.


Recomendar esta página via e-mail: