Notícias

24/06/2020 12:10

Funceb atua em prol de artistas circenses no estado

circo


Em meio aos desdobramentos da pandemia do novo coronavírus no segmento cultural, a Fundação Cultural vem, por meio de reuniões, desde o mês de março, dialogando com diversos setores artísticos. 

 

De modo a conduzir os impactos causados aos artistas circenses no território baiano, a Funceb vem realizando mapeamento a fim de documentar a situação atual dos Circos itinerantes do estado nesse período. Considerando a dificuldade de contatos com os circenses, que se encontram em territórios com escassas redes de comunicação e tecnologia, o referido levantamento acontece através de telefonemas diretos aos circenses, além de contatos por aplicativos de mensagens. Também constam no referido mapeamento dados enviados por outros circenses e pelo Sindicato dos Artistas e Técnicos - SATED-BA. 

 

Especificamente, foram feitas articulações com a Prefeitura de Juazeiro para atendimento ao Circo Papatudo. Através da Secretaria de Cultura do município, o contato resultou na mudança do Circo para um local mais adequado, além da doação de R$ 600 aos circenses pelo ente municipal. A articulação também conseguiu, através da Secretaria de Ação Social, cestas básicas e máscaras de proteção individual, além de visita de agentes de saúde ao local.

 

Também foram feitas articulações com a Prefeitura de Ibotirama para atendimento ao Circo Icaros. O contato resultou na visita de agentes municipais ao Circo e a dispensa de pagamento do aluguel do terreno onde o Circo funciona, após negociação com o proprietário. A visita também rendeu o fornecimento de água potável, de cestas básicas e de máscaras, além de cota de combustível (óleo diesel) para o abastecimento do veículo do Circo quando o seu deslocamento for necessário. Também por meio de intervenção da Funceb, a Prefeitura de Paulo Afonso atendeu ao Circo do Cheirosinho, com a limpeza do terreno onde o Circo está instalado e a doação de cota de combustível (óleo diesel) para manutenção do veículo do Circo. A Fundação Cultural também prestou assistência Circo Fênix, por meio de interlocução com a Prefeitura de Nazaré das Farinhas, de modo a assegurar a permanência do Circo no território municipal. 

 

A Fundação Cultural vem buscando, ainda, contatos e articulação junto a outras Prefeituras, a exemplo dos municípios de Santo Estêvão, Feira de Santana, Xique Xique, buscando avançar no auxílio e atendimento aos Circos e aos circenses espalhados em pelo menos 46 municípios do estado da Bahia. 

 

Neste momento, a Funceb integra uma frente de trabalho liderada pela Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA), com vistas a atender ao Projeto de Lei nº 1075/2020 (Lei Aldir Blanc), que aguarda sanção presidencial. A Funceb também acompanhou a Conferência Nacional de Circo, em 15 de junho, cujos insumos debatidos pelos circenses irão colaborar com o desenho das políticas emergenciais a serem configuradas para o setor.  

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.