Introdução

Na edição 2011, os Salões Regionais de Artes Visuais da Bahia, promovidos pela Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), unidade da Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA), foram realizados nas cidades de Valença, Porto Seguro e Alagoinhas. Cada mostra expôs 25 trabalhos, totalizando 75 obras selecionadas através de edital público, que contabilizou 226 proponentes inscritos.

No Salão Regional de Artes Visuais de Valença, 11 artistas eram oriundos da Região Metropolitana de Salvador (RMS) e 14 de outros Territórios de Identidade. A exposição foi realizada no Centro de Cultura Olívia Barradas de 14 de outubro a 27 de novembro de 2011. A comissão de premiação, formada por Elias Santos, Leonel Mattos e Pedro Marighella, indicou os premiados da edição: Clériston Soares, de Valença, ficou com 1º lugar com as obras “Cachoeira I, II e III”; Genival Nunes, de São Felipe, foi o 2º colocado com “Construir para Ver e Sentir”; a artista Karla Rúbia, de Salvador, levou o Prêmio Incentivo pelo trabalho “João que Amava Teresa que Amava Lili que Não Amava Ninguém”. Ainda houve uma Menção Honrosa para Marco Antônio, também de Salvador, pela “Série Mostruário”.

No Salão de Porto Seguro, 19 artistas eram oriundos da Região Metropolitana de Salvador (RMS) e seis de outros Territórios de Identidade. A exposição foi realizada no Centro de Cultura de Porto Seguro de 28 de outubro a 11 de dezembro de 2011. A comissão de premiação, formada por Antonio Carlos Portela, Lica Moniz e Regis, deu a Álvaro Villela, de Salvador, o 1º lugar, pelas obras “Houve um Tempo”, “Penetra” e “Ainda Chamam de Jardim!”, que compõem a série “Lá Vem a Cidade”. O 2º lugar ficou para Tanile Maria, também de Salvador, com “Porta Memória”. Nelson Magalhães Filho, de Cruz das Almas, levou o Prêmio Incentivo pelo trabalho “Dolls Angels”. As menções honrosas foram prestadas a dois artistas da capital baiana: Sarah Hallelujah, com “Terra Suspensa”, e Almo, com um díptico sem título.

Já no Salão de Alagoinhas, 15 artistas eram oriundos da Região Metropolitana de Salvador (RMS) e 10 de outros Territórios de Identidade. A exposição foi realizada no Centro de Cultura de Alagoinhas de 9 de dezembro de 2011 a 29 de janeiro de 2012. A comissão de premiação, formada por Edgard Oliva, Lanussi Pasquali e Maxim Malhado, ofertou o 1º lugar para Adriana Araújo, pela obra “Des – I Pref”. O 2º lugar foi para Mayra Lins, com a obra “Adeus”. Andréia Oliveira levou o Prêmio Incentivo pelo videoarte “Experimento de Corpo”. As menções honrosas foram prestadas a Adriano Machado, artista de Alagoinhas, pelo trabalho “Folha e Lama: das Convivências”, e a Mônica Quentin, do Atelier Bossanossa, por “Quanto Custa o Seu m2?”.