Introdução

Na edição 2012, os Salões de Artes Visuais da Bahia, promovidos pela Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), unidade da Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA), foram realizados nas cidades de Irecê, Jequié e Juazeiro. Cada mostra expôs 25 trabalhos, totalizando 75 obras realizadas por 68 artistas diferentes, selecionadas através de edital público, que contabilizou 218 proponentes inscritos. Destes 68 artistas contemplados, 40 (58% do total) são residentes em Salvador e 28 (42%) de outras 14 cidades: Amargosa, Andaraí, Araci, Cachoeira, Cruz das Almas, Feira de Santana, Irecê, Jequié, Juazeiro, Lençóis, Paulo Afonso, Simões Filho, Valença e Vitória da Conquista. Estes dados refletem a participação nas inscrições: 37% das propostas eram oriundas do interior da Bahia.

O Salão de Artes Visuais de Irecê foi realizado no Espaço ISI de 27 de julho a 8 de setembro de 2012. A comissão de premiação, formada por Fernanda Albuquerque, Adalberto Alves e Sólon Barretto, indicou os premiados da edição: Aécio Oliveira, de Irecê, por “Compartilhe e Curte”; Juliana Moraes, de Salvador, por “Que Não Foi de Ninguém”; e Rosa Bunchaft, também de Salvador, por “Projeções sobre o Inacabado”. Também foram homenageados com menções honrosas os artistas Devarnier Hembadoom, de Simões Filho, e João Oliveira, de Salvador, pelas obras “Olimar, Grande Mãe Flor Nuclear Refletindo seu Papel Social Socorrida por um Gardenal” e “Coma Meu Coração Sem Pena enquanto É Tempo – I”, respectivamente. Já o ireceense Jailson Paiva, com a obra intitulada “O Cambista”, foi vencedor do Prêmio do Público, por votação dos visitantes da mostra.

O Salão de Artes Visuais de Jequié foi realizado no Centro de Cultura Antônio Carlos Magalhães de 17 de agosto a 30 de setembro de 2012. A comissão de premiação, formada por Francilins Castilho Leal, Susana Rebouças e José Mário Peixoto, o ZMário, indicou os premiados da edição: Zé de Rocha, de Cruz das Almas, por “Prometeu e São João Brincando e Inquisição em Paisagem Cruzalmense”; Rosane Andrade, de Salvador, por “Ausentes”; e Ricardo Alvarenga, também de Salvador, por “Autopoiese”. Também foram homenageados com menções honrosas os artistas Alex Oliveira, de Jequié, por “Cidade Babilônia”, e Mike Sam Chagas, de Salvador, por “Escolha Sua Garota Favorita”. A obra “Contempladores da Ganância Insaciável”, de José Augusto A. Barreto, de Jequié, foi escolhida pela maioria dos visitantes e ganhou o Prêmio do Público.

O Salão de Artes Visuais de Juazeiro foi realizado no Centro de Cultura João Gilberto de 21 de setembro a 4 de novembro de 2012. A comissão de premiação, formada por Euriclésio Barreto Sodré, José Benedito Fonteles, o Bené Fonteles, e Justino Marinho Sobrinho, indicou os premiados da edição: Ramon Rá, de Salvador, por “Maracutaia S/A”; George Lima, de Feira de Santana, por “Passeios Socráticos”; e Alex Moreira, de Juazeiro, por “Frente e Verso”. Também foram homenageados com menções honrosas os artistas Tuti Minervino, de Salvador, por “Kab ide Tuti”, “SEXta SEX” e “Youtube or not Youtube”, e Coletivo Neri Neves, de Vitória da Conquista, por “Sistema de Controle”. Ramon Rá, com sua “Maracutaia S/A”, também foi vencedor do Prêmio do Público, por votação dos visitantes da mostra.